O poder da “boa imprensa”

Hoje o mote para o fórum TSF podia ter sido este:

Concorda com a aplicação de uma taxa de desembarque e por noite a todos os não residentes em Lisboa? Faz sentido aplicar uma taxa sem que exista a prestação de qualquer serviço? Faz sentido que um candidato a primeiro-ministro critique a intodução de taxas pelo governo e crie novas taxas enquanto presidente da CML?

Mas foi sobre um assunto completamente diverso:

TSFtxturismo

16 pensamentos sobre “O poder da “boa imprensa”

  1. tozezito

    Se houvesse boa fé, e não dolo, por parte do sr jornalista da TSF ( um cavalheiro a quem tratam por dr. Manuel Acácio…uma alcunha bem queirosiana), a segunda interrogação deveria ser simplesmente : “Faz sentido aplicar taxas sobre o turismo?”.
    Mas o Sr. Acácio quis dar uma ajudinha e adiantou/sugeriu as respostas : ” é uma comum noutros países europeus” e “é para melhorar as condições de vida nas cidades”. Assim se vê a qualidade do nosso “jornalismo” e a “deontologia profissional” dos nossos jornalistas.

  2. tina

    Suspeito que na Quadratura do Circo também vão falar muito ao de leve sobre isso, não haverá sequer menção ao facto de serem poucos os turistas comparados com os portugueses que vão pagar a taxa. Se alguém vir essa porcaria de programa, depois diga-me.

  3. Dervich

    Balelas…

    A pergunta
    “Concorda com a aplicação de uma taxa de desembarque e por noite a todos os não residentes em Lisboa?”
    não poderia constar do fórum: Vai ser cobrada taxa a quem desce de um cacilheiro? Vai ser cobrada taxa a não residentes que durmam em casa do irmão ou do primo? Parece-me que não…

    A pergunta
    “Faz sentido aplicar uma taxa sem que exista a prestação de qualquer serviço?”
    é tão válida como aquela que era suposto substituir, seria apenas mais uma questão, uma questão diferente
    (eu pessoalmente creio que a medida é aberrante e, pior que tudo, surge em contra ciclo com aquilo que se pretende para a cidade e para o país, mas parece-me que já existem muitas mais taxas e impostos que não estão associadas a prestações de serviços – a taxa sobre ocupação de via pública ou a taxa sobre produção de ruídos serão exemplos disso. Portanto, não seria caso inédito, tratam-se apenas de opções políticas)

    A pergunta
    “Faz sentido que um candidato etc, etc, etc” é exatamente igual à pergunta do fórum

    (Disclaimer: Não trabalho na TSF…mas é a minha rádio preferida, há 25 anos)

  4. lucklucky

    É assim o Jornalismo:. está ali já feita a papinha mental feita pelo jornalista da TSF a indicar como se deve pensar.

    “Pratica comum ….para melhorar”

  5. JP

    Esta vergonha só serve para confirmar o que já se sabe: boa parte dos portugueses são comunas envergonhados, cubanos de corpo e alma, a desempenhar o papel de mamões ou, na impossibilidade de o serem, de candidatos a mamões em lista de espera. Está tudo na fila à espera de mamar nos tetos do Estado, isto é, do endividamento externo que paga o défice, que é o mesmo que depois criticam por ter subido, à medida que vão mamando. Preparem-se porque nas próximas décadas vão mamar muita água e vento.

  6. Peço desculpa ao Dervich mas deve dizer-se “trata-se apenas… e não tratam-se …” . Aquilino não gostaria.
    Gosto quase sempre do que pensa a Tina,mesmo quando é mais radical.

  7. O nosso PS nunca deixará de sustentar os imigrantes. Precisa de mais tipos de turbante a fazer campanha pelo PS. E, se fosse pela vontade do PS, as listas de voto estariam pejadas de nomes de tal forma impronunciáveis que os oficiais na mesa teriam de soletrá-los. Desde que esses votassem PS.

    Os mortos também servem. Devem ter votado pelo Costa nas primárias. Alguns já tinham passada a certidão de óbito, e a maioria estava em morte cerebral.

  8. Manuel Vilhena

    Podia também ter acrescentado: Não acha genial Antonio Costa colocar os estrangeiros a pagar impostos por nós? Se sim, não acha o valor pouco ambicioso? Quanto acha que seria o valor correto a cobrar?
    Devia ser um programa de humor inesquecível 🙂

  9. carlos

    Mas afinal a taxa é só para turistas ou tb para portugueses que desembarcam na Portela vindos por ex. do Sá Carneiro no Porto ?

  10. Manuel Vilhena

    Carlos

    Se chamar turistas a todo o ser vivo da espécie Homo sapiens que desembarcar no aeroporto, então temos que concluir que é só para turistas. Aliás, quem anda de avião, só pode ser turista 🙂
    Resumindo, esta é só uma forma semântica de adoçar a medida. Se fosse o governo teríamos outra nomenclatura: governo cria taxa a todos os portugueses que cheguem a Lisboa por via área ou marítima ( acrescentando que a via terrestre já estava em estudo), … (muito mais à frente no texto)… incluindo turistas.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.