O Primeiro Teste ao Centeno, ao seu Excel e à Frente De Esquerda

Bruxelas contraria programa económico de Centeno:

“A Comissão Europeia considera que Portugal não tem margem suficiente para estimular a economia no curto prazo e, ao mesmo tempo, assegurar a sustentabilidade das contas públicas no médio e no longo prazo. É a primeira vez que Bruxelas se pronuncia oficialmente sobre os planos do novo governo português do Partido Socialista.”

Como é possível que a Comissão Europeia não perceba que é preciso virar a página da austeridade e que não ache que seja boa ideia aumentar a despesa para reduzir a dívida e o défice? Mas, mas… e o efeito multiplicador? Está visto que a Comissão Europeia se deixou subjugar pelo neo-liberalismo.

9 pensamentos sobre “O Primeiro Teste ao Centeno, ao seu Excel e à Frente De Esquerda

  1. João Lopes

    Não era preciso ser um génio para avinhar a opinião de Bruxelas. Só acreditou nesses bandidos quem quis. É caso para dizer: “No sh*t Sherlock!!!”

  2. JP-A

    O Centeno vai ser a acendalha e o Costa vai ser o bombeiro Calimero,
    Nós seremos o proprietário cuja casa ardeu.
    A Europa será o incendiário.
    A Merkel será a culpada.

  3. Miguel Alves

    Por acaso não estava nada a contar que a Europa fosse contra um programa que nos levou ao resgate… muito estranho mesmo.. parece má vontade.

  4. Joaquim Amado Lopes

    O problema da Comissão Europeia é que insiste em fazer as contas segundo as regras da Matemática que eram ensinadas na escola. Ainda não perceberam que “o povo português” votou numa Matemática “alternativa”.
    Em Portugal, a Matemática já não é uma ciência. O resultado das contas deixou de depender dos factores e passou a ser o que saia da “discussão aberta” entre quem “põe as pessoas primeiro” e quem “quer pôr as pernas dos banqueiros alemães a tremer”.

  5. Algarvio

    Realmente é verdade que a matemática em Portugal transformou-se em arte, basta ver os Artistas que temos cá a governar e a defender a matemática artística e cultural que temos.
    É pena é que o publico (BCE), não está a apreciar o espectáculo.

  6. o poema do “Estado ou o patrão anónimo

    o patrão anónimo
    o patrão dos javardos…
    da bíblia dos ecos,
    os seus cogumelos preferidos
    são as trans e os enis
    não gostam dos hospis
    e nem dos ensis
    é um patrão falhado
    é um patrão javardo
    ainda assim continua
    um patrão anónimo,
    gasta mais do
    que pode pagar,
    é um patrão falido,
    ainda assim continua
    um patrão…
    sem ser despedido
    se um dia acabar
    os javardos vão matar,
    os javardos não querem morrer
    ao patrão anónimo vão ocultar
    os bandidos, os forretas
    os grandes javardos…
    a todos eles são servidos
    ao patrão anónimo…
    matai o/ arruinai o/ destrui lo…
    nem um dia se sabe…
    o patrão anónimo nunca existiu,
    foi parido
    de um demónio

    carlos Ac liberal

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.