António Costa mente com todos os dentes

Antes de mais recordo o que aqui escrevi a propósito da colecta do IRS

A azul temos a % cumulativa dos agregados familiares e a vermelho a % cumulativa da colecta de IRS. No eixo horizontal temos o limiar mínimo dos escalões de IRS. Pelos dados da “colecta média” já era gritante a brutal progressividade do imposto mas graficamente nota-se bem melhor. Como notava o nosso leitor Olympus Mons “Ou seja, 65% dos portugueses não paga IRS.90% todos juntos representam 30% das receitas.10% dos contribuintes português pagam os restantes 70%.Sendo que 5% dos contribuintes pagam quase 60%.”

IRSOE2014

Hoje no Porto, António Costa fez duas afirmações absolutamente espantosas:

“99,7% das famílias beneficiarão de eliminação total ou de uma redução muito significativa da sobretaxa do IRS” e “Com a dedução de 550 euros por criança, 80% das famílias passam a beneficiar da dedução que nós criámos neste #OE2016.”

Tendo em conta o que fica claro acerca dos agregados isentos de IRS parece-me que para António Costa a percentagem total de agregados andará entre os 150 e os 170%.

5 pensamentos sobre “António Costa mente com todos os dentes

  1. chipamanine

    O chamuca esta a procura dos “terrenos do aeroporto” para se safar como fez na CML. …e olhem que o espaço marítimo e muito grande e pode dar muito dinheiro a alienação da plataforma continental….vamos estar atentos a arauto e esclarecida vitorino

  2. Estes dados são totalmente falaciosos. 1) A grande maioria dos trabalhadores do setor privado com altos rendimentos, tirando os gestores do PSI-20, que daria muito nas vistas, está longe de declarar todos os seus rendimentos pessoais. Criam uma empresa de natureza pessoal, e pagam IRC, e colocam despesas como carro ou gasolina nas contas da empresa. Ou então recebem “por fora”. 2) Uma grande parte das pessoas que pagam o grosso do IRS nos salários mais altos, são altos quadros e funcionários públicos técnicos superiores, ou pensionistas. Recordo, que os funcionários públicos, também pagam IRS e a sua entidade patronal, o Estado, não lhes paga por fora.

  3. Pedro

    Os trabalhadores do estado “não pagam IRS”. Apenas devolvem ao estado o que os privados já pagaram de IRS. De fato, os trabalhadores do estado o que deveriam ter era um credito fiscal já que não produzem riqueza.

  4. Pingback: António Costa é provavelmente o PM mais impreperado de sempre | O Insurgente

  5. Não vou perder muito tempo a olhar para isto, mas à primeira vista o que isto me diz é que uma pequeníssima percentagem dos Portugueses é esmagadormente mais rica que do que todos os outros… E este titulo quem o escreveu afinal?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.