Mais um nim

No Diário Económico

Cauteloso e sem soluções definitivas, o PS quer o Parlamento a promover um processo de “audição pública para avaliação do impacto da dívida pública e das soluções para o problema do endividamento”.

Nem sim, nem não. Nem sequer talvez. Ainda não é desta que ficamos a saber as ideias do “novo” PS sobre o tema da dívida pública. Prefere uma “audição” para quê exactamente não se sabe. Tudo menos comprometer-se com o que quer seja. Não vá escapalhar-lhe algum voto.

No projecto de resolução que leva quarta-feira a debate e votação, o partido de Costa não alinha nas recomendações do Manifesto dos 74, do qual fazem parte Ferro Rodrigues, Pedro Nuno Santos ou João Galamba, e que passava por uma reestruturação da dívida em prazos, juros e maturidades.

Será interessante ver se Ferro Rodrigues segue a “disciplina de voto”.

LEITURAS COMPLEMENTARES: Sobre o manifesto dos 70 (…ou 74); Sobre o manifesto dos 70 (…ou 74) (2); Sobre o manifesto dos 70 (…ou 74) (3)

2 pensamentos sobre “Mais um nim

  1. JP

    “o PS quer o Parlamento a promover”

    Dívida pública? Qual dívida? A dívida não existe. Durante anos o PS foi questionado sobre isso na AR, nos debates semanais. A resposta era agressiva, esquiva e por vezes boçal. No fim, os jornalistas tipo ana bela declaravam a vitória do PM sócrates e ponto final. O homem saiu dali cheio de taças. Pudera – não estava lá o senhor com a quarta classe.

    “para quê exactamente não se sabe”

    Claro que sabe – o PS quer continuar o discurso do “tenho um calendário”, que foi utilizado nos debates com Seguro. O calendário é simples – eleições primeiro, verdade depois, austeridade boa a seguir. Como não há política, a política será aquilo que ditarem os convidados, ou pelo menos faz-se de conta que assim será.

    Enquanto isto, o hiper-concentrado calendário astrológico não tem sido mau:
    -Problemas na TAP
    -Problemas na colocação de professores
    -Problemas no Citius
    -Problemas com o Crato que não se demitiu
    -Notícia de um secretário de estado de Crato (por esta ordem)
    -Notícia sobre Rio
    -NASA descobriu que as legislativas de 2015 caem em cima do orçamento para 2016 (coisa que ninguém sabia)
    -Portugal precisa de eleições antecipadas para se escolher entre um governo de direita e outro que não tem programa.
    -As testemunhas-mamão da PT desapareceram quase todas
    -Alguns comentadores de direita andam com memórias seletivas no BES/PT
    -Voltaram as gaitas aos eventos públicos (incluindo os relacionados com centenário de datas importantes para a Europa e para a humanidade)

    Por acaso tinha alguma curiosidade em ver o Circo Costa, porque tem todos os condimentos para ser um espectáculo da melhor categoria.

  2. Pingback: Mais um “nim” (2) | O Insurgente

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.