O socialismo está de parabéns

maduro

Pelos melhores motivos, a Venezuela que possui uma das maiores reservas de petróleo do mundo, alcançou a proeza de ter de importar o ouro negro.

Existem planos para “fazer uma revolução dentro da revolução”. Há 15 anos que o chavismo reina na Venezuela. Com o sistema económico a colapsar, o Presidente Nicolás Maduro, reconheceu no programa de propaganda semanal “Em Contacto com Maduro” que “há problemas económicos.” De frente para a realidade, o governo venezuelano colocou em marcha um conjunto de medidas que visam atacar os problemas: a inflacção a 60 por cento ao ano, a falta de produtividade, a escassez de bens essenciais e de divisas. A forma encontrada não poderia ser mais mágica: apostar no aprofundamento do modelo socialista que tão bons resultados tem originado.
Na vertigem socialista, o executivo de Nicolás Maduro nomeou Orlando Borrego, antigo colaborador de Che Guevara, como mentor da reestruturação da administração venezuelana. A nomeação política aprofunda ainda mais a ligação entre Cuba e a Venezuela e dá poderes a funcionários do estado para intervir nas decisões de produção e de investimento das empresas e por intervir com base em verdadeiras leis anti-terroristas contra quem seja indiciado por participar naquilo que se considera como um “atentado à ordem económica.”  Dificilmente se poderia esperar mais e melhor.

 

70 pensamentos sobre “O socialismo está de parabéns

  1. JLeite
  2. ruicarmo

    Só com o mero anúncio, o Mundo começou a respirar o fim da austeridade e proclama o crescimento por decreto.

  3. PG

    Temos que dar mérito ao Socialismo. Ao menos é justo e trata todos por igual… São todos igualmente pobres!

  4. EMS

    Parece ser uma questão tecnica:
    “Venezuela usará la importación argelina para diluir el crudo extra pesado de la Faja Petrolífera Hugo Chávez en la región del Orinoco”

  5. Nuno Cardoso da Silva

    E que tal olhar para a Bolívia, onde o socialista Evo Morales acaba de ser reeleito com 60% dos votos, em reconhecimento da melhoria das condições de vida dos bolivianos mais pobres, e do crescimento económico da Bolívia, que excede 5,5%? Mas isso não tem graça. Criticar Maduro é fácil, mas não se diga que a culpa é do “socialismo”, pois este tem sido muito bem sucedido na Bolívia.

  6. João de Brito

    Uma sociedade em que só o dinheiro conta e que concentra toda a riqueza nas mãos de uns poucos nunca compreenderá outra que aposta na justiça social.
    Pior! Tudo faz para a derrubar: invasões, infiltrações, bloqueios, achincalhamentos de que este texto é um exemplo…
    Quem somos nós para darmos uma de superioridade relativamente a Cuba, por exemplo?!
    Por mais que me esforce, só vejo um item em que de facto somos muito superiores: não é na educação, não é na saúde, não é na cultura… o tal chama-se futilidade/consumismo/corrupção!
    É tão evidente, que dispensa qualquer explicação.

  7. Nuno Cardoso da Silva, nunca pôs os pés na Bolívia, pois não? A Bolívia é dos países mais atrasados da América do Sul precisamente por causa das políticas socialistas. O Morales é Presidente desde 2006, e desconfia-se da validade das últimas eleições. Seja como for, crescer 5.5% a partir de uma base tão baixa não é motivo de orgulho.

  8. Era tanto como é agora. As melhorias foram absolutamente marginais e a maior parte da população vive em condições decadentes. Fui a uma mina em Potosi sem quaisquer acessos (eram buracos dinamitados à medida) e em que metade dos mineiros já tinha tido cancro da laringe e respirava por um buraco no pescoço. La Paz é atracção para o turista da coca. Enfim, é de uma pobreza extrema. Fazer da Bolivia um exemplo seja para o que for é surreal.

  9. Miguel Noronha

    Já que se fala da Bolívia como exemplo das “boas práticas socialistas” convém saber algo.
    A maior fatia do PIB e o “boom” económico estão dependente das exportações de gás natural e do seu preço nos mercados internacionais.
    Morales nacionalizou a industria mas (ao contrário do que se fez na Venezuela) ao menos sabe que precisa dela para sobreviver. O problemas é que a nacionalização fez diminuir drasticamente o investimento estrangeiro. Quando for preciso repor o capital… Vamos ver…
    De resto, ao contrário do que advogam os socialistas, o governo tem um orçamento equilibrado, pagou a dívida pública e constitui uma reserva de divisas considerável.

  10. Nuno Cardoso da Silva

    Morales reduziu drasticamente o número de pobres, tanto nas zonas urbanas como rurais. Quanto ao cancro da laringe dos mineiros, provavelmente teve origem nos tempos em que as minas eram privadas e os mineiros eram carne para canhão. Se o preconceito anti-socialista não fosse tão arraigado, até o Insurgente reconheceria que tudo tem melhorado na Bolívia. Mas preferem criticar o Maduro, que é de facto um caso perdido de incompetência.

  11. EMS

    “A maior fatia do PIB e o “boom” económico estão dependente das exportações de gás natural e do seu preço nos mercados internacionais”

    Não havia gás natural antes do Morales? Sei que uma das causas da queda do governo anterior foi a revolta popular contra os precos disparatados a que se vendia o gas natural no mercado interno.
    A Bolívia antes do Morales até seguia os ditames da malta do Insurgente. Privatizou-se tudo e mais um par de botas. Até a agua foi privatizada.
    Supostamente a Bolívia teria sido um pais rico até o Morales estragar tudo. Mas não foi isso que aconteceu, pois não?

  12. Nuno Cardoso da Silva,

    O crescimento bolívar tem-se feito a custas da dívida brasileira. Uma crise no Brasil acaba com 35% do mercado da Bolívia (são estes os números). E com a Coreia do Sul a entrar em crise lá se vai a METADE das exportações bolivares.

    Espere os resultados do socialismo da Bolívia daqui a uns meses, quando a recessão do socialismo do PêTê brasileiro se instalar.

    Por outro lado, lá de dentro os socialistas veem muito pouco socialismo:

    En un pronunciamiento público, un grupo de personas llama a construir un programa para Bolivia y denuncia que el gobierno de Evo Morales entrega de la producción de hidrocarburos y minerales a las empresas extranjeras y lo califican de antipopular por la continuidad neoliberal.

    (…)

    El Gobierno se ha convertido en un instrumento de violación constante de la Constitución Política, desde el artículo 7 que establece que la soberanía reside en el pueblo, que se gobierna en forma directa (es decir, por medio de la asamblea del pueblo), y también por la forma representativa (es decir, a través de los partidos políticos). Vivimos bajo la dictadura de un solo partido, con la oposición vacilante de la derecha que trata de sacar provecho de sus errores, pero que tampoco defiende consecuentemente la Constitución, cuya vigencia trató de impedir por todos los medios.

    (http://boliviaprensa.com/)

    Decida-se agora, homem: Morales é socialista ou neoliberal?

    Mas dou-lhe uma cereja para encimar o bolo:

    Professor de Economia da Universidade Católica Boliviana, Gonzalo Chávez pondera que a economia boliviana pode mostrar virtudes de forma, mas tem defeitos de fundo.

    – Observa-se uma bonança econômica, mas deveria ser feita uma tomografia da macroeconomia – diz Chávez. – Temos um país com problemas antigos: exportador de recursos naturais, com baixíssimos níveis de produtividade e economia informal gigantesca que dá emprego a 80% de bolivianos.
    (http://zh.clicrbs.com.br/rs/noticias/noticia/2014/10/evo-morales-no-rumo-da-reeleicao-na-bolivia-4618970.html)

    Quer saber onde está o crescimento? Na formalização da economia informal. Ou, em escarralho-parlantismo, no combate à fraude e à evasão fiscais.

  13. Rui A.

    «Há escassez de azeite em Espanha e de vinho em França? Os consumidores locais queixam-se?»

    Meu caro, não há escassez de vinho em Portugal, e o seu consumo é propalado e puxado pela parte esquerda dos nossos comentadores e da nossa classe política.

  14. João de Brito,

    «Quem somos nós para darmos uma de superioridade relativamente a Cuba, por exemplo?!»

    Estava para lhe responder com críticas à má prestação da saúde e da educação cubanas provindas de dentro do próprio PCC, que até já aqui publiquei, mas vou ser mais breve:

    Porque é que os cubanos detestam os cubanos? (Qué distintas estas clínicas para extranjeros que los hospitales para cubanos: sucios, a veces sin agua, sin sabanas y donde escasean los medicamentos (http://www.cubanet.org/actualidad/actualidad-destacados/las-dos-caras-de-la-medicina-cubana-clinicas-solo-para-extranjeros/)… Racistas!

  15. João de Brito

    Responda-me o Senhor a esta questão:
    – Sendo Cuba uma ilha, desprotegida e covardemente bloqueada, mesmo ali nas barbas do tubarão, como explica que ainda resista, sem grandes manifestações e muito menos grandes violências?!
    A sua resposta é previsível…
    Mas a minha é esta, porque é a que melhor casa com os factos e com as circunstâncias:
    – Cuba resiste, porque é um povo verdadeiramente culto e adulto, que não vai em cantigas e que não troca os seus princípios por uma t-shirt amarela, por um par de óculos escuros ou por uma telefonia para trazer ao ombro…

  16. Caro João, nota-se que nunca foi a Cuba. Quando um idoso lhe vier implorar que compre uma pasta de dentes, porque a dele só chega daí a 3 meses, compreenderá o quanto “resiste” Cuba. Mas parece que as coisas estão a mudar. Com alguma liberalização da economia por parte de Raul Castro, as coisas têm melhorado. Embora o embargo americano se mantenha, uma enorme coincidência.

  17. k.

    “Francisco Miguel Colaço em Outubro 16, 2014 às 14:08 disse: ”

    Então a previsivel crise, é uma crise do socialismo ou do neoliberalismo?

  18. tina

    “Cuba resiste, porque é um povo verdadeiramente culto e adulto, que não vai em cantigas e que não troca os seus princípios por uma t-shirt amarela, por um par de óculos escuros ou por uma telefonia para trazer ao ombro”

    Então porque é há tantos que tentam fugir do país?

  19. tina

    “E porque é que o Fidel Castro não gosta de ser operado em Cuba?”

    Bem visto. Se Chavez tivesse sido igualmente sensato, ainda hoje era vivo.

  20. lucklucky

    Sendo Cuba uma ilha, desprotegida e covardemente bloqueada, mesmo ali nas barbas do tubarão, como explica que ainda resista, sem grandes manifestações e muito menos grandes violências?!

    Estes Comunistas são hilariantes quando nos esquecemos dos crimes que defendem.
    Então Cuba está bloqueada porque não negoceia com os “Grandes Grupos Económicos” Capitalistas Exploradores Americanos?(1)

    Só com os Grandesa Grupos Económicos Chineses, Coreanos do Norte, Russos etc….mas parece não ser suficiente.

    Depois podemos falar das dezenas de milhares de mortos dos que fogem do paraíso Comunista.

    Estes tiveram mais sorte:
    Cuban migrants drank own blood, urine, adrift at sea for 23 days – October 5, 2014
    http://news.yahoo.com/cuban-migrants-drank-own-blood-urine-adrift-sea-143835865.html

    “Cuba resiste, porque é um povo verdadeiramente culto e adulto, que não vai em cantigas e que não troca os seus princípios por uma t-shirt amarela, por um par de óculos escuros ou por uma telefonia para trazer ao ombro…”

    É um povo tão culto que está proibido de ter internet, pode ser preso e fuzilado por escrever um poema, impedido de construir uma empresa.

    É um povo que só sobrevive com o mercado negro.

    Cuban jokes even revolve around this time frame. They joke that their economic system is ‘mixed’: the first 15 days of the month are socialist; the second 15 days are capitalist.

    In the story’s climax, you cry when you realize you’ve spent 60 cents – more than a day’s budget – on a pizza that’s actually a “six-inch slab of dough smeared with ketchup and a tablespoon of cheese.”

    É isto Cuba Comunista um enorme Crime contra a Humanidade.

    (1)Excepto os Alimentares porque a maior parte da comida de Cuba vem dos malvados bloqueadores EUA.

    http://longforum.dreamhosters.com/?p=87

    Click to access Harper-Havana-Oct2010.pdf

  21. tina

    Francisco, então o que são para si estes que defendem o regime tirano de Cuba? Apaixonados ou escroques?

  22. João de Brito

    Nenhuma destas reações me surpreende.
    São as tais respostas previsíveis, as clássicas, as politicamente corretas.
    Só uma coisa: eles vendem a pasta de dentes; nós vendemos a alma!

  23. Rafael Ortega

    “como explica que ainda resista, sem grandes manifestações e muito menos grandes violências”

    Porrada no focinho de quem levanta cabelo?

    ” Cuba uma ilha, desprotegida e covardemente bloqueada”

    Já lhe responderam, mas nunca é demais, pode ser que a água mole tenha efeito.
    Então o grandioso regime comunista não consegue um nível de vida decente sem negociar com o grande demónio capitalista americano? É por os americanos bloquearem Cuba que o grandioso comunismo só consegue produzir pobres?

    “Cuba resiste, porque é um povo verdadeiramente culto e adulto”

    Ou então porque são carneiros ignorantes. Os cultos e adultos, ou preparam a fuga, ou já fugiram, ou morreram a tentar.

  24. tina

    Fale por si, devia ter vergonha na cara. Você é que é um vendido aos seus ideais comunistas, que só fazem sofrer a humanidade. Vocês são piores do que fascistas e nazis juntos e ainda julgam que podem dar lições de moral! Deviam ser escorraçados do planeta.

  25. lucklucky

    ” Só uma coisa: eles vendem a pasta de dentes; nós vendemos a alma!”

    Alma! Se ainda houvesse dúvidas que o Comunismo é uma Religião…

  26. A. R

    Cuba é o paraíso de Castro que sempre viveu principescamente: iates, empregadas, boa comida e bebida, droga, etc. A vida do povo é colocar as jovens gineteras a vender o corpo na rua ao turista sexual que para lá viaja. E pensar que Cuba estava entre as primeiras 20 economias do mundo e agora vende-se não por pasta de dentes ou telemóvel mas a sofismas que se calhar deviam estar no museu da Lourinhã. Mas ainda há gente que pensa que o sistema de saíude cubano é decente, que a mortalidade infantil é mínima, etc, etc. Pobres diabos ignorantes e enganados.

  27. A. R

    Até aqui o modelo a Venezuela … a Venezuela já faliu. DEpois era a Argentina que não tinha pago a dívida e crescia, crescia …. está falida. Agora viram-se para a Bolívia de um cocalero, assassino no massacre de Panda e que amordaça toda a comunicação social.

  28. João de Brito,

    Uma das assumpções e premissas do comunismo é a autossuficiência. É isto que está nos manuais comunistas (e se quer saber, li-os. mais do que o João de Brito fez, com toda a certeza).

    Cuba é um país que resiste porque alguém tem as armas e poucas peias em as usar contra os esfaimados. A parte de Cuba que resiste aos que resistem sem querer resistir está em Miami, no âmago do inferno capitalista, a segunda maior cidade cubana. E, ao que me dizem (sim, tenho números), são estes os que sustentam a economia cubana através das remessas aos familiares.

    Tina,

    A paixão assolapada faz idiotas, e alinda o feio. Faz desculpar defeitos, exacerba e totaliza virtudes escassas e giza estranhas relações. Estranhamente, o vinho tem o mesmíssimo efeito.

    Logo, escroques empedernidos, apaixonados idiotas ou avinhados idiotas. Do meu ponto de vista, longe deles, é o mesmo.

    Os avinhados e os apaixonados idiotas acordarão ressacados ao lado de um corpo estranho, envergonhados do modo como ali chegaram. E ou escolhem amar o feio ou, como a Zita Seabra, criarão cabeça e pedirão um divórcio litigioso.

    Rafael Ortega,

    Tiro na mouche! Se + 1000 houvessem para dar, eu de boamente lhos daria.

  29. tina

    “A paixão assolapada faz idiotas, e alinda o feio. Faz desculpar defeitos, exacerba e totaliza virtudes escassas e giza estranhas relações. ”

    Francisco, está errado. Não é uma paixão assolapada, mas sim um sentimento de fracasso profundo, uma inveja doentia, um desejo de vingança extremo que prefere antes que todos vivam na miséria do que alguns sobressaiam.

    Há uma grande maldade, deliberada, clara, intencionada, no facto de eles não se importarem com a felicidade do povo e, pelo contrário, usarem-no como cobaias no seu desejo de vingança. Há maldade no mundo, há pessoas más, e os comunistas são sem dúvidas pessoas cruéis. Este mesmo João de Brito é uma dessas pessoas, fria e completamente indiferente ao mal que as suas ideias provocam.

  30. tina

    A única coisa que se pode desculpar num comunista é que eles são todos muito burros, devem ter um coeficiente de inteligência muito baixo, como se pode ver na prática, por exemplo, pelos cursos que frequentam, os cargos que ocupam, etc. É sabido que as pessoas mais burras são as mais cruéis, por isso faz sentido que eles automaticamente se associem a modelos de sociedade ineficazes e tiranos. Mas o que é importante é denunciá-los pelo mal que fazem e não desculpá-los por isto ou por aquilo, pois isso faz com que tenham o atrevimento de se achar melhor que os outros, quando eles são na verdade uma grande escumalha.

  31. tina

    E ainda outra coisa Francisco. Quanto mais burras são as pessoas, mais elas são movidas por causas pessoais, mais o seu ego domina o seu campo de pensamento e de ação. É o que um comunista faz, é inteiramente movido por causas pessoais e isso explica a indiferença ao mal que faz. As causas pessoais têm mais força do que qualquer outra, especialmente a humilhação e a raiva contra pessoas que se julgam superiores, que é como os comunistas sentem em relação aos que estão na mão de cima.

  32. tina

    Diria o Francisco o mesmo se um ente querido seu vivesse em Cuba e tivesse sido fuzilado por ter tentado fugir?

  33. Renato Souza

    ´1. Não é verdade que os comunistas sejam todos muito burros, Há dois tipos de comunistas: O calhorda (que freqëntemente é um psicopata) e o idiota.

    2. É sempre a mesma mentira absurda sobre esse imaginário “bloqueio” americano a Cuba. Não há bloqueio nenhum, todos os países do mundo podem comerciar com Cuba. Os EUA, exercendo a sua soberania, resolveram não comerciar com Cuba. O mais espantoso é que todo esquerdista concorda que o comércio exterior é uma política pública, e concorda que o governo de um país tem o direito de promover ou proibir o comércio com quem quiser. Porque só o governo americano não pode ter essa prerrogativa? Não há bloqueio nenhum, há embargo,motivado pelo fato do governo cubano ter se apossado de instalações de empresas americanas em Cuba. Só empresas americanas ou filiais estabelecidas nos EUA estão sujeitas a esse embargo. Ora, o que Cuba poderia vender para os americanos que não pode vender por preço igual a outras nações? E o que Cuba pode comprar dos americanos que não pode comprar por preço semelhante de outros países? E note-se que mesmo esse embargo só em relação aos EUA, é cheio de exceções. Há uma série de produtos (alimentos, remédios, etc) para os quais se abre exceção. Além disso, a imensa comunidade de cubanos que fugiram para os EUA envia uma enormidade de dinheiro para seus parentes em Cuba.

    Se conclui portanto, que o problema de Cuba é interno,

  34. Tina,

    Finja que acredita que eu sei mais do que se passa em Cuba do que a maioria dos comentadores da praça. Não me falta vontade de o dizer, acredite-me.

    Uma coisa posso dizer-lhe, porque até, bem buscada, não serei o primeiro a dizê-lo. O Fidel Castro está entre os dez políticos mais ricos do Mundo, com quase mil milhões de euros. Parte em bancos americanos.

  35. Renato Souza,

    O meu desaguizado com a Tina não se centra na tese de todos os comunistas serem burros, mas de eu afirmar de que nem todos os comunistas serem calhordas.

    Há-os calhordas inteligentes e interessados. E também apaixonados desprovidos de capacidade lógica e de capacidade de análise factual. Mas que não são necessariamente uns escroques. Burros com coração, se me permite a repetição. Sempre burros, mas com uma lágrima sincera ao canto do olho pela classe operária, seja isso o que para eles for.

    A Tina acha que todos são uns esbirros.

  36. Comunista,

    O Brownback vai ser reeleito pelos seus constituintes em eleições livres, mesmo pesando estas serem normalmente adulteradas pelo Partido Democrático e pelas suas organizações satélites através de métidos iguais aos das eleições para o PS em Portugal. Isso não lhe foi dito por esses escarralhados militantes do Daily Chunga? Está no Salon a premonição dessa recondução, em um outro sítio escarralhado, que está neste momento a esgotar o Alka-Seltzer e o Pepsanol nos Estados Unidos depois de ter escrito esse texto.

    Quanto ao socialismo, temos a Venezuela, a Coreia do Norte, Cuba, a antiga União Soviética, a Argentina, o Chile de Allende, o Brasil de Kubichek, a Angola de Agostinho Neto e de Eduardo dos Santos, a Cuba de Mao.

    And suddenly, Dorothy, we’re not in Kansas anymore.

  37. Comunista

    Conversa da treta para tentar camuflar o que é evidente: as políticas de direita aqui defendidas no insurgente são um falhanço redondo.

  38. E as políticas socialistas que defende são porventura melhores, Comunista?

    Ainda espero o tal país de matiz comunista onde a grilheta não imperasse e a miséria não prevalecesse.

    Agora, repare que o Brownback fez pouco do que aqui dizemos. Não se diminui a colecta fiscal antes de se fazer um emagrecimento do Estado, despedindo funcionários e aligeirando regulaçõesisso sim, o insurgentismo libertário que nunca foi verdadeiramente tentado em lado nenhum.

    Vou-lhe dar outra citação, para lhe mostrar os frutos do socialismo:

    «Indeed, the Soviet Union in 1985 possessed much of the same natural and human resources that it had 10 years before. Certainly, the standard of living was much lower than in most of Eastern Europe, let alone the West. Shortages, food rationing, long lines in stores, and acute poverty were endemic. But the Soviet Union had known far greater calamities and coped without sacrificing an iota of the state’s grip on society and economy, much less surrendering it. [http://www.foreignpolicy.com/articles/2011/06/20/everything_you_think_you_know_about_the_collapse_of_the_soviet_union_is_wrong, itálicos meus, um para a miséria, outro para a grilheta]»

    E um número: quatro mil milhões de dólares. Sabe o que é este número? Já lhe disse: é quanto a URSS pediu ao Ocidente, o malvado Ocidente, antes da sua queda. O mesmo número é estranhamente a quantidade de ajuda externa que a URSS recebeu nos anos 70 e 80 em alimentos do malvado Ocidente.

    Não sabia? Fica a saber.

  39. Comunista

    É tudo desculpas, desvios da atenção, alibis mal amanhados. O facto perdura – a política defendida pelo insurgente e levada a cabo pelo Estado do Kansas revelou-se desastrosa. Isto aliás qualquer um conclui só de vos ouvir mas para que não reste dúvidas em quem possa estar indeciso ou ainda disposto a dar o benefício da dúvida aí está na prática os maus resultados das políticas defendidas por si e pelo blog.

    Claro que sendo tão evidente o falhanço você fica desconfortável e tenta deslizar para temas da história da Rússia e da URSS o facto, no entanto, é que o PCP defende um projecto completamente diferente do projecto bolshevique e ainda, dado o falhanço redondo de uma experiência concreta com as políticas que você defende, que é COMPLETAMENTE IRRESPONSÁVEL continuar a defendê-las.

  40. Comunista

    “o insurgentismo libertário que nunca foi verdadeiramente tentado em lado nenhum.”

    Por insurgentismo libertário portanto você quer dizer uma política que a espécie humana sequer se dispõe a tentar implementar. Quando o planeta inteiro recusa uma política vêm um gajo e diz que o planeta inteiro está errado e ele é que está certo.

  41. «o facto, no entanto, é que o PCP defende um projecto completamente diferente do projecto bolshevique»

    Ora, a realidade desmente-o. Quem quer a nacionalização da banca? Quem quer a nacionalização da PT, por exemplo? O PCP é escroque, não estúpido.

    Se o PCP dissesse a verdade («vamos criar um KGB à portuguesa que mantenha a nossa verdade e mantê-los a todos sob senhas de racionamento, como na nossa amada Cuba e na nossa adorada União Soviética») o povo acabava hoje, para miséria vossa, de fazer o que deixou inacabado em 1975 para miséria nossa.

  42. Comunista

    Cristo até pode estar certo mas isso nada diz dos que falam, agem e vivem em nome de Cristo, dos que interpretam o que Cristo disse e não disse, fez e não fez, quis e não quis.

  43. E acha que o comunismo é bom? Olhe que ainda está para vir um país comunista onde o comunismo ou o socialismo que a isso leva não redundasse em miséria para o povo, prisão para os que pensam e opulência para uns quantos selectos.

    Lembro que as pessoas que mais falam da imprescindibilidade (sic) da escola pública e do SNS tratam-se no Hospital da Luz e têm os filhos no Colégio Moderno.

  44. Comunista

    Quanto às suas teorias sobre o PCP você é um perfeito soarista, ou seja, repete a propaganda de Mário Soares quando na altura pós-revolucionária disputou os votos da esquerda com o PCP. No debate entre Cunhal e Soares, Soares garantia que o PCP queria uma ditadura e isto enquanto Cunhal tentava chamar o PS para uma aliança de esquerda sabendo bem a matriz política do PS, ou seja, sabendo bem que essa aliança seria impossível fora do regime parlamentar. Enfim, tretas do Soares e do PS para ganhar votos.

  45. E o «em Portugal jamais haverá oportunidade para uma democracia de tipo ocidental, com há na Europa» e «as eleições são coisas burguesas» ditas por Cunhal, e felizmente gravadas em áudio? Foi o Mário Sares que mandou o Cunhal dizer essas coisas ou que o embebedou com sumo de batata?

  46. (Paris Match, 28/Jun/1975)

    Álvaro Cunhal: ce que j’affirme, c’est que des élections n’ont rien à faire, ou bien peu, avec la dynamique révolutionaire. Que cela vous plaise ou non.
    (…)

    Vous m’avez très bien compris. Je vous promets qu’au Portugal il n’y aura pas de Parlement. (sic)

    Quer mais?

  47. Comunista

    O facto de o PCP achar que o regime eleitoral é uma conquista da burguesia não quer dizer nem que o PCP não participe desse regime nem que não veja nele vantagens a preservar.

    Você é mesmo um soarista nessa matéria.

    O que disse Álvaro Cunhal em 1975 em público e para o público e não declarações desmentidas e cuja dita gravação nunca apareceu:

    “Em relação com as perspectivas da revolução, duas acusações principais são feitas ao PCP
    Uma que o PCP não quer uma solução democrática para os problemas que a revolução defronta,
    mas uma solução de força para a conquista do poder.
    Outra, que o PCP não quer eleições nem respeita o seu resultado.
    A linha do PCP responde por si só a estas acusações.

    O PCP tem afirmado e aqui queremos reafirmar que luta para que a revolução portuguesa prossiga num processo pacífico sem confrontos violentos, sem guerra civil.
    Desde o 25 de Abril, a política de golpes, de terrorismo e de guerra civil tem vindo da reacção
    fascista, e não da esquerda responsável.

    Lutamos por soluções políticas, e não por soluções violentas.

    Esta tem sido e continuará a ser a nossa orientação.
    O PCP tem afirmado e aqui queremos reafirmar que é favorável à eleição para uma assembleia
    legislativa e que respeitará a escolha popular. Isto está aliás explícito no projecto de Constituição
    apresentado pelo PCP. Mas o PCP acrescenta que as eleições devem ser livres, isto é, realizadas em plena liberdade, e não nas condições do poder local reaccionário, de pressões e coacções físicas, económicas e sociais, de perseguições aos comunistas, de clandestinidade do PCP, como se verifica actualmente em vastas regiões do país onde não chegou o 25 de Abril ou onde a reacção retomou a situação em mãos impondo localmente a supressão das liberdades e a instauração de facto de pequenas ditaduras de caciques locais.

    http://www.dorl.pcp.pt/index.php/obras-alvaro-cunhal-menumarxismoleninismo-107/2817-discurso-no-comcio-de-7-de-dezembro-de-1975-no-campo-pequeno

    Portanto repito: você foi na lábia do Soares até hoje.

  48. Comunista

    Em todo o caso, nada deste debate tem a ver com o falhanço redondo das políticas defendidas pelo insurgente na primeira vez que foram testadas na realidade no Estado do Kansas. Deu tudo errado, deu tudo ao contrário do que dizem quando botam faladura aqui no blog.

  49. Amigo,

    As palavras foram ditas, escritas, gravadas. Não tente mudar o passado. Isso é método de soviéticos, para quem o passado era incertamente certo, mas por certo o futuro era certamente miserável.

    Ele também disse que os jornalistas sentem prazer em descobrir coisas e os comunistas em ocultá-las.

  50. Comunista

    As palavras foram desmentidas. O que nunca faltou na guerra fria foram notícias falsas nos jornais. Falou-se que as palavras estavam gravadas,que a jornalista as teria numa fita, mas nunca foram mostradas, nunca se viu tal fita.

  51. ruicarmo

    Para além da realidade, a acção do Comunista desmente-o. Afinal, nem sequer é capaz de cumprir o que escreve, não resistindo sequer a comentar os meus post’s.

  52. Pravda, 23 de Junho de 1975.

    Sabe o que é que foi lá escrito, Comunista? Preto no branco, que o pluralismo em Portugal seria apenas uma fase de transição em direcção à revolução proletária.

    Parece que o Pravda também tinha as suas notícias falsas. Ou que liberdade no PCP é um monte de tretas, pero da boca, longe do coração. Decida o Comunista. Eu ainda vou acreditando que o Pravda era mesmo a boca do socialismo inter-quase-nacionalista da URSA (grafia intencional!).

  53. «Sem a destruição do antigo Estado (do aparelho da ditadura da burguesia), sem a criação do novo Estado (do aparelho da ditadura do proletariado) em bases amplamente democráticas, sem a participação real das massas na direcção política e económica, não teria sido possível realizar a revolução socialista.» Álvaro Cunhal, itálico meu.

    Esta não veio da Paris Match. Veio do Avante. Notícias falsas da guerra fria, certamente.

    «Nunca nenhuma classe oprimida alcançou a dominação, nem podia alcançar a dominação, sem passar por um período de ditadura, isto é, sem conquistar o poder político e esmagar pela força a resistência mais desesperada, mais raivosa (…)»

    Lenine, escrito numa das primeiras edições do Pravda. Certamente notícias falsas!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.