Matar, crucificar e desmembrar

Sim, desde que de acordo as altas autoridades religiosas.

Egypt’s al Azhar University, Sunni Islam’s foremost religious authority, called for the “Killing, crucifixion and chopping of the limbs” of Islamic State (IS) terrorists who burnt alive Jordanian pilot Moaz al Kasabeh, probably in Syria.

Já sabemos que a verdadeira culpa deve ser repartida, desde o desaparecimento dos dinaussaros, entre Israel, os EUA, a UE e a NATO.

10 pensamentos sobre “Matar, crucificar e desmembrar

  1. Fernando

    E anda o mundo histérico pelo Papa ter dito que umas palmadas, não humilhantes, nos filhos é producente. Quando o equivalente no mundo sunita diz isto, assobia-se para o lado.

  2. Francisco

    Infelizmente estes novéis bárbaros estão atrasados 500 anos. Infelizmente não podemos esquecer o nosso triste passado da inquisição ( nem esquecer Joana D`Arc). O que não nos impede de ser fortemente críticos e exigirmos ações consequentes…

  3. jose carlos

    então,. então , mas eles não ouvem o Obama e o Papa e os restantes lideres mundiais afirmarem a pés juntos que o islão é só paz e amor ? e que o Estado Islamico nada tem a ver com o islão nem com as práticas tolerantes dos países islâmicos moderados, assim tipo Arábia Saudita ( decapitações em massa ), Irão ( enforcamentos em gruas ), Egipto etc….

  4. jose carlos

    Mais um idiota que vem falar no triste passado da inquisição. Ó palerma a inquisição em 300 anos na península ibérica queimou uma centena de ” bruxas ” ( imensamente menos que os países do norte da europa não católicos ). A religião islâmica mata milhares por mês em bombas, à bala, decapitações, lapidações, pelo fogo, crucifixões etc em pleno seculo XXI ( seja às mãos das alqaedas, estado islâmico, Irão, Arábia Saudita etc…)

  5. A. R

    “nosso triste passado da inquisição”: a inquisição matou menos em 500 anos que os muçulmanos em 6 meses do ano passado. O islão já leva 250 milhões de mortos.
    E de cada vez que matam encontram uma justificação no corão

  6. Pedro Antunes

    Verdadeiramente andar a comparar número de mortos é desvalorizar, mais é desumanizar, a vida dos milhões de indivíduos que morreram por causa de religião.

  7. CN

    A culpa do estado caotico do médio oriente, e que não pára de aumentar, é obviamente dos EUA e parceiros, e isso inclui o aparecimento do ISIS, que deve ser combatido por quem está na região e alguns mais vocais anti-islamitas no Ocidente deviam organizar uma brigada voluntária.

    Mandar bombas de grande altitude e drones é para tótós.

  8. Pedro

    Tanto não é óbvio que há quem discorde. Mas nem percebo a tua ideia… O ISIS está a ser combatido pelos locais, com apoio dos seus aliados e outros preocupados com a situação! Parece ser o que sugeres que deva ser feito, ou li mal? Mandar drones e bombas é a forma mais segura de fazer guerra… Achas mal?

  9. ruicarmo

    Proponho a ida do Carlos Novais para apaziguar oe eméritos doutores de al Azhar e aproveitando a viagem promover a paz entre sunitas e sunitas e entre sunitas e xiitas. No regresso pode contar tudo e mais alguma coisa.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.