O socialismo é fixe e a lógica que se lixe

“Bom dia, eu nunca tive um emprego na vida. Também não tenho referências. Na verdade, nem sei bem se sou bom nisto ou se terei que fazer outra coisa qualquer. Importa-se de me dar um contrato sem termo?”

Screen Shot 2016-02-24 at 2.29.00 PM

(via TSF)

36 thoughts on “O socialismo é fixe e a lógica que se lixe

  1. Carlos Conde

    O cabritinho tem lugar garantido no reino dos céus através da quota reservada aos pobres de espírito.

  2. Post que denuncia desonestidade intelectual ou então estupidez.
    Todo contrato de trabalho sem termo tem um período de experiência ao fim do qual qualquer das partes o pode denunciar sem custos para ninguém. Se o lugar a preencher for de responsabilidade comprovada esse período pode ir até a 1 ano de trabalho efetivo.
    Acresce que a figura jurídica de inapto por inadaptação ao posto de trabalho pode ser invocado a qualquer momento depois de terminado o prazo de experiência.
    O problema é que os maus patrões adoram a capacidade de tomar decisões “porque sim”, discricionárias. A empresa é minha, faço dela o que bem entender…
    Isso não é verdade. Assim como o empresário não pode atear fogo à sua vivenda ou demoli-la “porque sim”, nem pode enforcar o seu cão de caça porque deixou de ser hábil para caçar (o cão é meu, faço dele o que quero, porque sim”, mem acender o cigarro numa nota de 500 euros a arder (as notas de banco são propriedade do Estado), assim não pode despedir um colaborador numa unidade de produção que existe porque está a preencher um espaço de necessidade pública.
    Ao empresário a Sociedade concede-lhe o privilegio de explorar uma unidade produtiva em seu nome. Mas só o pode fazer no âmbito da legislação em vigor…

  3. Joaquim Amado Lopes

    Portanto, um indivíduo tem uma ideia para um negócio, adquire ou arrenda os meios para o criar e contrata outros indivíduos para lhe prestarem serviços com o seu próprio dinheiro mas a “unidade produtiva” não é dele. É da “Sociedade” (leia-se “Estado”), que lhe “concede o privilégio” de a explorar.
    E o que o Carlos Guimarães Pinto escreveu é que é estúpido.

  4. Carlos Conde

    Camarada heredia
    Apreciei o resumo das regras de bom comportamento dos chefes das “unidades de produção”.
    Estás também tu apto e com lugar garantido ao lado do cabritinho.

  5. Tiradentes

    é verdade…… o que mais se vê é patrões que despedem os seus melhores funcionários, aqueles que produzem mais e lhe dão maiores ganhos…só porque sim. É que ter lucros passou a ser uma coisa horrível e eles só desejam ter prejuízos e por isso despedem os melhores….só porque sim

  6. Ricardo Monteiro

    “Bom dia, eu nunca tive um emprego na vida. Também não tenho referências. Na verdade, nem sei bem se sou bom nisto ou se terei que fazer outra coisa qualquer. Importa-se de me dar um contrato sem termo?”
    História da vida de Passos Coelho.

  7. 7anaz

    “assim não pode despedir um colaborador numa unidade de produção que existe porque está a preencher um espaço de necessidade pública.
    Ao empresário a Sociedade concede-lhe o privilegio de explorar uma unidade produtiva em seu nome. Mas só o pode fazer no âmbito da legislação em vigor…”

    Aqui fica a mais pura doutrina socialista no seu melhor. Habituemo-nos. Daqui ao, “quem se meter connosco, leva!” vai um instante.

  8. antónio

    A cada dia que passa surgem mais evidências de medidas que mais não são que a confirmação de que este governo é de cariz proto-comunista empedernido.

  9. JP-A

    “A cada dia que passa surgem mais evidências de medidas que mais não são que a confirmação de que este governo é de cariz proto-comunista empedernido.”

    Já aqui escrevi diversas vezes: o PS é um partido cheio de comunistas envergonhados que perceberam que ali ficavam mais quentinhos.

  10. Fernando S

    Bem visto !!
    Mas gostava de perceber se, para o Carlos Guimarães Pinto, em matéria de regulação do mercado de trabalho, também não há diferenças entre o PàF e o PCP (partido que votou no Orçamento que o socialista Miguel Cabrita ontém defendeu no Parlamento) ?!….

  11. Ricardo Monteiro

    Acha Joaquim Amado Lopes? Parece-me mais uma carta de apresentação ao padrinho Ângelo Correia…(nota: acho que Passos Coelho é um azeiteiro.)

  12. Joao Bettencourt

    ” assim não pode despedir um colaborador numa unidade de produção que existe porque está a preencher um espaço de necessidade pública.
    Ao empresário a Sociedade concede-lhe o privilegio de explorar uma unidade produtiva em seu nome. ”

    O vírus xuxa, combinado com um El Nino extremamente forte este ano, parece ter um efeito particularmente nefasto nas cabeças dos socialistas.

  13. hustler

    Se isto for em frente ficamos a um passo de nos tornar a Venezuela da Europa. Não há muito tempo o Maduro ornitólogo legislou a proibição dos despedimentos.
    No dia em que isto acontecer as empresas trabalharão com o mínimo de gente possível, e as microempresas tenderão a ser 100% familiares. É ver o desemprego cavalgar por aí fora.

  14. 7anaz

    Caro ulster, engana-se, no dia em que isto acontecer, e sabendo eles da reacção esperada pelas empresas, já estará na cabeça da esquerdalha um decreto para obrigar as empresas a empregarem obrigatoriamente as pessoas por eles determinadas, com contratos sem prazo e com vencimentos igualmente determinados pela nomenklatura stalinista.

  15. Mais um post fantástico do manolocerebrodemerdia que continua a provar que o cérebro de um esquerdalho não é mais que uma fossa séptica onde, quais cagalhões metafóricos, só bóiam ideias sobre como roubar o mais possível a quem trabalha e produz riqueza… Os meus parabéns meu grande parasita!

  16. André Miguel

    Eu pago um bilhete de ida para Cuba ao Heredia para ir trabalhar 6 meses em Havana. O bilhete de volta compre com o fruto do seu trabalho no paraíso socialista. Depois conte como foi.

  17. algarvio

    Realmente esta medida vai incrementar exponencialmente o emprego.
    Prevejo de dentro de um ano vamos ter uma taxa de desemprego negativa

  18. Qual foi a parte do que eu escrevi que os meus amigos não compreenderem? Que não podem atear fogo nas vossas empresas, porque lhes apetece ou porque querem receber do seguro? Que as empresas são unidades incluídas no tecido social e que por isso têm a protecção do Estado quando há catástrofes naturais? Que podem desrespeitar as leis do trabalho que são quase iguais em toda a Europa desenvolvida?
    Os empresários a sério não ligam a pormenores tão miudinhos quanto a questão dos contratos blá blá. Recrutam pessoas através de empresas de recrutamento competentes e evitam 80% dos maus recrutamentos que ocorrem quando os chico-espertos de certos patrões se põem a exibir a sua autoridade fazendo entrevistas vergonhosas, que só servem para tirarem prazer da humilhação do entrevistado.
    Sei de um que perguntava à senhora entrevistada se tinha menstruações muito dolorosas! Outro perguntava a um jovem se pretendia ou não ser gasolineiro para o resto da vida!
    O Estado serve para proteger os cidadãos de muita coisa. Entre elas da prepotência dos filhos-da-puta.

  19. André Miguel

    Eu não preciso que o Estado me proteja dos filhos da puta. Bastava que não me obrigasse a pagar as ideias dos Heredias deste mundo, que os filhos da puta desapareciam como que por milagre.

  20. Joaquim Amado Lopes

    Ricardo Monteiro,
    Peço desculpa pelo meu erro. António Costa teve um percurso profissional tão vasto, variado e bem sucedido que não consigo destacar nenhum dos empregos que teve.
    Poderia ajudar-me e listar aqui os dois ou três mais importantes?

  21. Baptista da Silva

    “Que as empresas são unidades incluídas no tecido social e que por isso têm a protecção do Estado quando há catástrofes naturais?”, Oh Manolo, não faças seguro no privado e depois chora. Olha e se queres trollar vai para outro lado.

  22. Fernand Personne

    Cabrões, querem que eu trabalhe até à reforma sem parar uns tempos e sem mamar o subsídio de desemprego! Eu reclamo o meu direito ao desemprego.

  23. Fernand Personne

    “Isto não pode ser mera estupidez ou idiotice. Tem mesmo de ser psiquiátrico.”

    Vamos lá fazer uma petição para que o socialismo seja incluído na lista de Doenças Mentais e Psiquiátricas (DSM)?😉

  24. O único filho da puta que eu vejo aqui é o manolocerebrodemerdia que é um parasita que nunca fez nada na vida e que por isso só sabe mamar na teta de quem trabalha.

    Era acabar com estes mamões parasitas que os filhos da puta desapareciam como que por milagre.

  25. Fernando S

    Luís Lavoura : “Há sempre um período experimental de seis meses”

    O periodo experimental inicial de 6 meses pode não ser suficiente para uma adequada avaliação das suas caracteristicas e potencialidades.
    E, sobretudo, não garante que o empregador possa atempadamente dispensar o trabalhador por diferentes razões : volume de actividade insuficiente, função extinta, fraca produtividade, falta de dedicação e consciência profissioal, incompatibilidades e comportamentos contrários aos interêsses da empresa, etc, etc.
    De notar que a existência ou não de um risco de despedimento pode até ser determinante para que certas pessoas tenham ou não uma atitude profissional adequada aos interêsses da empresa : “quem não teme não deve !”

  26. Ricardo Monteiro

    Joaquim Amado Lopes, faz-me confusão ler pessoas inteligentes a subestimar alguém. Deixo-lhe só este pensamento: na noite das eleições houve um homem que já sabia que ia ser 1º ministro. Houve outro que só descobriu que não ia ser passado mais de uma semana… A ter de escolher prefiro sempre o mais inteligente.(concordando nós que têm currículos comparáveis e não que não têm rabos de palha escondidos.)

  27. Fernando S

    Ricardo Monteiro : “na noite das eleições houve um homem que já sabia que ia ser 1º ministro. Houve outro que só descobriu que não ia ser passado mais de uma semana…A ter de escolher prefiro sempre o mais inteligente.”

    Porque António Costa já tinha decidido antecipadamente que não iria respeitar o consenso tácito habitual na democracia portuguesa segundo o qual numa situação sem um partido com maioria absoluta para governar não se inviabilizaria a tomada de posse de um governo liderado pelo partido mais votado e o respectivo 1° orçamento (o PS foi o partido que mais beneficiou deste principio) e que iria aliar-se com a extrema-esquerda comunista para chegar ao poder apesar de ter perdido as eleições.
    Chama-lhe “inteligente” ?… Talvez !
    Mas também lhe chamo outras coisas bem menos elegantes !…
    A ter de escolher, mesmo abstraindo de percursos e programas, “prefiro” para governar o meu pais alguém de menos “inteligente” (em sentido maquiavélico ou de “chico espertismo”) mas mais fiável e moralmente digno !!

  28. Gaius Octavius

    “O Estado serve para proteger os cidadãos de muita coisa.”

    E quem protege os cidadãos do Estado?

  29. Joaquim Amado Lopes

    Ricardo Monteiro,
    Por outras palavras, não consegue indicar um único emprego que António Costa tenha tido. Estou desiludido porque tinha António Costa em muita consideração [ironia]. Quanto a si e pelo que escreve, não me parece que mereça qualquer consideração [sem ironia].

    E não confunda não ter princípios nem vergonha na cara e ser irresponsável com inteligência.
    Se insiste em o fazer, fico à espera da sua declaração de admiração por todos os que se tornam milionários à conta de usarem falhas nas Leis para defraudarem o Estado, empresas e particulares.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s