Novos políticos, velhas práticas

Observador, 11/12/2014

António Sampaio da Nóvoa vai dirigir, durante o ano de 2015, a iniciativa Políticas Públicas da Universidade de Lisboa, uma estrutura nova e que pretende discutir e propor “políticas eficazes e promotoras do desenvolvimento de Portugal”.(…)

O ex-reitor da Universidade de Lisboa nega, contudo, que este seja um palco à medida de uma futura candidatura presidencial. “Não sou candidato a nada. As notícias que circulam não têm a ver comigo”, explicou, acrescentando que esta iniciativa não é uma ideia recente.

Notícias ao Minuto, 16/03/2015

Pouco depois do reitor honorário da Universidade de Lisboa se ter manifestado disponível para avançar com uma candidatura às presidenciais durante o seu discurso no Congresso da Cidadania este sábado, o presidente do PS, Carlos César, e Sampaio da Nóvoa mantiveram uma conversa a sós.

Não estou particularmente espantado com o auto-desmentido acerca das ambições de Sampaio da Nóvoa. Queria antes notar, que conforme sugeria o Observador, o cargo parecia feito à medida para preparar uma candidatura presidencial . À custa dos contribuintes. Para quem ainda alimentasse dívidas acerca da diferênça entre “novos” e os “antigos” políticos.

9 pensamentos sobre “Novos políticos, velhas práticas

  1. JS

    A fome de poder dos partidos estimula os apetites mais retrógados em menos de 24 horas.
    Fome e vontade de comer. Uma vegonha para ambos.
    Triste mas sintomática a insistência num Presidente da República enfeudado ao partido ou de origem partidária.

    A voracidade pelo poder -em exclusividade- dos partidos centrão (PS e PSD), neste sistema político português, é imparável. Não conseguem abdicar da réstia de poder que ainda vigora em Belém.

    Afinal um sintoma, a consciência da sua própria falta de representatividade, da sua precaridade eleitoral, demonstrada na gigantesca abstenção e a ilusão de democracia que a aberrante “alternância” gera. Uma partidocracia assumida, uma vergonha.

  2. Fernando S

    Porque é que os principais partidos de governo deveriam abdicar da Presidencia da Républica ??!…
    Para a deixar para outros partidos “anti-sistema” ?!…
    Para a deixar para algum “independente” “renovador” e “salvador da Pátria” ?!…

    Porque é que a “alternancia” é “aberrante” e gera uma “ilusão de democracia” ?!…
    A democracia não é precisamente deixar que os eleitores decidam livremente quem os representa e quem os governa ?!…
    Qual é essa tal alternativa (“verdadeiramente democrática”) à “alternancia” (“ilusoriamente democrática ?!…

    Por sinal, nestes tempos de ascenção de partidos extremistas em vários paises europeus, Portugal é visto por muitos como tendo, pelo menos até agora, um trunfo politico importante na grande estabilidade da sua representatividade partidária !!

  3. Miguel A. Baptista

    De facto um dos fenómenos interessantes, mas custoso para os contribuintes, dos últimos dez anos é a captura da universidade pela política.

    O processo é interessante para quem o pratica pois assegura simultaneamente financiamento público e, para os incautos, uma capa de seriedade e até mesmo “cientificidade”.

    O “Podemos” e o “Syriza” cumpriram exemplarmente esse papel. Por cá não faltarão Boaventuras, Carvalhos da Silva e Sampaios da Nóvoa para o fazer. Só foi pena o Prof. Artur Batista da Silva ter sido desmascarado senão também faria parte da trupe.

    Embora o fenómeno, na sua dimensão, seja recente ele tem raízes no tempo. Ainda em plena guerra fria Houphouet-Boigny dizia “Mande o seu filho para Moscovo e ele regressará anticomunista; mande-o para a Sorbonne e ele voltará comunista.”

  4. carlos

    Apparatchick com a benção da maçonaria – que gosta de ter gente sua ou facilmente manobrável em Belém.

  5. António Costa é o salvador

    Enquanto foi reitor era conhecido pelo Sampaio da Nódoa, era um autêntico vassalo do governo Sócrates. Agora diz profere uns discursos cheio de banalidades e lugares comuns e já é considerado um putativo candidato presidencial.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.