À esquerda tudo é permitido

PS, CDU e BE, para forçarem um entendimento entre si, têm as três forças que adulterar profundamente aquilo que apresentaram aos portugueses no seu programa eleitoral. Para estas forças políticas, parece que rasgar os seus próprios programas, e desvirtuar as suas linhas fundadoras, é normal e não defrauda os eleitores. Imaginem que isso acontecia à Direita? Seguramente, Passos Coelho seria, no mínimo, acusado de “mentiroso”. Nem imagino o que diriam de Portas. À esquerda, pelo contrário, tudo é permitido, desde que lhe sacie a recente vertigem pelo Poder.

6 pensamentos sobre “À esquerda tudo é permitido

  1. Gil

    Para acusar Passos Coelho de mentiroso, não precisamos de suposições: temos uma experiência real e quem se afirma de direita só tem a ganhar com a separação do trigo do joio. Quanto ao eventual (ainda não passa disso) entendimento PS/BE/PC, não podemos defender uma coisa e o seu contrário. Recordo que sempre criticamos o PC e o BE (repare que falo na primeira pessoa do plural), por fazerem propostas sabendo que não teriam que as aplicar, já que recusavam ir dar a cara no governo. Ora, se isso mudou, só temos que nos adaptar. Agora, agitar fantasmas como forma de crítica é que me parece pobre. Isto, porque estamos fartos de saber que ninguém sai do euro às escondidas, ninguém incumpre tratados em segredo, ninguém decreta nacionalizações pela calada da noite e ninguém sai da NATO em silêncio.

  2. tina

    Mas é por isso que a esquerda vem perdendo terreno, só se ouvem a si próprios, têm palas nos olhos, os jornais e canais da televisão só refletem o que eles dizem, e por isso não percebem como as pessoas comuns os acham falsos e sem princípios.

  3. Georgina Santos Monteiro

    @ Gil
    Eles querem (OTAN, Euro, nacionalizações), e (!) eles não sabem governar. Sobretudo, a esquerda não tem autoridade nenhuma. Correcto. E nunca teve. E eles não mandam neste belo país sózinhos.

    Fazemos uma lei. Cada vez que uma empresa do estado faça prejuízo, pode-se despedir, sem limites. Outra lei. E todos os média que fazem propaganda para a esquerda são semi-privatizados e reorganizados, de uma maneira nova. Uma lei especial. O partido comunista proibido e todos os bens imobiliários confiscados.

    Eu não quero andar mais a trabalhar para trafulhas e ladrões. E quem querer guerra, que a tenha.

  4. Gil

    “(…) Outra lei. E todos os média que fazem propaganda para a esquerda são semi-privatizados e reorganizados, de uma maneira nova. Uma lei especial. O partido comunista proibido e todos os bens imobiliários confiscados”.

    Georgina, como anda distraída! Essa receita já foi aplicada entre nós, sem grandes resultados. Vou-lhe confidenciar uma coisa que há muito se sabe: a ditadura é a forma mais cara de governo.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.