O Lenine no lugar certo

img_156x156$2015_10_19_18_49_40_490619

Escreve assim José Diogo Quintela

«O Museu Nacional de Arte Antiga está a recorrer aos portugueses para comprar a ‘Adoração dos Magos’, pintura de Domingos Sequeira. Uma estupenda iniciativa que está, erradamente, a ser anunciada como a primeira do género em Portugal. É a segunda. Uns dias antes, começou outra campanha que conta com a contribuição dos cidadãos para adquirir uma relíquia: um Governo marxista-leninista. Cheira-me é que vai custar aos portugueses mais do que os 600 mil euros do quadro.

— Filha: No Natal quero a boneca que faz bolhinhas com a boca.
— Eu: Este Natal não há presentes.
— Filha: Mas a Rita vai ter uma!
— Eu: Brincas com essa, porque vai ser nacionalizada e passa a pertencer a vocês todas.
— Filha: Nacionalizada? Mas é um brinquedo!
— Eu: Produz bolhinhas? É um meio de produção. Logo, é colectivo.
— Filha: A Rita não vai nisso.
— Eu: O partido explica-lhe no campo de reeducação.»

O resto está no jornal banido de publicar artigos sobre José Sócrates.

5 pensamentos sobre “O Lenine no lugar certo

  1. jo

    Anda por aí gente que ainda não saiu dos anos sessenta.
    Os comunistas comem crianças ao pequeno almoço e o sr. doutor diz que são maus.
    Quanto à nacionalização dos bens de produção não sei, mas só em bancos o governo cessante nacionalizou dois. E diz que foi sem custos (para o governo, claro)

  2. Georgina Santos Monteiro

    @ jo

    Pior é aquele que nunca quis aprender a ler e a escrever.

    a. Essa história malvada, de comer as crianças, só pode sair da gaveta do PCP. O truque é muito bem conhecido. Mentiras, sobre mentiras.

    b. Nacionalizações. Aqui está um problema fundamental, que advém da escola medíocre, daqueles de Aristóteles. Sabe quem é?

    b1. Quando você pensa em nacionalizações, o conteúdo é outro.
    b2. Se este governo nacionalizou, foi devido a outros motivos. E outros fins. Muito adversos aos aqueles, dos criminosos comunistas.

    c. O que você deve exigir, é a condenação da direcção dos ditos bancos. Daqueles, que levaram o banco ao abismo. Macacos, sem dúvica. As leis devem ser melhoradas, para os ladrões, como o macaco do PCP, do PS, irem parar à prisão. Claro.

    E os roubos do PCP também devem ser julgados, muito bem. Justiça PARA todos. Não é?

    d. Agora, o capitalismo sai isento. Não é a culpa do capitalismo, MAS SIM do COMUNISMO e do SOCIALISMO!!

    e. E condenar aqueles, que se deixaram lavar a cabecinha, pela escola das mentiras dos comunistas e socialistas.

    Quem não querer ser justo no mais pequenino, é injusto!!

  3. Vasco

    jo, vá vender banha da cobra à sua mãezinha.
    Voltando ao post, prezo ver que este não é como o coleguinha idiota que entra naquele programa de rádio…

  4. lucklucky

    Os amigos do PCP: Governo Comunista de Cuba que prende e tortura pessoas pacíficas, Governo Comunista da Coreia do Norte, nem é preciso dizer o que faz…. Governo Comunista da China, , Governo Sírio da família Assad,Terroristas Palestinianos at large e mais uma série de gente repelente. Chora pelo fim do Muro de Berlim que prendia milhões de pessoas.

    A Ideologia do PCP: Marxista-Leninista logo totalitário, tudo está sobre controlo do Estado.
    Acabar com as eleições, sindicatos livres e instituir a unicidade sindical entre outros.

  5. blitzkrieg

    Afinal temos Gato. Este sim escreve com humor inteligente. O RAP começa a ficar apenas fedorento… Li há uns anos o livro da Zita Seabra, uma obra extraordinária, em que ela relata a sua crença cega de adolescente de 16 aninhos no comunismo entrando na clandestinidade até às suas discussões com Álvaro Cunhal e finalmente à sua ida à União Soviética onde abriu os olhos para o terror e desgraça que é o Comunismo. É uma viagem assim que faz falta a RAP. Talvez a Coreia do Norte seja um exemplo bom, ainda intacto, de comunismo para ele admirar in loco. O José Diogo Quintela surpreende pela frontalidade e clareza, tão rara em jornais portugueses que deixei de os comprar há mais de 10 anos. E tenho pena, porque acredito na extrema necessidade de uma imprensa livre e forte. Infelizmente não é a nossa, onde restam apenas alguns articulistas aqui e ali. Do mal o menos, vou comprando a revista Sábado.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.