O plafonamento na Europa

Europa_SS

O plafonamento não resolve por completo o problema de sustentabilidade da Segurança Social, e deverá ser enquadrado numa reforma maior, mais abrangente, que seja feita com profunda discussão pública. Uma discussão informada implica começar por afastar o ruído, em particular aquele criado pelo PS, que lançou acusações de privatização da Segurança Social. Isto é especialmente curioso quando foi Correia de Campos — esse mesmo, o ultraliberal —, a sugerir o plafonamento no Livro Branco da Segurança Social. E porque é uma medida muito comum nos sistemas de pensões europeus.

Anúncios

5 pensamentos sobre “O plafonamento na Europa

  1. maria

    Não sei onde foi buscar o número de Espanha.Tenho amigas e amigos espanhóis de Sevilha Múrcia e Alicante cujos salários eram de 4000 a 5500€ e as suas pensões estão limitadas a 2000€.

  2. maria, os valores do gráfico não representam a pensão máxima, mas sim a base máxima contributiva salarial, que, em 2012, era de 39.148€/ano. Ou seja, o valor a partir do qual está isento de descontos para a SS e pode ter um plano alternativo.

  3. Luis Cunha

    E nós a perder tempo com este Troca.Tinats que nem respeita as opiniões dos próprios camaradas e os trai à mínima contrariedade

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.