Notas do Subterrâneo (de Lisboa)

Numa estação do Metro de Lisboa, ao sair da carruagem, dei de caras com um cartaz publicitário com a pergunta “És tudo o que podias ser?”. Fiquei um pouco abalado. A última coisa que esperava de um “outdoor” do Metro era que me fizesse defrontar interrogações existenciais.

Anúncios

3 pensamentos sobre “Notas do Subterrâneo (de Lisboa)

  1. Está dentro do espírito do serviço prestado pelo Metro. Não cobrindo eficazmente a cidade, ao menos oferece contactos surpresa com a nata da filosofia. A ética é estar à altura do que nos acontece, lê-se no Parque ao longo da escada rolante. Há Nietzsche e há Deleuze. Na Cidade Universitária, Sócrates e Cesário Verde. Não se iluda: o cartaz que viu é filosofia da melhor, disfarçada de publicidade.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.