O Professor Artur Baptista da Silva era um mestre da ironia

Observador

A filha de Salgueiro Maia disse esta quinta-feira à agência Lusa que “já vivia no Luxemburgo” quando Passos Coelho “convidou os portugueses a ganharem experiência no estrangeiro”, afirmando que responsabilizou o primeiro-ministro por “ironia” e para alertar para as dificuldades nacionais.

6 pensamentos sobre “O Professor Artur Baptista da Silva era um mestre da ironia

  1. JP-A

    As pessoas enganam-se muito. Por exemplo, o Costa Concórdia fez hoje um discurso de dois minutos explicando a carreira de um jovem que teve de emigrar porque em Portugal não conseguia mais do que recibos verdes e contratos a termo certo – só não percebi se o emprego que o desgraçado finalmente arranjou em Londres era vitalício. Mas assumo que sim. Deve ser. Ou melhor, é de certeza absoluta. Os malandros dos gajos que citou e que arranjaram milhares de empregos Portugal que se ponham a pau, porque se ele chegar vai tudo passar aos quadros , efetivos, definitivos, vitalícios e garantidos. Não percebi é se ele atinge que esse gajos lhe fazem logo um manguito, mas pelo modo como o raciocínio mono-neuronal parecia construido, dá a impressão que ele não tem a mínima ideia de como as coisas não são assim tão simples. Ou então está a falar dolosamente para os menos capacitados.

  2. M.Almeida

    Tal qual o Tordo esta senhora também foi “apanhada na curva”. O que é facto é que nenhum dos jornais, que se prestaram a fazer todos o mesmo titulo , o que acho curioso , do Expresso ao Observador passando pelo Público e DN, não fazem agora o mesmo titulo a bold mostrando a mentira e pedindo desculpa pelo que publicaram..
    Serviu o propósito, que é a tentativa de lançar sobre Passos Coelho todo o ódio que PS algum PSD do passado e algum CDS do passado, juntamente com muita comunicação social têm ao PM. Não pertencendo ele à casta dos “pais” de qualquer coisa, ele terá de ficar conotado com babuseiras e idiotices que a comunicação social distorce.
    É pena é que tenha sido necessário a senhora vir desmentir-se a ela própria e os jornais não tenham feito o seu trabalho quando ela afirmava que tinha emigrado em Março de 2011.
    Uma vergonha, cada vez mais alastrada à maioria da comunicação social
    Hoje Henrique Neto na sua página do FB alerta para o “Apartheid noticioso”, isto referindo-se claro à vergonhosa ausência de directo na sua candidatura , a primeira por sinal, à PR contrastando com os directos que ontém inundaram as televisões desde as 19h30 a propósito de Sampaio da Nóvoa.
    Tristemente a comunicação social continua pior que no passado. Acham-se reis e senhores da informação e lá estão eles na 1ª fila para criar candidatos, criar histórias, criar factos, criar opinião deformada.
    Infelizmente, e cada vez mais, a comunicação social só mostra um lado da história, e é incapaz, com isenção, de mostrar o outro lado. Isso sim seria informar. Tudo o resto é desinformar propositadamente.
    O mais indignante é que o Observador já alinhou no estilo, salvo rarissimas excepções.

  3. Esta senhora foi apanhada na curva dando utilidade e anuência ao ditado ” mais depressa se apanha um mentiroso do que um coxo” e na verdade não foi ela que deu por isso e resolveu fazer marcha atrás. Por mim, logo que os impolutos jornais fizeram eco de tal “aldrabice “de imediato fui ao facebock com esperança de que alguém mais atento e de comentário mais rápido, metesse essa senhora na ordem. Claro que ela, consciente da sua “incontestável” verdade se apressou a apelidar de “ironia” a canalhice inventada, talvez por ter vindo a ‘público praticamente quase em simultâneo, o desmentido, com um comentário assertivo elaborado por um cibernauta/ Faicebocano chamado Manuel Frazão : Daí que, apressadamente, veio confessar que estava brincando com a suposta ignorância de muitos papalvos que ironicamente ( mais uma vez) acreditam em tudo que os “contra” PPC inventam. E se ela fosse ironizar para outra freguesia, talvez o País tivesse alguma possibilidade de progresso. Assim, nada nos vai poder valer, a não ser que os que a admiram e acreditam nela resolvam emigrar e que por lá se vão governando deixando Portugal para os bem intencionados.

  4. lucklucky

    É muito pior que a aldrabice dos jornais. Os mesmos jornais censuram milhares de casos de pessoas que emigram por causa do socialismo do regime.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.