As caras de Costa

O meu texto de ontem no Observador.

‘Há dias, numa feira de arte em Miami Beach, uma senhora esfaqueou outra no pescoço com um x-ato. O sangramento foi abundante. Pouco tempo depois veio a polícia, que colocou umas fitas CSI no local e levou a criminosa para a esquadra e a vítima para o hospital. Durante tudo isto, a maioria dos outros visitantes do evento, em vez de ajudarem a vítima, observaram deleitados a cena e tiraram fotografias.

Não, não se tratou de uma exibição de frieza perante o sofrimento alheio, ai onde vai parar a humanidade e o que mais. Afinal era uma exposição de arte e os visitantes pensaram estar a ver uma encenação teatral, com duas atrizes e sangue falso. E quando veio a polícia limitar o local, viram-no como a preparação de uma instalação artística em frente ao stand N29. Um outro visitante da feira, vendo a vítima a ser transportada em cadeira de rodas assumiu que uma escultura lhe tinha caído em cima. Mesmo no frenético mundo americano, mesmo na cool e trendy Miami Beach (local de culto para os amantes de arquitetura art deco – como eu) o esfaqueamento de alguém é algo improvável que, podendo, ninguém leva a sério.

Conto esta história para ilustrar a minha reação à entrevista de António Costa – e mulher e ‘pintainhos’ – à Caras. Quando a capa da revista apareceu no facebook, ri imenso, pus uns tantos likes e nem por um segundo me ocorreu que não fosse uma montagem a fazer pouco, pela enésima vez (é um político que convida a isso, convenhamos, desde logo pela importância pomposa que se dá a si próprio), de António Costa. Depois vi pessoas a reagir a uma primeira entrevista de um primeiro-ministro a uma revista cor-de-rosa e questionei-me. Mas só quando li a notícia do Observador percebi que sim, que António Costa – e mulher e ‘pintainhos’ – mal se viu como primeiro-ministro foi a correr dar uma entrevista intimista a uma revista de coração. Aí, a minha reação no facebook foi o comentário (vou abreviar para não ofender almas sensíveis) OMFG.’

O resto está aqui.

3 thoughts on “As caras de Costa

  1. Costa

    A fúria dos adeptos do miserável AO90 é tal que nem uma marca registada respeitam. É X-Acto, minha senhora. Muita pena que lhes cause, a sanha estupificadora de Malaca Casteleiro e associados ainda não vai tão longe.

    Costa

  2. chipamanine

    Varoufakis oriental só lhe falta o Burberrys e o piano porque de resto é farinha do mesmo saco…..vai nos sair tão caro até dói

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s