Leitura dominical

Qualquer coisa que não seja de esquerda, a crónica de Alberto Gonçalves no DN.

É um disparate achar-se que o governo só atende a ordens do PCP. E do Bloco de Esquerda. E dos sindicatos. E de economistas gregos. E de visionários bolivarianos. E de astrólogos devidamente habilitados. Ao que tudo indica, o governo também obedece a comentadores de futebol.

Veja-se o caso do popular Eduardo Barroso, o qual tem o poder de anular decisões do ministro da Saúde. Este havia feito determinados convites para a direcção de um hospital lisboeta. Por razões decerto imperiosas, as escolhas não agradaram ao dr. Barroso, pelo que, segundo os jornais, o ministro naturalmente voltou atrás e optou por nomes simpáticos ao fervoroso adepto do Sporting.

Daqui em diante, é de admitir que algumas decisões governamentais aguardem pelo aval de Rui Santos, daquele sujeito forte que gosta do Benfica e de dizer “Ó Sousa Martins!” e do rapaz do Porto que canta numa banda de tributo aos Pearl Jam. Desde que, escusado acrescentar, todos possuam competências técnicas reconhecidas, como uma relação de parentesco com Mário Soares ou assim.

A palavra final a Ana Catarina Mendes, senhora vista com assiduidade nas imediações de António Costa: “O PS mostrou em apenas um mês que é possível governar de forma diferente.” Se alguém conseguir desmentir tamanha evidência merece um lugar no Conselho de Ministros ou no Trio d”Ataque.

2 thoughts on “Leitura dominical

  1. ainda

    O novo hospital de Lisboa Oriental, Hospital de Todos os Santos, em Marvila é o tacho que o doutorzinho quer. Daí as suas manobras.

Deixar uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Alterar )

Connecting to %s