A TAP e o 25 de Abril

Pedro Pestana Bastos no facebook.

Em 1975 a empresa Barraqueiro já existia. Salvou-se da nacionalização porque era uma pequena empresa com poucos autocarros de passageiros. As grandes empresas de transportes de passageiros que tinham mais de 250 autocarros de passageiros foram todas nacionalizadas. Foi o caso da empresa Bellos, dos Claras ou da Eduardo Jorge (que detinha também a Gaspar e a Sintra Atlântico).

A Barraqueiro que se salvou da nacionalização por ser pequena, cresceu ao longo de décadas por falta de concorrência privada, crescendo organicamente e adquirindo empresas que foram reprivatizadas nos anos 80. Mais tarde a Barraqueiro entra igualmente no transporte ferroviário com a Fertagus.
Não tivessem as empresas de transportes de passageiros sido nacionalizadas em 1975 e provavelmente hoje teríamos mais grupos económicos nacionais na área dos transportes de passageiros e mais opções nacionais para a privatização da TAP.

Humberto Pedrosa está de parabéns e é um grande empresário. Mas tenhamos noção de que ainda estamos a pagar o preço do 25 de Abril e a invocada falta de operadores nacionais que os comentadores tanto gostam de assinalar está ainda relacionada com as nacionalizações.

3 pensamentos sobre “A TAP e o 25 de Abril

  1. lucklucky

    É a destruição económica do 25 de Abril Socialista/Comunista continuamente censurada por quase todos os jornalistas.
    Bem mais eficiente que a censura da Ditadura.

  2. Ricardo Rodrigues

    Miguel,

    Concordo em pleno. Neste e noutros sectores, as nacionalizações tiveram efeitos nefastos para alimentar políticas que, à luz dos factos, foram destrutivas para o país.

    Embora no caso BES / GES haja muitos factores em causa, não nos podemos esquecer onde, como e com que propósito foram criadas sociedades como a Espirito Santo Financial Group. Ao que se sabe, foram criadas com o intuito de recomprar as empresas outrora nacionalizadas. Como já escrevi num comentário a um post de Manuel Puerta da Costa (https://oinsurgente.org/2014/04/26/o-papel-dos-pais-no-post-25-do-4/#comments), a geração de Abril consegui apoderar-se de três (ou mais) gerações.

    Ricardo

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.