Animal farm

flipAinda a liberdade de expressão. Repito que, para mim, não há bem mais precioso, não há nada que se compare a ser livre de pensar e exprimir esse pensamento como quiser, onde quiser e quando quiser, sendo que ninguém é obrigado a dar-me uma caixa de sabão e um megafone. Da mesma maneira, não entendo que seja quem for, por mais execrável que a opinião possa ser, seja de que forma for impedido de a exprimir, ou punido por fazê-lo. A frase “I disagree with what you say, but I will defend to the death your right to say it” é erroneamente atribuída a Voltaire mas resume o que devia significar viver numa democracia no que respeita ao pensamento e à sua livre expressão.

Nas últimas décadas tem prevalecido a cultura americana e mais coisa menos coisa chega cá. No meio de muita coisa boa chega a “diversidade”, a tolerância intolerante, a “minority sensitivity”, o “discurso de ódio” e mais uma carrada de inanidades dignas de atrasados mentais.

Os casos sucedem-se, por exemplo este:

“a university “fitness to practise” panel concluded that he was entitled to his opinion on the issue of gay marriage but that there was a danger he “may have caused offence to some individuals” by voicing it.!

Reparem, o problema não é a opinião, é exprimi-la. Fantástico.

Se quereis mesmo ficar assustados com o que o fascismo reciclado nos traz, é ver este artigo na Vanity Fair. Mas há muitos, cada vez mais e no nosso caso, esse fascismo moderno está bem representado no “irreverente” e progressista Bloco de Esquerda que o Partido Socialista Novo parece querer seguir, nos jornais, nas escolas e na Academia. Alguns dirão que isto são só uns idiotas armados em cães com pulgas. A esses relembraria o Padre Niemoller: first they came for the jews…

9 pensamentos sobre “Animal farm

  1. srhamsun

    Concordo em grande medida com o que escreveu aqui e no postal anterior. Mas parece-me que partilha do problema comum a muito boa gente, o da desvirtuação do termo “fascismo”. Isto não é fascismo, é bolchevismo. Tudo bem que Lenine apreciava Mussolini e este começou onde começou, mas isto é bolchevismo. Esta gente iluminada é herdeira directa do espírito bolchevista onde as elites instaurarão o mundo novo. No limite, são herdeiros do gnosticismo como o são as vanguardas revolucionárias de um modo geral. São eles que fazem a limpeza do mundo de um modo que não encontra paralelismo no fascismo. Vejam-se os próprios níveis de repressão. Onde é que, por exemplo, Estaline teria deixado vivo um adversário do calibre de Gramsci como fez Mussolini? permitindo-lhe escrever no cárcere textos fundamentais para a posterior edificação do marxismo cultural? portanto, repito, estas práticas não são fascistas, são bolchevistas. Já com o islamismo é a mesma conversa. Islamo-fascismo uma porra, islamo-bolchevismo, no máximo. Porque estruturas como a Al-Qaeda e outras mimetizam as vanguardas revolucionárias russas do século XIX. Até no discurso apocalíptico são semelhantes. Há uma ideia de higiene nos bolchevistas e seus herdeiros que não tem paralelo no fascismo, apenas das conversas futuristas da higiene da guerra e tal. A mesma ideia de higiene que surge nos rapazes e raparigas que hoje limpam o mundo de “linguagem degenerada”, de “discurso de ódio”, etc. Os mesmos que querem salas de chuto higiénica, mortes limpas, abortos assépticos, tudo em nome do velho mito do progresso.

  2. tina

    Bem alertado! Com este governo já assistimos a um flagrante fascismo na forma como favorecem os funcionários públicos em detrimento dos trabalhadores do sector privado (passaram outra vez a ganhar mais e vão trabalhar menos). Não tarda nada, o fascismo será aplicado à liberdade de expressão. Mais do que nunca, o Insurgente e o Blasfémias são importantes para os denunciar.

  3. Euro2cent

    > A esses relembraria o Padre Niemoller: first they came for the jews…

    Agora é mais “first they came for the ‘holocaust deniers'”, como o camarada Irving, que foi de cana por escrever num livro que se calhar as folhas de cálculo a contabilizar os mortos estavam engatadas.

    Mas não se preocupem, que isso de modo nenhum põe em causa a preciosa liberdade, pelo contrário, até se reforça depurando-se, como dizia o Zé dos bigodes.

  4. @Tina primeiro compram, arregimentam … depois caiem em cima dos que sobram e a transição tão suave que até os perseguidos admitirão a normalidade da repressão

  5. jo

    Citar um acontecimento numa universidade americana “a pátria das liberdades”, para dizer que o BE faz o mesmo porque é comunista.

    Também podemos citar as citações que Donald Trump, que pertence ao partido republicano, fez de Mussolini e do KKK e dizer que os nossos liberais são idiotas.

  6. Parece-me que manifestar o orgulho em ter a cultura da UE, destaca bem os princípios diferentes que cultivamos por cá e são os melhores do planeta terra.
    Os defensores da necessidade que seja o “estado” a regular, seja o que for devem pensar duas vezes; se possivel aproveitar umas ferias ou um desemprego e irem viver no anglosaxonismo profundo e sentirem a “liberdade”.

  7. tina

    Nuno, hoje em dia as redes sociais são muito eficazes em denunciar casos de prepotência e repressão. Os resultados podem não ser imediatos, mas mais tarde ou mais cedo haverá consequências. Além disso, a nível pessoal, ninguém quer ficar mal visto, digam lá o que disserem.

  8. EMS

    Ok, a liberdade de expressão é muito bonita mas imaginemos que em vez de um “A Christian postgraduate student “´ que apoia um funcionário publico que se recusa a celebrar casamentos gay estamos perante um “muslim postgraduate student ” que apoia um funcionário de um refeitório social que se recusa a servir bacon. Continuam a apoiar o tal “free speech”?

  9. Joaquim Amado Lopes

    EMS,
    Um funcionário público ou de um refeitório social que se recuse a fazer o seu trabalho só tem que procurar outro emprego.
    Quem quiser apoiar os princípios que levam esse funcionário a ter essa atitude tem toda a liberdade de o expressar, assim como o funcionário. O que nem um meio outro pode é pretender que alguém se pode recusar a fazer o seu trabalho e não sofrer quaisquer consequências.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.