Black Ribbon Day

Embora com um dia de atraso (o dia é observado no dia 23 de Agosto), assinalo neste post o dia Europeu de Lembrança das vítimas do Estalinismo e do Nazismo também conhecido como Black Ribbon Day. O dia recorda os milhões de vítimas de regimes totalitários, especificamente do comunismo/estalinismo, do fascismo e do nazismo.

BlackRibbonDay

17 pensamentos sobre “Black Ribbon Day

  1. Renato Souza

    Rinka se ofende pelo fato das vítimas de Stalin serem lembradas. Houve época em que os comunistas também não gostavam que se fizesse muito alvoroço quanto às vítimas de Hitler. Embora nessa época os socialistas do ramo nazista matassem socialistas do ramo marxista, mas havia um acordo entre Hitler e Stalin, e era isso que importava. Ambos pretendiam se trair, como costuma acontecer em associações criminosas, mas Stalin imagina que Hitler seria mais lento que ele. Aparentemente, lento era Stalin…

    Então, tendo Hitler atacado primeiro, de repente os comunistas passaram a dizer que Hitler era de “direita”, e que eles, comunistas, nada tinham a ver com o nazismo.

    Rinka, você é um calhorda, mas com certeza você já sabe disso, e com certeza não tem nenhuma vergonha disso.Todo mundo aqui sabe que você puxou Pinochet da cartola, não por qualquer outro motivo, mas porque não tolera que se fale mal do seu amado Stalin, ainda mais associando-o ao outro bandido Hitler. Creio que no inferno, você deveria ficar em companhia dos dois.

  2. lucklucky

    “Isso também serve para as vitimas do Pinochet e dos outros Neoliberais?”

    Só naquilo em que o Pinochet foi semelhante ao Comunismo é que fez vítimas.

    Nem sequer consegue perceber algo tão simples?

    Mas se a bitola é Totalitarismo não deve servir. O Pinochet não era totalitário. Totalitário é o controlo da vida das pessoas em vastas áreas da sua existência. Algo que é apanágio de todos os Socialistas menos os do kibbutz e das comunas onde só entra quem quer.

    O Fascismo se o levarmos à letra era totalitário, mas o fascismo de Mussolini até 1943 nunca o foi porque na verdade era Fascismo+Monarquia de Savoia. Mussolini nunca se atreveu a ir contra o Rei.
    Já na RSI com os Nazis tornou-se mais totalitário. É aliás significativo que o Fascismo Italiano virou mais à Esquerda quando esteve sob controlo dos Nazis após 1943.

  3. Sou radical na rejeição de todos os totalitarismos.
    Sou radical na rejeição de toda a violência.
    Sou radical na rejeição de todo o terrorismo, seja ele de insurgentes ou de estado.
    Por isso, louvo o post.
    Por isso, rejeito radicalmente o totalitarismo do Mercado.
    Por isso, rejeito a nossa situação atual em que, mais que nunca, é verdade que ” Totalitário é o controlo da vida das pessoas em vastas áreas da sua existência.”

  4. Rinka

    “Rinka se ofende pelo fato das vítimas de Stalin serem lembradas. Houve época em que os comunistas também não gostavam que se fizesse muito alvoroço quanto às vítimas de Hitler. Embora nessa época os socialistas do ramo nazista matassem socialistas do ramo marxista, mas havia um acordo entre Hitler e Stalin, e era isso que importava. Ambos pretendiam se trair, como costuma acontecer em associações criminosas, mas Stalin imagina que Hitler seria mais lento que ele. Aparentemente, lento era Stalin…

    Então, tendo Hitler atacado primeiro, de repente os comunistas passaram a dizer que Hitler era de “direita”, e que eles, comunistas, nada tinham a ver com o nazismo.

    Rinka, você é um calhorda, mas com certeza você já sabe disso, e com certeza não tem nenhuma vergonha disso.Todo mundo aqui sabe que você puxou Pinochet da cartola, não por qualquer outro motivo, mas porque não tolera que se fale mal do seu amado Stalin, ainda mais associando-o ao outro bandido Hitler. Creio que no inferno, você deveria ficar em companhia dos dois.”

    E como conseguiu descobrir que amo o Stalin? Condeno o Stalin, como condeno Pinochet! Todos os totalitarismos são maus.

    “O Pinochet não era totalitário. Totalitário é o controlo da vida das pessoas em vastas áreas da sua existência. Algo que é apanágio de todos os Socialistas menos os do kibbutz e das comunas onde só entra quem quer.”

    E o comentário idiota do ano vai para ti 😀

  5. José7

    Já que se referiram as vítimas do Pinochet que tal referir as vítimas do Fidel (a começar pelo Allende como o demonstra o Alain Ammar no livro Cuba Nostra) e as do Che?

  6. Charlie

    O Rinka não é um calhorda, é mesmo um filho da puta como a Rita Rato que ficam doidos quando alguém lhes esfrega no focinho com o massacre que o comunismo provocou na humanidade e não tem como negar.

    Declaração de interesses: Gostava que voltasse a haver PIDE para me poder alistar e te arrancar do pêlo à paulada, à martelada ou outra maneira qualquer essa merda que tens enfiada no espírito filho duma GANDA PUTA!

  7. lucklucky

    “E como conseguiu descobrir que amo o Stalin? Condeno o Stalin, como condeno Pinochet! Todos os totalitarismos são maus.”

    Não consegues enganar Rinka. Só te chateaste porque viste o Comunismo a ser criticado.

    “E o comentário idiota do ano vai para ti”
    Hehe
    Julgas que os outros são idiotas pois na tua ignorância nfinges que não sabes o que a palavra Totalitário quer dizer.

    No Chile de Pinochet podias abrir um negócio.
    No Chile de Pinochet podias vestir-te de muitas maneiras. De burguês a trabalhador.
    No Chile de Pinochet não tinhas um comissário político em cada bairro ou escola.
    Não eras obrigado a ter uma ideologia e a fazer fé nessa ideologia.

    Mas no Chile de Pinochet não podias desafiar a Ditadura. Como Ditadura era uma Ditadura Milenar: perseguem, assassinam quem desafia o seu poder. Deixavam viver os outros como a maioria das ditaduras ao longo da história humana.

    Nas Ditaduras Socialistas, sejam Comunistas, Nazis ao invés és obrigado a fazer profissão de fé no regime. O Regime Socialista está presente em todos os actos da vida.

    Perseguem-te não só se atacares mas também se não cumpras os passos de fidelização ao Estado. Se tiveres roupa burguesa és perseguido, se ouvires uma rádio ocidental és perseguido…

  8. Renato Souza

    Rinka desconhece a origem da palavras “totalitarismo”. Ela foi cunhada para mostrar algo que vai além da simples ditadura. Estude, Rinka, para não vir aqui passar vergonha.

    Você nos chama de idiotas. Há dezenas de governantes marxistas que mataram muito mais que Pinochet, prenderam muito mais, torturaram muito mais. Mas na sua cabecinha, quem deveria estar junto com Hitler e Stalin, na lista dos grandes totalitarios seria o Pinochet. Nem a Mao, o pior genocida da história da humanidade, você concede essa “honra”. Na sua listinha particular: “o terceiro lugar vai para Pinochet!!!”

    Não, Rinka, não é assim que funciona. se você tenta fazer todos de idiotas, todos serão hostis a você. Comece admitindo que TODOS os regimes marxistas que já existiram foram ditaduras violentas, e que os maiores campeões da violência foram os regimes marxistas (URSS e China massacraram muitos mais cidadãos do próprio país que Hitler). Em segundo lugar, admita que 100% de ditaduras, e desrespeito generalizado às liberdade entre os regimes marxistas não pode ser mero resultado de uma incrível série de circunstâncias peculiares. Se não é explicável pelo acaso, tem de ser explicado por algo inerente ao próprio marxismo. Você seria bastante honesto se admitisse isso. Só não seria possível você continuar depois defendendo as ideias que defende…

  9. Renato Souza

    Charlie

    Há pessoas que primeiro se recusam a combater os comunistas no campo das ideias, e por isso os comunistas ganharam a juventude. E depois. tem a idiota ideia de que podem vence-los pela violência. A boca deles deve ser calada por argumentos.

  10. Rinka:

    «Então, tendo Hitler atacado primeiro, de repente os comunistas passaram a dizer que Hitler era de “direita”, e que eles, comunistas, nada tinham a ver com o nazismo.»

    Foi exactamente isso que aconteceu. Leia, como já li para investigação num livro de ficção, as publicações do Avante de três períodos:

    1) Antes do Pacto Molotov-Ribbentrop
    2) Entre o pacto Germano-Soviético e a invasão da URSS
    3) Depois da invasão da URSS.

    Em dois desses períodos Hitler é execrado e num o regime nacional-socialista é louvado ao extremo. Pode-me dizer qual é esse período?

    (Como é que as mesmas pessoas podem passar de uma opinião para outra como quem muda de camisa é risível).

  11. Renato Souza

    Francisco Miguel Colaço

    Seria muito importante trazer essas publicações à luz. A verdade destrói o socialismo. E gostaria muito de ver uma publicação aqui sobre isso.

  12. André F.

    Remetida àqueles que gostam de se agarrar ao cliché do Pinochet e liberalismo, recomendo uma citação de Milton Friedman sobre o tema:

    “Chilean economy did very well, but more important, in the end the central government, the military junta, was replaced by a democratic society. So the really important thing about the Chilean business is that free markets did work their way in bringing about a free society.”

    Ora, quantos regimes socialistas conseguem gabar-se do mesmo?

    Neste momento olhamos para Cuba, e apesar das aberturas ela ainda é o que é.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.