O tempo passa num instante

NYT revela dois milénios e meio da cultura islâmica.

A protected 2,500-year-old cultural heritage site in Yemen’s capital, Sana, was obliterated in an explosion early Friday, and witnesses and news reports said the cause was a missile or bomb from a Saudi warplane. The Saudi military denied responsibility.

Anúncios

13 pensamentos sobre “O tempo passa num instante

  1. ruicarmo

    Sim, na verdade é Netanyahu o jornalista que assina a peça e faz a proclamação ao universo. Parabéns pela descoberta ainda que em forma de questão.

  2. Este link é melhor que dá para ler o artigo todo:

    http://www.nytimes.com/2015/06/13/world/middleeast/yemen-sana-explosion-houthis-saudi-arabia.html

    Mas os 2.500 anos de cultura islâmica devem ser uma criação do Rui Carmo, já que no artigo nada fala disso (diz que há uma zona histórica com 2.500 anos, e que alguns dos mais antigos monumentos do islamismo estão lá, não que esses monumentos islâmicos têm 2.500 anos).

    «The Unesco statement said the damaged area in Sana’s Old City had been inhabited for more than 2,500 years and “bears witness to the wealth and beauty of the Islamic civilization.”

    It was considered a major center for the propagation of Islam after the religion’s beginnings in the seventh century. According to Saba, Yemen’s official news agency, the Old City boasted more than 100 mosques, 14 public baths and more than 6,000 houses built before the 11th century.»

  3. [bem, afinal o link do Rui Carmo também dava para ler o artigo todo, era só clicar no “Show Full Article”, que eu pensei que fosse só para assinantes]

  4. O artigo diz apenas isto:

    The Unesco statement said the damaged area in Sana’s Old City had been inhabited for more than 2,500 years and “bears witness to the wealth and beauty of the Islamic civilization.”

    Sana é habitada há pelo menos 2500 anos (na verdade é há mais de 4000) e que é uma testemunha do nascimento da civilização islâmica.

    É o mesmo que dizer que Lisboa é habitada desde o neolítico e que é testemunha do nascimento de Portugal. Ou que o Porto é cidade desde antes das invasões bárbaras e que testemunhou o nascimento de Portugal.

    A razão do título do Rui Carmo ou foi corrigida no artigo ou resulta de maus conhecimentos de literacia. Aposto na primeira: até o Observador se vê obrigado a corrigir artigos sobre Marinaleda. Temo se for a segunda.

  5. lucklucky

    Como já o AR disse o Islão só existe há menos de 1500 anos…isto é o NYT não nos devemos esquecer.

  6. Mas, lucklucky, pelos vistos ninguém disse o contrário – em lado nenhum da noticia do NYT se fala em 2.500 anos de cultura islâmica (dizer que Lagos tem mais de meio milénio de história e que tem alguns dos melhores destinos turísticos não implica 500 anos de turismo); mas não me admirava nada que seja como o FMC sugere e que provavelmente a primeira versão da noticia estivesse escrita de forma algo atabalhoada.

  7. A. R

    Anda por aí a circular muita tolice: que os árabes e muçulmanos inventaram a álgebra, trouxeram sistemas de rega para a península, que a convivência dos invasores com os peninsulares era boa. Tudo mentira: quando muito trouxeram umas coisas que copiaram da índia e massacres atrás de massacres da população autóctone. Enfim .. vale tudo

  8. Penso que a álgebra foi, para todos os efeitos práticos, inventada pelos persas (até é provável que o livro do matemático persa explicando como resolver equações tenha sido copiado de textos indianos, mas como ninguém sabe desses textos, esse livro é para todos os efeitos o fundador da álgebra, já que se ele não o tivesse escrito essas técnicas de resolver equações iriam ter que ter sido descobertas outra vez independentemente).

    Mas não consigo perceber qual a ligação entre isso e o post.

  9. Pingback: O tempo passa num instante II | O Insurgente

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.