quanto nos custa (em aumentos de impostos e de preços) o sonho de Costa?

Parte do meu texto desta semana no Observador.

‘Claro que o argumento (se alargarmos o conceito bastante para lhe dar este epíteto) é ‘aumentamos só os impostos aos «ricos» e aos bancos’. À parte essa entidade mítica que são «os ricos» por cá equivaler à classe média alta, o leitor que comprar este argumento deve ganhar juízo. Como aumentar os impostos sobre o rendimento dos «ricos» não será suficiente – não se está mesmo a ver Centeno ter força dentro do governo para impor contenção orçamental? – os impostos sobre o consumo (chegaremos ao IVA) serão chamados à liça. Já está prometido aumento no imposto de selo sobre o crédito ao consumo, no imposto sobre combustíveis e sobre tabaco.

Agora pense bem: quem vai pagar este acréscimo de imposto de selo? Quem necessita de se endividar para adquirir um certo bem de consumo ou quem consome com o seu dinheiro corrente? E quem acha que gasta em IVA (ou ISP) maior percentagem do seu rendimento? Quem ganha pouco e gasta todo o seu rendimento em consumo (porque não consegue poupar) ou quem usa 40% do seu rendimento em consumo e o resto aplica em produtos financeiros? Pois é: os impostos ao consumo penalizam mais os menores rendimentos. E o aumento do preço de TODOS os produtos (transportes públicos lá no meio) à solta no mercado, induzido pelo aumento do ISP, também afetará só «os ricos»?

Mas não haja agravos: as clientelas partidárias do PS, PCP e BE vão ter os seus rendimentos aumentados, sustentados por estes maiores saques fiscais a quem vive desligado destes partidos e do estado. Nunca vi mais escancarada transferência de rendimentos de um grupo para outro. Orquestrada por um governo. Foi a isto que Friedrich Hayek chamou de ‘caminho para a servidão’. Graças ao PS, seremos escravos das clientelas da geringonça. Saravá, é o ‘tempo novo’.’

O texto todo está aqui.

7 thoughts on “quanto nos custa (em aumentos de impostos e de preços) o sonho de Costa?

  1. honi soit qui mal y pense

    quais ? ele tinha sonhos ?
    pensava que seriam pesadelos depois de ver as contas dos ultimos 6 anos , antes 2011

  2. JP-A

    Depois um sino com acusações de que a direita tinha cortes de 600 milhões escondidos e que badalava noite e dia em todos os canais, mais de 800 milhões de cedências e está tudo bem. Palavra dada, …

  3. macs

    Se se acha que quem anda de carro é “rico”, aposto que os “pobres” são os funcionários públicos com salários superiores a 1500€ (que viram os cortes repostos)!

  4. Maria João Marques

    ‘Estranho nunca se ter preocupado quanto nos custaram os sonhos do Passos…’
    Rinka, chego à conclusão que 1) não percebeu que PPC não teve de atropelar resultados eleitorais para ser primeiro ministro e 2) não sabe ler, porque fartei-me aqui de criticar os aumentos de impostos do governo de PPC. Não faço parte do grupo que acha que aumentos de impostos do ‘nosso’ lado são justificados e os do lado oposto são gravíssimos atentados.

  5. >Pois é: os impostos ao consumo penalizam mais os menores rendimentos.
    Falso, falso, falso! Chega três vezes? Há impostos ao consumo em alguns produtos. Produtos que ou poluem, são altamente prejudiciais à saúde ou que são na totalidade importados.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s