Enquanto houver gueto, a Hasna levará a bomba

Hasna num momento descontraído. Imagem de Simob Aston/Mail Online
Hasna num momento descontraído. Imagem de Simob Aston/Mail Online

Hasna Ait Boulahcen, gosta de banhos de imersão. Rapariga extrovertida, curte álcool e cigarradas. Não dispensa a companhia da rapaziada e de chapéus à cowboy. Só pode ser uma vítima do gueto, coitada. 

36 pensamentos sobre “Enquanto houver gueto, a Hasna levará a bomba

  1. O gueto é um flagelo. Enquanto houver gueto existirá exclusão. Enquanto houver exclusão existirá gueto. O bombista é fruto do gueto e da exclusão. E duma sociedade xenófoba, racista e islamófoba. Uma sociedade que não dialoga com o gueto. Só quando o gueto tiver pianistas á porta tocando o Imagine é que poderá melhorar. Porque o gueto tem armas mas nós temos flores. O gueto também queria ter flores mas nós não lhas demos. Por isso tem armas. O jovem do gueto que vandaliza o canteiro com flores apenas exprime a revolta contra a sociedade racista que o exclui e obriga a pegar em armas para mostrar que o gueto quer amor. O grito do jovem do gueto é um grito de amor.

  2. ” Kiss the Devil was the title of the song being played on the stage at the Bataclan when the terrorists began their massacre”

    PS:- De Mattei: “A false battle against Islam”

  3. lucklucky

    Perguntas que ninguém faz:

    -Porque é que 3 terroristas conseguiram atingir mais de 200 pessoas e ninguém conseguiu sequer apanhar um.

    -Porque é que o jornalistas não mostram fotos do massacre mas mostram fotos da criança refugiada que se afogou?

  4. Sem Norte

    É preciso distinguir os muçulmanos fundamentalistas, dos muçulmanos moderados, mesmo que cada vez mais os terroristas sejam filhos dos muçulmanos moderados.

  5. Dervich

    “-Porque é que 3 terroristas conseguiram atingir mais de 200 pessoas e ninguém conseguiu sequer apanhar um.”

    Bem, porque eles explodem sozinhos por tudo e por nada e, os que não fazem isso, têm o bucho cheio de drogas e avançam em direcção às balas contrárias quando a sua munição se acaba. Pelo menos é o que consta…
    De qualquer forma, não percebi o alcance das perguntas.

    “É preciso distinguir os muçulmanos fundamentalistas, dos muçulmanos moderados”

    Pois, só que isso vai ser cada vez mais difícil, e esse é o principal objectivo destes desalmados:
    Estas acções procuram fazer com que os ocidentais segreguem cada vez mais esse muçulmanos moderados para que estes, por sua vez, se tornem cada vez mais radicais…

    Mas o que também é verdade é que toda a comunidade muçulmana moderada deveria estar na linha da frente para condenar e prevenir estas acções e estes grupos, mas não é isso que se vê (ou vê-se muito pouco), porque, infelizmente, estes indivíduos ainda não vêem a religião de forma secular, mas antes como algo ainda central nas suas vidas e, de algum modo, aquelas bestas como “irmãos” da mesma tribo que apenas exageram nas suas convicções.

  6. “porque, infelizmente, estes indivíduos ainda não vêem a religião de forma secular, mas antes como algo ainda central nas suas vidas”

    Você claramente não conhece minimamente a cultura destes povos ou nunca leu o Alcorão se acha que a religião muçulmana se pode equiparar com outras…Eu vivi na Argélia meio ano por questões profissionais num país dito “tolerante” onde a Sharia não impera e posso-lhe dizer que a religião muçulmana tem como livro religioso algo com pretensões que nenhum outro tem: substituir o código civil pela Sharia com pretensões políticas…

    Pois como podemos nós aspirar a uma integração europeia por parte de povos com culturas e tradições completamente contraditórios dos nossos que chocam com a nossa liberdade?

  7. Georgina Santos Monteiro

    Vamos lá aumentar o nível de qualidade.

    a.
    Quem afirma existir uma ideologia muçulmana moderada e outra extrema, não sabe do que fala. Não o consegue provar. A verdade é que, uns muçulmanos lutam com palavras e (!) mentiras (ver o falso livrinho deles, está lá escrito) e os outros fazem o trabalho porco.

    b.
    Os muçulmanos andam a aparecer por aí, porque a nossa sociedade está podre e decadente (ver o que fazem às nossas crianças, o BE e as drogas, as perversidades). Et cetera.

    c.
    Mas pior do que tudo isso, é o inimigo da esquerda fascista, já não se contentar em fazer mal, por ele próprio, mas querer obrigar os outros a seguir o exemplo. A impor o fascismo da esquerda a todo o país.

    d.
    Na Catalunha dizem existir 80 mezquistas “salafistas”, do pior do pior. 30 e tal elementos desses “amantes da paz” andam a treinar na Síria e a matar a eito. O mesmo jornal de qualidade espanhol afirma, que conseguiram frustrar um atentado, sem entrar em mais pormenores.

    Ao mesmo tempo, o Qatar (ou um país de aí perto) está em negociações muito avançadas, para poder construir uma mezquita numa das melhores zonas de BARCELONA, para mais ou à volta de quarenta mil (40.000) pessoas, que odeiam a cultura CRISTÃ!!!! Tudo o que a Europa hoje é, deve à cultura CRISTÃ.

    Quem é que odeia a mesma? A esquerda fascista!! Essa mesma esquerda fascista quer separar-se de Espanha, e está a levar o processo para a frente.

    O ateu e o muçulmano, trabalham de mão em mão, para destruir esta Europa. Provas sem fim.

    e.
    Tsipras, um ateu, arranjou 900.000 euros para uma mezquita em Atenas. E aqui, os mesmos filhos da puta, arranjaram três milhões para uma em Lisboa!!

    f.
    E os muçulmano trabalha com o ateu em conjunto, mas quando alcançar um certo nível, espeta-lhe a faca nas costas e toma o domínio. Não haja qualquer dúvida.

    A escravidão está para vir. De um ou outro modo.

    g.
    Só a Rússia é que dizem, conseguiu abater cerca de quinhentos (500) camiões, nos últimos dias, que transportavam petróleo para a Turquia e outro lado, e que davam muito dinheiro aos fascistas muçulmanos, que odeiam os valores ATEUS, de uma forma brutal.

    O Obama, esse falso ser humano e cobarde, que também odeia os valores mais augustos, vistos por encima desta bela terra, nunca mexeu um dedo, e ele sabe muito bem, o que por lá se passa. Ele dispõe de todas as informções necessárias. E nada faz, nada quer fazer. Porquê? Pela mesma razão que o Lacão, esse falso e incompetente jogador, não quis comemorar o 25 de Novembro.

  8. jo

    Não parece ser uma militante do fundamentalismo islâmico, visto não parecer ser fundamentalista.

    Por isso a ideia de fechar fronteiras e bombardear o Médio Oriente para deter essas pessoas não tem pés nem cabeça. Elas são um produto do Ocidente.

  9. Georgina Santos Monteiro

    @ l87p (às 11:11),

    o papel do Centeno (governo sombra) continua a ser lixo. Ele não é nenhum economista bom. Preocupe-se com esse nível, e depois o seu irá subir automáticamente. 😉

    Como regra de ouro.

    Eu ganhei. E você não quis verificar as falsas afirmações dele. Se V. Exa soubesse como aquele camelo trabalha, os métodos atrasados que ele quer usar, porque ele não quer aprender nada, soberba de caviar, para enganar Paulo e Paula, V. Exa teria nojo dele.

  10. Dervich

    Oh i87p,

    O que eu disse foi ” estes indivíduos ainda NÃO vêem a religião de forma secular”, por isso, é natural que tenham pretensões a “substituir o código civil pela Sharia”, certo?…

    Não seja também você intolerante com quem até pode estar de acordo consigo:
    Na base da intolerância está a falta de disponibilidade para ouvir a outra parte e você leu a correr o meu comment, ou então, leu-o com uma ideia pré-concebida…

  11. Georgina Santos Monteiro

    @ jo (às 11:24)

    Citação:
    “[…] Elas são um produto do Ocidente.”

    Isso é uma mentira. Você, como esquerdista f., podia explicar-se melhor por favor? 🙂

    Só os inimigos da pátria é que não querem fechar as fronteiras.
    Quem desde o primeiro dia, anda a matar, é o muçulmano.

    A ciência o prova.

  12. Georgina eu gosto de debater ideias e nem vou enveredar por uma discussão pessoal num blog desta índole… Agora, eu acho que você faz campanha na “praça” errada e num tom que roça à falta de respeito pelo próximo e à falta de ética cívica para pensamentos que diferem do seu… Perde a postura e a razão…Se está feliz por ter ganho o quer que seja desejo-lhe as maiores felicidades na esperança que se torne mais racional na forma como expõe o que pensa…

    Dervich, eu sou a favor do ser humano e não me considero intolerante de todo…Mas a cultura de um povo é o que lhe confere unicidade e identidade. E acho que a História nos mostra que existem culturas que para serem livres em determinado “universo” acabam por abolir de forma automática outras…

    Uma vez falava eu com um “muçulmano moderado” na Argélia (como vocês lhes chamam) e perguntava-lhe eu por que razão não se podiam construir igrejas católicas na Argélia se existem mesquitas na Europa. Sabe qual foi a resposta? Que a nossa cultura/tradição/religião é fraca e que na religião muçulmana existia a esperança que um dia quem não acredita em Alá se convertesse depois de entrar em mesquitas…Eles confundem tolerância com fraqueza…O “background” deles, por muito que muitos não queiram fazer atentados, acaba por ser incompatível com o nosso…

  13. Georgina Santos Monteiro

    @ V. Exa achou coisa mais errada, l87p (às 11:44). Anda muito enganado, e algo não pode estar certo, consigo. Querer ser mais santo que os santos. Impossível.

    O que e aqui está em causa é um Centeno sem escrúpulos, sem qualquer competência. Que anda em guerra com os outros, e a danificar muita coisa. O Centeno não tem ideias nenhumas, ele só quere enganar, mais nada.

    Quem nem sequer postura pode ter, é V. Exa. A ridicularizar e a defender um tonto. Falando do raciocínio, outra curva, que leva ao abismo. V. Exa perverte qualquer discussão racional. Para uma coisa ser racional, não basta você falar dela e reclamar essa para si. LONGE DISSO. É praticar a mesma. Você não sabe o que é racional.

    A única arma é a verdade. Por isso, estou muito à vontade. A verdade é coisa mais racional, que existe e invencível.

    Eu não gosto e odeio, como esta esquerda fascista quer tratar este país e os outros. Ninguém me vai impor as regras dos atrasados mentais. A esquerda fascista deve ser proibida, e só depois é que podemos conversar. Provas sem fim, que qualquer leitura da esquerda leva ao abismo e à morte, essa planta do ateísmo, esse veneno. Um crime, o que andam a fazer com o nosso país. E ainda a convidar os anjos da morte muçulmanso para o nosso país. Muito racional, a perversidade.

    Entretanto, use o seu raciocínio para verificar todas as afirmações do Centeno, no tal dito papel. E depois conversamos. Porque é que não o faz?

    E se o resultado, não lhe convier, não dê as culpas à falta de racionalidade.

    Se quiser ter respeito e dignidade e estimação e ser racional, tudo valores cristão e não ateus, deixe de ser ateu, querido. Qualquer liberalismo não acente em valores cristão não terá sucesso.

    Muito obrigado.

    Quem perdeu postura e razão nunca teve, foi V. Exa.

    Só a verdade tem autoridade. A esquerda que se lixe, e quem guerra quis, guerra terá. Os tempos para conversas inúteis acabaram-se. A esquerda nunca quis conversa honesta, ela só a usou, para oprimir e infiltrar o sistema e depois fazer chantagem aos outros.

    A sua única salvação é dizer afirmçaões correctas. O que não conseguiu até agora. O futuro verá.

  14. Georgina Santos Monteiro

    @ Eles confundem a tolerância do ateu, do ateu, com fraqueza, e eles têm razão, l87p (às 11:44). Veja, olhe, por toda a Europa fora. Eles estão a conquistar terreno. Não é pelo facto da ideologia muçulmana ser forte. Nada disso. Longe disso. Aquela ideologia é a coisa mais atrasada e maldita. Um deus sem poder, um deus, que os ateus pintaram no céu, na sua imaginação.

    Mas, caro l87p, o muçulmano, só tem hipótese de aparecer no palco da história, quando Europa está fraca. E quem é que enfraqueceu Europa? Hhm?

    Não foram os católicos. Nem pensar.

    Foram os Lacãos (ou Lacões), da esquerda f. e ateu, esses que não querem festejar o 25 de Novembro. Os inimigos da pátria.

    O resultado é este. Aqueles que enfraqueceram a ideologia católica, vão colher a morte muçulmana. Sempre.

    Quem governa em Europa, é o ateísmo, os maçónicos. Eles dizem que tudo será bolos, festa e alegria e paz. Então, porque é que o muçulmano estraga sempre o jogo ao perverso?

  15. Olhe Georgina a “nossa história” começa e acaba nesta frase:

    “These results point to a detrimental effect of minimum wage increases for employment stability of low-wage workers, with only minor gains in terms of wages.”

    Isto é ECONOMIA Georgina. Isto não é ateísmo, isto não é governo sombra, por mim até podia ter sido escrito pelo Hitler/Estaline (personalidades que abomino) ou pelo Ghandi ou pelo Papa João Paulo II que eu continuava a concordar. Mas a Georgina vai-me dizer em que parte é que não concorda e o porquê de discordar que um aumento do salário mínimo traz mais prejuízo ao trabalhador e aumenta a precariedade. A sério..Era só isso que eu gostava…

    Mas a argumentação da Georgina resume-se a coisas destas.

    “Anda muito enganado, e algo não pode estar certo, consigo.”
    “O que e aqui está em causa é um Centeno sem escrúpulos, sem qualquer competência. Que anda em guerra com os outros, e a danificar muita coisa. O Centeno não tem ideias nenhumas, ele só quere enganar, mais nada.”
    (Já lhe disse que é o Ad Hominem não já? Pois…)
    “Se quiser ter respeito e dignidade e estimação e ser racional, tudo valores cristão e não ateus, deixe de ser ateu, querido. Qualquer liberalismo não acente em valores cristão não terá sucesso.”

    Diz-se aSSente que vem do verbo assentar…E você confunde valores cristãos com aversão ideológica oposta à sua…Os valores em que assenta o Cristianismo estão patentes em pessoas que podem não acreditar em Deus na forma como você acredita mas acho que isso já é ter esperança em demasia no bom senso (que parece cessar).

    “Só a verdade tem autoridade. A esquerda que se lixe, e quem guerra quis, guerra terá. Os tempos para conversas inúteis acabaram-se. A esquerda nunca quis conversa honesta, ela só a usou, para oprimir e infiltrar o sistema e depois fazer chantagem aos outros.”

    Eu não sei se se sabe mas você confunde esquerda/direita com correntes económicas quotidianamente. Ainda assim não compreendo o que a fez concluir, apenas pelo simples facto de eu concordar com uma afirmação sobre economia, os meus valores, as minhas ideologias e as correntes económicas que defendo…

  16. Georgina Santos Monteiro

    @ l87p (às 12:30),

    a.
    a sua dita citação, isso não é economia, isso é um desastre.

    b.
    Qual foi o problema que quis resolver? Não foi defender um nabo, o Centeno? É um direito universal chamar a um burro da esquerda burro. Isto não pode ofender.

    c.
    Qual é o problema que deseja resolver? Não é V. Exa que usa o argumentum ad hominem, contra mim? Que começou com isso?

    d.
    Se V. Exa usar valores, que assentam na ideologia cristã, você é cristão. Ponto final. O resto é aldrabice. Para quê usar uma etiqueta falsa? Os crimes do ateísmo são gravissimos.

  17. lucklucky

    “Bem, porque eles explodem sozinhos por tudo e por nada e, os que não fazem isso, têm o bucho cheio de drogas e avançam em direcção às balas contrárias quando a sua munição se acaba. Pelo menos é o que consta…”

    3 contra mais de 200. Para si não há nada de estranho numa cultura que nem numa emergência consegue reagir.
    E não acha nada estranho que essa pergunta nem sequer apareça.

    Tal como não acha estranho que os cartoonistas do Charlie Hebdo não tivessem armas para se defender.

    Quanto à censura do jornalismo sobre a imagem de Bataclan e a falta de censura sobre a imagem da criança é para ver se finalmente percebem que o jornalismo não existe.
    É Política.

    E deixo-lhe mais outra para pensar:

    Milhares de Muçulmanos Franceses saíram ás ruas para protestar Gaza. Um território que se dedica a lançar rockets sobre o vizinho e que defende a destruição desse vizinho.

    Quantos milhares de Muçulmanos Franceses saíram às ruas para protestar a morte de Franceses nestes ataques?

  18. Georgina Santos Monteiro

    @ l87p (às 12:30),

    a Catarina Martins é muito educada, quando aparece na tv, pelo menos, e só de aí é que a conheço. E ela debate as ideais dela, de uma maneira racional. Não é? Mas ela não muda um mílimetro. Porquê, caro l87p?

    Ou o Jerónimo Ditador do PCP. Esse, sempre educado, na tv. E ele, debate ideias, não é?

    A Catarina diz que a lua é triangular. O Jerónimo diz que a lua é quadrada. Tudo muito educado, na tv.

    E eu que digo, que a lua é como ela é, redonda, eu não sei debater ideias, discutir? De uma maneira “racional”?

    Está linda, está.

    Um facto inegável é, esta esquerda usou a bondade (cristã) do povo português, para enganar o povo, levar o país a bancarrota. E tipos do tipo do Centeno, que andam com a etiqueta de “economista” por aí, mas nada de economia real percebe, ou não que chegue, para ser um putativo e bom ministro das finanças, mereciam umas bofetadas, para lembar a ele, o óbvio.

    Foi a esquerda que levou o país à bancarrota. Os cofres estão vazios.

    A mentira é do domínio da esquerda fascista. E não dos bondosos portugueses. Ponot final.

    Eles andam já dese ante de 1974 em guerra contra nós. Acabaram-se as festas perversas da esquerda.

    Faltava-lhe afirmar, que a Catarina é uma economista de categoria e o Louçã a dar-lhe ordens e insinuações por detrás do palco, talvez. Nem o Louçã é economista, esse desgraçado. Ele diz o ser. Mas a realiade desconfirma. Um papel, uma etiqueta nada prova. Vacuidades.

  19. tina

    “Mas, caro l87p, o muçulmano, só tem hipótese de aparecer no palco da história, quando Europa está fraca. E quem é que enfraqueceu Europa? Hhm?

    Não foram os católicos. Nem pensar.

    Foram os Lacãos (ou Lacões), da esquerda f. e ateu, esses que não querem festejar o 25 de Novembro. Os inimigos da pátria.”

    Uma verdade aterradora. A Georgina tem toda a razão. É uma União Europeia de esquerda e politicamente correta que enfraquece a Europa. Uma UE destas favorece e facilmente sucumbirá à vaga muçulmana. Agora tentam arrepiar caminho, com mais controlo das fronteiras e refugiados, mas até agora Juncker e Merckel só pediam para recebermos mais e mais refugiados. E depois há também o financiamento dado a causas, como a Palestina, que só serve para comprar armas e combater Israel, os valores ocidentais. Etc, etc,

  20. Dervich

    Lucky,

    “3 contra mais de 200”.

    Sim, mas nenhum desses 200 estava disposto a arriscar a vida “só” para capturar com vida um (ou mais) alucinado(s), barricado(s), armadilhado(s), armado(s), etc…e eu não os censuro por isso.

    “Tal como não acha estranho que os cartoonistas do Charlie Hebdo não tivessem armas para se defender.”

    Não acho estranho não, deveria achar? Parece que alguns tinham guarda-costas, para além disso, não creio que eles soubessem/quisessem usar nada mais do que aquilo que sempre usaram – um lápis…

    “Quantos milhares de Muçulmanos Franceses saíram às ruas para protestar a morte de Franceses nestes ataques?”

    Não me pergunte a mim, não leu o último parágrafo do meu comment das 10.26h?

    i87p,

    Não quererem que se construam igrejas nos países deles não chega para considerá-los “radicais” – “radicais” serão os que destroem as igrejas e perseguem e matam cristãos (e outros) em territórios deles mas nos quais a presença cristã se encontrava pacificamente solidificada há séculos, como fazem estes sub-produtos orgânicos.

    Contudo, como isso (ainda) não se passa na esmagadora maioria do território muçulmano, penso que concordará comigo quando falo em “muçulmanos moderados”, quanto mais não seja para os distinguir daqueles outros.
    Agora que o “background” deles é absolutamente diferente do “nosso” parece-me evidente e nisso concordo consigo. Se é incompatível não sei, eu pessoalmente gostava que não fosse.

    Mas não percebo ao que você se refere quando diz “como vocês lhes chamam”…”Vocês” quem? Em qual grupo/tribo é que é suposto eu estar integrado?!…

    Você parte do princípio de que isto tem de ser um “Prós e Contras”?
    É estranho porque, com alguma amplitude de opiniões, parece-me (a partir do que você escreve) de que até estamos “do mesmo lado”.

  21. Georgina Santos Monteiro, pela última vez: repita 100 vezes isto na sua cabeça, eu não defendo pessoas, defendo ideias. Eu limitei-me a concordar com uma afirmação que podia ter sido escrita por qualquer pessoa…

    “a Catarina Martins é muito educada, quando aparece na tv, pelo menos, e só de aí é que a conheço. E ela debate as ideais dela, de uma maneira racional. ”

    Você mete no mesmo saco: educação, razão e validade de um argumento.

    Uma pessoa pode ser educada e dizer a maior parvoíce do mundo com validade de um silogismo.

    Ex:
    Todas as vacas são azuis.
    Todas as coisas azuis são ovelhas.
    Logo:
    Todas as vacas são ovelhas.

    Porém, apesar do silogismo ser válido parte de premissas totalmente falsas e erradas…

    E é isto que você não concebe…Não entende (ou por falta de capacidade intelectual ou por desonestidade intelectual mesmo, não importa…) que se pode dizer uma idiotice com educação ou sem ela…E começa a a falar da Catarina Martins e do Jerónimo para me contradizer numa afirmação de um artigo. Você não gosta do que diz no artigo mas até agora nunca contrapôs o que lá está sem ser pela opinião que tem da pessoa e não pela validade dos argumentos.

    O Centeno diz que 1+1=2.
    O Centeno defende o Costa que é de esquerda e é um imbecil porque toda a gente sabe que os de esquerda acham que a lua é triangular e quadrada.
    Portanto, 1+1=2 é falso.

    Bem sei, bem sei, 1+1=2 não é o que o Centeno diz mas foi só para demonstrar o teor de argumentação que você usa.

    É esta a sua lógica….E olhe, para quem apregoa tanto os valores cristãos, o respeito pelo próximo passou-lhe ao lado não passou? Ou é respeito selectivo? Só para quem tem uma opinião concordante com a sua é?

    “d.
    Se V. Exa usar valores, que assentam na ideologia cristã, você é cristão. Ponto final. O resto é aldrabice. Para quê usar uma etiqueta falsa? Os crimes do ateísmo são gravissimos.”

    Ou seja, se alguém ateu tiver respeito pelo próximo ou for tolerante com escolhas dele (valores cristãos) passa de imediato a ser cristão? (…)

    Honestamente, tanto me faz se percebeu ou não…Eu tentei….
    Apesar de eu não ser ateu, deixo-a com uma frase de um que eu devia ter interiorizado em vez de lhe responder mas pronto (tenho educação cristã que se há-de fazer?):

    ‘Never argue with an idiot. They will only bring you down to their level and beat you with experience.’

  22. “i87p,

    Não quererem que se construam igrejas nos países deles não chega para considerá-los “radicais” – “radicais” serão os que destroem as igrejas e perseguem e matam cristãos (e outros) em territórios deles mas nos quais a presença cristã se encontrava pacificamente solidificada há séculos, como fazem estes sub-produtos orgânicos.”

    Não chega mas dá para percepcionar que até os mais moderados não se inibem de achar que têm direito a construir mesquitas no nosso território (completamente desprovido de cultura muçulmana) e nós não temos esse direito e isso (aliado à intolerância deles e ao seguimento do perigoso Alcorão) abre um precedente perigosíssimo…

    “Contudo, como isso (ainda) não se passa na esmagadora maioria do território muçulmano, penso que concordará comigo quando falo em “muçulmanos moderados”, quanto mais não seja para os distinguir daqueles outros.”

    O problema é que a religião muçulmana não é moderada….Não percebe? A tolerância pelo próximo e a liberdade da diferença não são valores patentes na religião deles…! É por isso que é complicado para mim aceitar um conceito de “muçulmano moderado”. Bater na mulher como justificação da religião mas não cometer atentados é ser muçulmano moderado? Por favor…!

    “Agora que o “background” deles é absolutamente diferente do “nosso” parece-me evidente e nisso concordo consigo. Se é incompatível não sei, eu pessoalmente gostava que não fosse.”

    Você gostava que não fosse porque persiste no seu cérebro a ilusão da igualdade. Mas nós não somos todos iguais…É a realidade dura da vida…

    “Mas não percebo ao que você se refere quando diz “como vocês lhes chamam”…”Vocês” quem? Em qual grupo/tribo é que é suposto eu estar integrado?!…

    Você parte do princípio de que isto tem de ser um “Prós e Contras”?
    É estranho porque, com alguma amplitude de opiniões, parece-me (a partir do que você escreve) de que até estamos “do mesmo lado”.”

    Em nenhuma tribo…Peço desculpa se se sentiu ofendido. Quis dizer “vocês” no sentido de englobar as pessoas que defendem a inclusão da cultura muçulmana na Europa com o pretexto de existirem muçulmanos moderados com o qual discordo…

  23. Georgina Santos Monteiro

    @ Oh lá lá, l87p (às 17:00).

    a.
    Você defende ideias. Citação: “[…] Eu limitei-me a concordar com uma afirmação que podia ter sido escrita por qualquer pessoa…”

    a1.
    Por qualquer pessoa? Errado!! Claramente.

    a2.
    O que é que o Centeno então disse?
    Qual é a ideia “magistral”, que aquele burro poderia ter dito?

    a3.
    A lua é triangular, quadrada ou redonda?

    a4.
    Citação: “[…] eu não defendo pessoas, defendo ideias. […]”

    O que você quer não interessa. Este Centeno é muito perigoso. Muito. Ele não pode tornar-se em ministro que seja. De acordo? Não? Não faz mal. Eu sou contra as ideias dele e CONTRA a pessoa Centeno.

    Daquele burro não virão ideias nenhumas boas. Eu dou-lhe a garantia.

    Mas eu gostaria que me respondesse especialmente à a2. Vai ser engraçado.

  24. Georgina Santos Monteiro

    @ Oh lá lá, l87p (às 17:00).

    b. Citação:
    “[…] Você não gosta do que diz no artigo mas até agora nunca contrapôs o que lá está sem ser pela opinião que tem da pessoa e não pela validade dos argumentos.”

    Refere-se às palavras por si citadas do burro Centeno? Se assim não for, peço-lhe de me corrigir.

    Outra vez. Você compreendeu as palavras dele? Leu o papel lixo (paper) dele, por completo? E verificou tudo, vírgua por vírgula?

    Sim ou não?

  25. Georgina Santos Monteiro

    @ l87p (às 18:17).

    Claro, o seu fracasso é lógico.

    Você deseja discutir ideias de burros. E separa entre a ideia e o burro.

    Você ignora o facto, de o burro fazer parte do grupo do super-burro António Burro Costa. Que pensa em usar a democracia, para as intrigas dele. Um burro, a querer mandar num povo de dez milhões, mais ou menos. Cinco milhões extra lá fora. O socialismo desde 1974 não lhe chega. A bancarotta não lhe chega.

    Você acha, que o socialismo, que só causou miséria neste mundo, em Portugal, poderá dar um contributo positivo? Coreia do Norte é um paraíso.

    Você nem pensar sabe. Mas quer ensinar os outros.

    Você até se atreve a usar o argumento ad hominem contra mim, e depois faz-se de vítima e defende o Centeno, um burro, que não pensa em Portugal, em todos os portugueses, mas só na carreira dele.

    O seu fracasso é bem visível. V. Exa nunca aprendeu a pensar. Socialistas não sabem pensar. Nenhum deles. Se eles soubessem, não existia partido socialista.

    O ordenado mínimo não é nenhum problema prioritário. A destruição dos poderes dos sindicatos, sim, isso seria. A proibição do PCP, tem prioridade. Não andar a mentir, tem prioridade. Defender a austeridade tem prioridade.

    É evidente, que V. Exa com o seu tique das ideias socialistas perdeu. É óbvio. Nem me admirava, se atrás da abreviação l87p se escondesse o verdadeiro Centeno.

    Ponto c.
    Levante-se mais cedo. Isso não é a minha lógico. Você mente.
    O Centeno não diz que 1 + 1 são dois. Não. Isso é errado. O Centeno afirma, que a lua não e redonda.

    Ponto d. O ateísmo.
    Honestamente? Você não o é. O ateísmo é a mentira. Qual é o problema que você tem com a inocência?

    O deus muçulmano e o deus cristão não são os mesmos. O primeiro é o demónio. Só um cego é que não quer ver. E, ser ateu, implica muitas outras coisas, que aqui, nem sequer foram abordadas, por não ser o sítio adequado. Mas, onde é que você vive? Deseja ser mais santo que os santos? Que tolice. Ilógico. Isso não é pensar, isso é perverso, querido.

    Eu despeço-me com a figura de Rodin, o pensador. Olhe para esse. 😉

    O seu fracasso foi e é total?

  26. Georgina Santos Monteiro

    A dignidade do ser humano. Eu peço a Vossas Exas de retirar a foto em cima, que eu só agora vejo, e de substituir a mesma.

    Eu li algures, que essa pessoa, a Hasna, o corpo dela foi encontrado pela polícia francesa, morto, com um tiro, não sei aonde. Alguém poderia confirmar, por favor? Ou desconfirmar?

    Dizem que, quem se fez afinal explodir, foi outro ser humano.

    Em nome da justiça.

    E a matança continua, de ambas as partes. Uns matam. E os outros também. Factos inegáveis.

    Para provar a mortalidade dos fascistas muçulmanos, não é preciso recorrer à intimidade.

  27. Georgina Santos Monteiro

    @ Claro l87p (às 10:04).

    Você é engraçado e mais uma outra coisa. 😉

    Eu estou muito viva.

    Aprende a discutir correctamente. E depois veremos.

    Rodin. O pensador. Também em Paris, querido.

  28. Georgina Santos Monteiro

    Em nome da honestidade intelectual.

    Ao que parece, não foi essa mulher, Hasna, que se fez explodir. As notícias actualizadas, já não confirmam isso. Eu li, que a mataram com um tiro, na cabeça, ou noutro sítio. O corpo dela foi encontrado intacto, no interior do apartamento, a norte de Paris, nesse bairro.

    O corpo, daquele, que se fez explodir, não é o de Hasna. Uma parte da cabeça e a espinha dorsal, daquele que fez o atentado, foram parar à estrada, salvo erro. Mas o corpo de Hasna, terá sido encontrado intacto. Morto, mas intacto.

    Por isso, ela não é a primeira mulher, a fazer essas coisas, encima mencionadas.

    Alguém pode confirmar, ou desconfirmar? Obrigada.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.