Nada

Sócrates Fala Estava a contar ver a entrevista de José Sócrates na TVI para depois a comentar. Mas como o “jornalista” não perguntou nada, e José Sócrates não disse nada, é complicado dizer o que quer que seja.

16 pensamentos sobre “Nada

  1. Andre

    Em Portugal prender uma pessoa só porque sim, sem acusações , sem ter havido um crime , sem ter sido provado algum crime, parece normal…sim “nada” de especial…

  2. Revoltado

    O engraçado é em Portugal haver um processo com nada de especial mas com 59 tomos com “cerca de 3000 páginas cada”. Os nossos agentes da justiça são sem dúvida muito criativos.

  3. Charlie

    O Andre também deve achar que não há “nada de especial” a propósito do presidiário de Évora ter um amigo que lhe dava dinheiro (versão dele) para financiar a vida que levava e muito acima daquilo que eram os rendimentos dele. Mas para gente como o André, até aposto que mesmo se o presidiário de Évora lhe roubasse a carteira na presença de um representante do governo civil e o acto fosse gravado por cameras de vigilância, ia continuar a merecer a presunção de inocência.

    Só vi uma parte da ‘entrevista’ mas desconfio que o boneco a quem o presidiário raramente passava a palavra, não se deve ter desviado por uns segundos que fosse do guião previamente combinado para lhe perguntar qual era a fonte dos rendimentos para sustentar a vida faustosa que manteve.

  4. chipamanine

    alguém me elucida como é que uma pessoa que foi ex-primeiro ministro utiliza com expediente receber dinheiro em cartuchos por intermédio de um suposto motorista e não estamos a falar de trocos. TRAFULHAS e nem necessito de ver qualquer interludio propangandistico.

  5. bintoito

    Vi sim senhor e fiquei baralhado na troca de papeis com o filósofo a conduzir a carroça e o jornalista pendurado nos taipais á boleia. Sócrates um nabo básico, e um perguntador uns furos ainda mais abaixo. Quando o homem diz que num concurso era logo escolhido o preço mais baixo, o senhor jornalista não soube perguntar se esse era o único critério? Então a relação preço qualidade não interessa para nada? E ainda o histórico de obra feita e garantia de bom cumprimento bem como o sopro de ouvido para oferta de preço baixo a pensar na mama de trabalhos a mais a faturar com o desenvolvimento da obra? E nos tais consórcios onde o grupo do amigo era alegadamente minoritário não havia influências do velho conhecido das notas por cargos ou ligações a esses parceiros? Vão-se catar!

  6. O circo mediático de Sócrates – ameaçador, vingativo, nervoso – chegou finalmente à Televisão Generalista, pela mão da completamente domesticada TVi, em horário nobre.
    Desta vez Sócrates de Sousa ameaça directamente a Procuradora Geral da República, Joana Marques Vidal, e um dos Procuradores (o Paulo…) que investiga os crimes fiscais e de corrupção; põe os ‘nomes aos bois’ e toca ‘ao de leve’ na questão solidariedade-costa dizendo “que tudo está resolvido” (ele decide ainda quando ‘está tudo bem’…).
    Alega ser a eterna vítima da tal campanha “de denegrimento” e diz que a Justiça funciona mal, que é injusta e que o ODEIA pessoalmente. Efectivamente, Sócrates sofre a incompetência e os atrasos da Justiça tal como todos; a ele custa-lhe mais por ser “ele” (que é Belo e muito trabalhador); mas afectam e afectaram desde sempre também o Jaquim que, tal como o Erário Público, é pobre. Obviamente que Sócrates se está nas tintas pró Jaquim.
    E a sua pobre família foi “aterrorizada”. Enfim uma farsa enfadonha e nojenta de induzir náuseas.
    Como Sócrates passou ao contra-ataque agora já não há amnésias nem esquecimentos – tendo aparecido bem ensinado pelos advogados com “números e factos” na ponta da língua; precipitado e maligno como é, Sócrates começou a “provar” na TV aquilo que não podem exigir-lhe em julgamento: que prove a sua inocência. Que é como quem diz: “Mas quais provas, meu Deus ! Vocês não podem ter nada contra mim porque eu destrui todas as provas !!! Malditos ! Deixem-me !!!! ”
    O mais nojento de tudo, acabou por ser o papel de ‘criado mudo’ de José Alberto Carvalho e a cobertura jurídica dada por advogados (contratados por alguém) comentando a entrevista, na TVi24: repelente e assustador.

  7. JP-A

    Portugal está tomado por uma máfia comentadeira do género sem vergonha que anda a tentar, pelo cansaço, convencer o país da ilegalidade de uma não acusação formal com que nunca se preocupam quando desatam a fazer insinuações sobre o envolvimento de outras figuras públicas, que em alguns casos começaram há anos e se repetem ciclicamente. As TVs tratam de levar à antena os crónicos defensores do homem que rasteja na sarjeta imunda. A única coisa que os assusta é que alguém escreva “putedo”. Aí sim, cai o Carmo e a Trindade.

    E venham lá as famosas imagens do homem a ser detido no aeroporto, que nós queremos ver.

  8. JP-A

    Quando em Portugal aparecer um tipo fora do baralho, como o Rui Rio, que aos 30 dias de governação já tenha um projeto sem palha e não tocado pelos sabichões mafiosos da nossa praça sobre “delação premiada”, as denúncias dos casos de corrupção que estão à frente de toda a gente no setor público resolvidos em tempo record e de maneira simplificada vão ser aos milhares. O que agora temos é o contrário – a máfia do silêncio do medo.

  9. Rui Morgado

    Efectivamente…Jose Alberto Carvalho na parte que passou hoje foi um mero figurante na peça em que o actor principal foi JS….triste trabalho jornalistico…

  10. Helder

    Impressionante o estado da justiça em Portugal, tantas injustiças para com um homem… que foi PM 6 anos e nao fez nada para alterar o sistema judicial portugues. Coitadinho nao sabia que o MP tratava assim os cidadaos, isto foi dito por um homem com enormes responsabilidades. Se calhar era boa ideia que todos os politicos e deputados na AR sofressem assim umas injustiças para ver se comecam a mudar de atitute

  11. Um dirigente político dum país do sul apanhado em coisas suspeitas e que se safa depois duma pequena passagem pela cadeia.

    Uma novidade total. O que vamos ver a seguir ? Inflação na América do sul ? Presos políticos em Cuba ? Areia no Sahara ?

  12. José António da Costa Queda

    José Alberto Carvalho foi apelidado de “bluff” e ontem ficou provado que a afirmação é muito correcta! Pois, além de não se saber impor como entrevistador/condutor único de uma VERDADEIRA ENTREVISTA, limitou-se a ser conduzido porque o PS é governinho!

  13. Quem gostava de ter amigos como o 44??? Os tipos que são honestos!!!! kakakakakakaka e ainda dizem que o tipo é inocente…o meu avô que era um tipo porreiro e nunca teve amigos assim.

  14. Pingback: Nada III | O Insurgente

  15. Victor

    Ultima Hora José Socrates Ofereceu-se para ir ao Programa da TVI a Tarde é Sua submeter-se À Máquina da Verdade.
    acreditem se quiserem.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.