Portugal… Um País Cada Vez Mais Charlie

Depois do The Pirate Bay (ordem judicial 1), o Uber (ordem judicial 2). Só se é Charlie quando interessa.

Charlie

25 pensamentos sobre “Portugal… Um País Cada Vez Mais Charlie

  1. lucklucky

    Centenas de empresas conhecidas mundialmente e a maior parte da tecnologia nunca poderia ter nascido neste Portugal do 25 de Abril Socialista e Salazarento.

  2. Revoltado

    Idependentemente da legalidade ou não de alguns dos torrents disponíveis no PirateBay censurar este site é isso mesmo: um acto de censura.

  3. Euro2cent

    O vosso problema é não perceberem que as liberdades são para proprietários.

    Tal como os atenienses do Tucidides explicaram da justiça, a liberdade é uma questão entre iguais. Os fortes fazem o que querem, os fracos aguentam o que podem.

    (Leitura instrutiva para quem quer saber como funcionam as democracias: http://web.mit.edu/dimitrib/www/Milos_Photos/Milian_Dialogue.html – “The Athenians thereupon put to death all who were of military age, and made slaves of the women and children.”)

  4. Zé Joao

    Para aqueles que acham muito bem e aplaudem o bloqueio ao The Pirate Bay, apesar do mesmo ter tanto conteúdos legais como ilegais, deixo um exercício de reflexão: Se existir um local público onde se pratiquem actos ilegais, é melhor serem tomadas acções para os parar ou vedar por completo o acesso a esse local ? Imaginem o que seria fechar todo um parque em Lisboa, a qualquer cidadão, só porque ( e não é nenhum segredo ) se pratica prostituição no mesmo.

    É a lei do “não fez mas podia ter feito”. Uma estupidez.

  5. Carlos Conde

    Quem sabe o destino não coloque um dia o meritíssimo que agora decidiu isto num taxi conduzido por um beduíno.

  6. EMS

    Bah, há tanta maneira de dar a volta a esse bloqueio.
    Mas não deixa de ser triste ver as nossas autoridades a fazer este trabalhinho sujo.

  7. Luís Lavoura

    Só se é Charlie quando interessa.

    Toda a gente sabe que a liberdade de expressão tem limites.

    E aqui não se trata de liberdade de expressão, trata-se de promoção de produtos e serviços. E aí também há limites: você não está autorizado a comercializar drogas ou armas, ou fotografias de crianças nuas, através da internet.

    Portanto, isto nada tem a ver com o Charlie.

  8. Luís Lavoura,

    Se uma estrada se usa primordialmente para contrabando (nos dias em que o havia), deve-se destruir a estrada?

    A grande via do contrabando neste momento é marítima. O Luís nem imagona o que vem naqueles contentores. Propõe acabar com os portos?

    Se a prostituição é ilegal em Portugal (mesmo se discriminalizada), vendo o conteúdo dos pequenos anúncios em jornais, não vale mais acabar com os jornais de uma vez?

    Havendo assassinatos cometidos por facas de cozinha, devemos obrigar todas as pessoas a comer porcaria de microondas e ilegalizar a posse de facas? E cortar os pulsos, já que um número não desprezível de assassinatos se fazem à pancada e por estrangulamento?

    Combate-se o crime combatendo o crime, não o canal. A Uber não é crime nenhum e o Pirate Bay não é criminoso.

  9. JPT

    São este género de posts que descredibilizam o denominado liberalismo. Até o Lavoura parece um farol de bom senso ao pé deste post. Licenciar uma actividade como o transporte de passageiros faz sentido. Não há um país do primeiro mundo que não o faça. Às 4 da manhã, quando está a chover, quero que seja um veículo em condições com um motorista identificado a levar-me a casa, sem ter de negociar a tarifa. Pode ser um aldrabão? Claro. Mas isso acontece em todas as actividades. Ora, se existe licenciamento, há um direito dos comerciantes que suportaram os encargos e dificuldades com o mesmo a exigir que os seus concorrentes cumpram idênticas exigências. A defesa da concorrência impõe um “even playing field”, não é a lei da selva. E sim, os direito de autor são direitos patrimoniais como os outros todos. Ou seja, são tão legítimos como o meu direito à usar em exclusivo a casa que comprei e o dinheiro que ganhei a trabalhar. Usar aquilo que outros fizeram sem lhes pagar, e sem eles deixaram, chama-se roubar e não é o facto de ser fácil que lhe muda a natureza. Felizmente há leis e felizmente há tribunais e como alguém diz hoje noutro blog, se não concordam, recorram.

  10. DSS

    “Às 4 da manhã, quando está a chover, quero que seja um veículo em condições com um motorista identificado a levar-me a casa, sem ter de negociar a tarifa.”

    Quer usar o Uber, portanto.
    – Veículo em condições: check, sempre que andei de Uber (e não foram poucas vezes) nunca andei numa viatura não impecável. Ao contrário de muitos táxis.
    – Motorista identificado: check, para além de saber o nome e ver a foto do motorista antes de ele chegar, se não ficar totalmente satisfeito com o serviço posso dar-lhe uma nota negativa (dei sempre 5* até agora). No caso dos táxis tem de espreitar para o cartão do senhor que nem sempre está à vista nem é legível.
    – Não ter de negociar a tarifa: como assim? Não sei onde é que foi buscar a ideia de que se negoceia tarifas com motoristas de Uber, pelo contrário: todas as transacções são feitas através da aplicação com cartão de crédito/MBnet, nem precisa de ter dinheiro consigo. Já com taxistas não me aconteceu uma nem duas vezes ficarem muito chateados por terem de dar troco, a ver se arredondamos para cima. E nem vou falar da brilhante taxa para abrirem a bagageira (mas só se estiver sol, se estiver a chover, “o senhor não se importa de abrir a mala?”, cobrando na mesma a devida taxa.

    Acho que o caríssimo JPT precisa de dar umas voltinhas de Uber.

  11. JP Ribeiro

    Há sempre um pidezinho em cada um de nós, e há sempre um bronco que pensa que proibir resolve. A mistura dos dois dá um português.
    Lista de proxy sites do Pirate Bay. É só escolher aqui: https://proxybay.co/

  12. JPT,

    O Pirate Bay não é o crime. A violação de direitos de autor é o crime. Se eu, por conveniência perante uma linha que cai muito, tirar uma torrent do Fedora 22 indexada no Pirate Bay, cometo algum crime ou contra-ordenação?

    Perante os crimes económicos o JPT propõe ilegalizar as esferográficas e as calculadoras?

  13. JPT,

    Se houver licenças para uma actividade qualquer, que tal estas não serem pagas, isto é, apenas uma comunicação de abertura de actividade, sem ónus para quem queira tentar? Seria um bom meio termo.

  14. JPT

    FMC: “pagar menos por quem não seja licenciado” chama-se aldrabar. Não há médicos não licenciados, nem advogados não licenciados, nem electricistas não licenciados, nem condutores de veículos não licenciados. São actividades de risco para a vida, a saúde, o património alheio. O licenciamento (quando salvaguarda um interesse legítimo e não é só um meio de extorquir taxas) existe para proteger a comunidade, assegurando que quem desempenha certa actividade está qualificado e dispõe de meios adequados. O transporte rodoviário de passageiros é – em todo o mundo civilizado (tirando para aí nos países da ex-URSS onde se pode pedir boleia a toda a gente) uma actividade licenciada. Quanto à segunda questão, se o “pirate bay”, que é uma empresa, não consegue assegurar que os conteúdos que lá são descarregados são legais, não tem condições para estar aberto. É como uma loja que, para lá de bens legitimamente adquiridos, faz receptação de artigos que sabe que foram roubados. Não pode estar aberta. Veja, ninguém foi fechar o youtube, porque, como sabe, diariamente eles fecham contas com conteúdos que violam direito de terceiros. Se eu gosto? Não, não gosto. Não tenho BTV (nem nunca terei, por razões, eh, ideológicas) e desde há dois anos que quase não vejo golos da Premier League, mas é a vida. E gosto tanto de taxistas como da BTV mas se o Estado os obriga a pagar taxas e e cumprir requisitos técnicos (supostamente, concedo) para exercer a sua actividade, têm o direito de se opor a concorrentes que nada pagam.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.