É impossível enchouriçar mais barretes em 1’22” do que Costa neste vídeo

Lá está o homem a aldrabar.

Logo a abrir:

  • «Nós diminuímos o IRS para 99,7% dos portugueses».

Falso: 52,6% dos portugueses está isento de IRS; portanto não pode ver o IRS diminuído, a menos que pague um imposto negativo.

  • «Mas compensamos, aumentando a tributação da banca para o fundo de resolução».

Falso: a reversão parcial da sobretaxa de IRS a que ele se refere representa uma perda de receita para o Orçamento do Estado de 430 milhões de euros; a contribuição adicional sobre o setor bancário para Fundo de Resolução representa um acréscimo de receita de 50 milhões; não tem nada a ver uma coisa com a outra; o que ele faz e não quantifica, e em alguma coisa há-de compensar o custo da reversão da sobretaxa, é atualizar os escalões de IRS a um taxa de 0,5%, inferior à inflação prevista, de 1,2%, donde resulta serem os contribuintes arrastados para escalões mais elevados por efeito deste diferencial, pagando mais imposto. Quanto? Gostaríamos de saber.

  • «Nós baixamos o IVA da restauração, mas em contrapartida aumentamos os impostos especiais sobre o consumo».

É em parte verdade, mas o argumento é, no mínimo, hilariante. A redução do IVA da restauração é essencialmente um benefício para os empresários do sector, que não se cansaram de reclamar a medida desde que o IVA da restauração passou à taxa normal; será repercutido nos preços? Segundo o presidente da associação do sector, não! Já os impostos especiais sobre o consumo (ISP, por exemplo) são pagos por todos, famílias e empresas. De modo que estamos perante um caso de muitos a pagar um benefício de poucos. E é em parte falso: a redução do IVA da restauração custa ao orçamento 175 milhões; os impostos especiais sobre o consumo trazem ao orçamento mais de 500 milhões. Compensa? Se compensa!

  • «Ou seja: nós queremos que não sejam sempre os mesmos a pagar. Queremos que o esforço seja distribuído com justiça e equidade».

Falso: são os mesmos a pagar. Embora não sejam os mesmo a beneficiar: os beneficiados deste orçamento são essencialmente os funcionários públicos, as famílias de rendimentos mais elevados e os donos de restaurantes. Equi-Quê?

26 thoughts on “É impossível enchouriçar mais barretes em 1’22” do que Costa neste vídeo

  1. Pedro Grangeio

    Já não há palavras para qualificar este canalha mentiroso. Parece um filme em câmara lenta, com todos nós a assistirmos ao país a cair no precipício, sem nada podermos fazer. Só a manha típica dos monhés consegue tal feito

  2. MP

    O grande lider da matilha de esquerda Bolchevique! O novo bancarroteiro do quadradinho a beira mar plantado… Espero que desta vez este povo(inho), aprenda de vez. Se não, tranquem a porta e deixem isto à mercê dos “fúncios” e das clientelas socialistas, talvez comam os amanhãs que cantam de supermercados vazios.

  3. Rick

    Tem a cobertura da imprensa corrupta, pode dizer o que quiser e o seu contrário.
    O que me causa urticária é ao fim de 42 anos a gaivota ainda andar por aí a voar na cabeça de metade do eleitorado.
    4 anos após a última bancarrota, o complexo político-jornalístico festeja a proximidade da da 5ª, acompanhada dos vídeos didáticos “Bancarrota para Totós” da autoria do Kosta.
    É obra!
    Antigamente parece que faziam intervalos mais longos:)

  4. Anticapitalista

    Ai que saudade eu tenho de ter saudades……
    É só pafistas bafientos….
    Mas têm que aguentar, porque eleições legislativas só daqui por 4 anos.
    Estavam habituados e habituadas aos do arco, mas o discernimento e inteligência de um velho operário metalúrgico, na passada noite de 04.10.2015, permitiram, felizmente, a quebra do dito cujo, recuperando a esperança à maioria das portuguesas e portugueses que não são pafistas, se bem que estas e estes tivessem ficado ressabiados e, como provam com estas miseráveis evacuações que por aqui vão deixando – as quais já fedem a merda – com os seus estômagos a não reagir bem ao XANAX, o que eu, pela insistência sistemática destas masturbações intelectualoides e evacuações descabeladas e desbocadas, já nem lamento!!!…..

  5. André Miguel

    Anticapitalista, já tou cansado de lhe perguntar, repito: o PC onde escreve é seu ou da cooperativa?

  6. tina

    “Falso: 52,6% dos portugueses está isento de IRS; portanto não pode ver o IRS diminuído, a menos que pague um imposto negativo.”

    Não há meio de saber de entre aqueles que pagam imposto, quais a percentagem que viu o seu IRS diminuído e quais as escalas? Pois, como já vimos, os que ganham mais são os que poupam mais e os que ganham menos poupam relativamente pouco.

  7. Revoltado

    Inacreditável o ar de brincalhão com que ele profere algumas destas mentiras. Ele sabe que está a dizer um monte de disparates mas sabe também que o faz num país onde se se repetir uma mentira muitas vezes ela acaba por se tornar verdade. E consegue fazes estas coisas sem qualquer pingo de vergonha ou decência. Meus caros, se o Sócrates é o mestre, este é foi excelente aprendiz.

  8. bintoito

    Com tal atraso já não vale a pena enviar para o parlamento nem fazer perder tempo ás pessoas. Mande destruir as missas gravadas e explique-se lá para a Páscoa. Sem para-sol.

  9. Crise e Dinheiro

    Eu realmente começo a pensar que andei a estudar tantos anos para nada…. Este tipo de “informações ao País” são no mínimo caricatas e parece, isso sim, que nos querem fazer de burros. Levem-nos de novo á falência, mas pelo menos tratem-nos como pessoas minimamente inteligentes. A subida do ISP sobre os combustíveis é de uma incompetência atroz. Como querem assim impulsionar o consumo se todos os produtos e serviços vão ficar necessariamente mais caros? E vir dizer que as empresas de transporte vão poder deduzir 120% do custo dos combustíveis … não é bestial…é de bestas mesmo!!! O problema é que a tesouraria mensal das empresas e dos particulares fica logo afectada (para não dizer outra coisa), e andar 1 ano e mais qualquer coisa para poder deduzir em IRC no caso de a empresa (de transportes) ter lucro é idiota! É a mesma coisa que dizer…” empresta-me aí 6 cêntimos por litro todos os dias, que daqui a +/- 1 ano eu pode ser que te devolva alguma coisa” …. Emprestavam este valor a um amigo ? Chega de idiotices e cretinices! Isto é de gente que realmente não sabe o que custa contar tostões diariamente para manter micro e pequenas empresas abertas e tentar por de comer em casa. Por mim, vou para S. bento ver se me dão sopa! Antes isso do que ter que aturar imbecilidade!

  10. Gabriel Órfão Gonçalves

    Acabei de falar ao telefone com o António Costa.

    «Então como é, Sr. Primeiro-Ministro? O IVA do papel higiénico vai manter-se nos 23%? Vão ser sempre os mesmo a pagar? Enquanto um bife no restaurante paga 13%? E uma revista paga 6%?»

    Ao que ele me respondeu:

    «Vamos a ver, Gabriel, vamos a ver… Isto está difícil. Que Deus me acuda se isto só lá for com um rectificativo!»

  11. Gabriel Órfão Gonçalves

    O que eu queria saber é se a barriga que ele tem cada vez maior é ou não resultado das jantaradas que a agiotagem internacional lhe tem pago a troco da implementação de políticas orçamentais contra os interesses nacionais e a favor dos agiotas. É que deixar subir as taxas de juro como estão a subir… se isto é do interesse pátrio vou ali e já venho!

  12. JP-A

    A minha televisão avariou novamente ou ele aparece na TV ainda mais branco do que nos cartazes da campanha eleitoral?

  13. JP-A


    Espetacular agora mesmo na SICN, o subdiretor(?) do Público a “explicar” se a carga fiscal aumentou ou baixou. A cara da entrevistadora diz tudo e percebe-se que ela também está a perceber perfeitamente o que toda a gente percebe que está a começar a acontecer em Portugal:-)

  14. joshua

    Nervoso, dicção horrenda, convicção zero — a diferença entre CrashCosta e SóCrash está mesmo na elevada pantomima convicta que o segundo perpetrava. O amadorismo de António Costa até dói.

  15. joao

    Para quem não percebeu o que está a acontecer… Chama-se campanha eleitoral meus caros. O PS já está nela. Prevejo pois eleições em 2017

  16. socorro

    Não sou apoiante do nosso atual PM ou do partido de onde ele provém (de igual modo devo admitir que não me posso considerar atacante dele ou apoiante da única alternativa de governo que existiu) mas choca-me de qualquer modo a desonestidade intelectual deste artigo. AC diz no vídeo que 99,7% dos portugueses ou está isento de pagar IRS ou pagará menos neste ano de 2016. Não vejo a necessidade de afirmarem que ele afirmou que ia diminuir o IRS a 99,7 dos portugueses. Se todas as cabeças pensantes deste país e todo o seu esforço fosse focado no que interessa ou naquilo que sabem e podem fazer, em vez destes diz-que-disse e destes clubismos/partidarismos/merdices, talvez não tivéssemos o país que hoje temos.

  17. Amilcar Gomes

    Adorava poder ter uma varinha de condão que pudesse enviar choques eléctricos dolorosos quando os Políticos desta natureza dissessem mentiras. Havia de ser hilariante ouvirmos constantemente gritos de dor por toda a parte.

  18. Henrique Oliveira

    «os beneficiados deste orçamento são essencialmente os funcionários públicos, as famílias de rendimentos mais elevados e os donos de restaurantes.»

    Quanto aos principais beneficiados serem os funcionários públicos e os donos dos restaurantes, é óbvio. Agora quanto a também o serem também as famílias de rendimentos mais elevados é que eu não tinha percebido,

Deixar uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s