Organograma de um hipotético governo

OrganogramaAntonioCosta

Anúncios

46 pensamentos sobre “Organograma de um hipotético governo

  1. António

    Caro Mário,
    a vossa destilaria começou.
    Permita-me uma sugestão de leitura, para não fazerem figuras tristes sob a noção de pátria: “O canto e as armas”, de um autor que esteve no ultramar em combate, e não ao contrário de outros resguardados.
    Com outra finalidade poderia sugerir “Mudar” de Pedro Passos Coelho

  2. Mário Pinto

    Perante os figurões aqui apresentados e dada a (péssima) índole de alguns, eu atrever-me-ia a acrescentar Miguel Relvas ou até mesmo o Passos Coelho dos seus tempos de administrador (sem fins lucrativos, diga-se) da ONG CPPC, quando abdicou de receber de uma empresa privada – a Tecnoforma de boa memória – para não abdicar da exclusividade (!) enquanto deputado. Penso que não destoariam, de todo.

  3. rrocha

    cruzes canhoto/3 pancasdas na madeira/sal para tras das costas/ qualquer coisa que nos livre deste tipo de personagens (tirando o Costa)

  4. Luís Pereira

    O gesto do Costa de atirar o cravo para o meio das pessoas e dizer “este cravo é vosso” é bem o indício do que aí vem. Populismo em estado puro, demagogia barata, como sempre foi tibre do PS.

  5. Vasco

    Só faltam as abéculas do guterres para as finanças, do compaio para as couves e do sóares para a nova Fundação Alzheimer…

  6. Andre

    O primeiro comentador António pensa que o que aconteceu ontem foi mau para a direita.

    Mas eu considero exactamente o contrário.

    Ainda bem que o Dom Sebastião ganhou, para se enterrar todinho e de vez!! ahah

    Aliás uma curiosa ironia: Como é que o António Costa, sendo ele um campeão da divida, se candidata a PM de um país falido?!?

    “Agora é que vai começar” dizem as manchetes e comentadores. Pois eu digo que agora é que eu me vou rir, como me ri com o Hollande.

    Isto claro apesar de ser grave pois afinal é as nossas vidas que estão em causa.

  7. JP

    “O gesto do Costa de atirar o cravo para o meio das pessoas e dizer “este cravo é vosso” é bem o indício do que aí vem.”

    Veja o primeiro minuto disto e depois tire as suas conclusões:

  8. PiErre

    “Ainda bem que o Dom Sebastião ganhou, para se enterrar todinho e de vez!! ”

    Sim, mas primeiro enterra todo o país, fatalmente!

  9. Alexandre Carvalho da Silveira

    Se não forem estes e outros como estes, são quais? onde é que o Costa vai buscar gente capaz para um hipotético, muito hipotético, futuro governo liderado por ele? Só tem a tralha socretina e a tralha guterrista para o acompanhar para além da brigada do reumático.
    Quem é que no seu perfeito juízo quer ser ministro das finanças de um governo liderado por alguém cujas poucas propostas que se conhecem implicam todas pesado aumento da despesa? Talvez o prof Reis, ou qualquer obscuro prof de Economia ou de Finanças Públicas com teorias do tempo da “Maria Cachucha”.
    Economia a crescer com base no consumo interno fortemente estribado em divida e no investimento publico como ele defende, associados a uma politica de “coesão social” que já sabemos o que é que significa, é o caminho mais directo para um novo desastre.

  10. lucklucky

    Há muita gente no Complexo Político-Universitário-Jornalista para um suposto Governo Costa.
    Foram eles que o criaram.

  11. João Freitas

    Já entretidos a botar abaixo e a dizer mal ?
    Naturalmente preferiam o panconas do Seguro … azar, vão ter mesmo que puxar por vocês próprios! Acabou-se a mama da oposição se resumir ao PCP e ao BE 😉

  12. JP

    “Sim, mas primeiro enterra todo o país, fatalmente!”

    Pois enterra, mas há “festa”, que é exatamente o que se passa pelo país fora com os concertos populares no verão, pagos com o dinheiro público do IRS/IVA/outros, que a populaça julga ser de graça. É o tal “mercado interno”. Conto os dias para ver a expressão facial do sujeito como PM à saída da primeira reunião com a senhora Merkel e UE, já hollandizado.

  13. HL

    Ontem estavam todos lá, só faltou a ex ministra da educação e o Sócrates…
    Quanto a ministro das finanças o ideal seria realizar novamente o mega ministério finanças e economia e colocar o Galamba a comandar…

  14. Comunista

    “Pois enterra, mas há “festa”, que é exatamente o que se passa pelo país fora com os concertos populares no verão, pagos com o dinheiro público do IRS/IVA/outros, que a populaça julga ser de graça.”

    Quero lembrar ao sr. JP e demais idiotas que os impostos da populaça não servem apenas para amparar as brincadeiras privadas dos banqueiros com o dinheiro que a populaça já tinha depositado, os impostos da populaça também servem e devem servir para providenciar algum divertimento à populaça, nomeadamente concertos de Verão.

  15. Alexandre Carvalho da Silveira

    O comuna é fã da politica do “panem et circenses”. Lá na ex URSS o divertimento prá populaça era mais férias na Sibéria tudo à conta do IRS/IVA da DPEV (democracia popular em vigor).
    Concertos de verão? então e que tal pagar um bilhetinho? Porque é que os contribuintes do IRS/IVA/outros de Freixo-de-Espada-à-Cinta têm de pagar o “divertimento da populaça” da capital?

  16. e o titio Carlos César ficava com a AR? Olhe que é mais executivo do que um rapaz de ficar em lugar honorífico. Só um continental é que não se lembraria deste açoriano por não ver Portugal para além do cabo da Roca 😉

  17. Comunista

    lembrar ainda ao sr. Alexandre que só uma família de banqueiros custou 4 mil milhões de euros de intervenção pública. Quantos anos ou dezenas de anos de concertos gratuitos de Verão pagam estes 4 mil milhões? Sem esquecer que estes concertos geram receita, na área da hotelaria e turismo que por sua vez se constituem num retorno de parte dos gastos públicos em impostos.

  18. Bm

    Carlos César?
    Depois de ao terminar o seu governo dos Açores, ter nomeado a sua consorte e agora pensionista como promotora da futura Casa da Autonomia, Que Tal?
    Ministro da Fundação Mário Soares & das Fundações.
    A bem do Regime.

  19. Nuno

    Agradecia ao João Freitas que explicasse à malta exactamente o que distingue o Dr. António Costa do Eng. José Sócrates, de preferência nas palavras do próprio António Costa.

    Acredito que uns quantos desejem o regresso ao passado. Ainda assim tenho dúvidas que uma maioria significativa da população queira ver estas figuras de cara lavada.

    Dessa forma, seria conveniente que o Dr. António Costa fosse capaz de se distanciar delas, em vez de ter o Pedro Silva Pereira na linha da frente a dizer que o PS se “reencontrou com a sua identidade”.

  20. Discordo! Isto é uma sobrevalorização do Galamba, que ainda acaba secretário de Estado pela importância que lhe atribuem. O homem não tem valor, mérito ou percurso algum, é deputado porque foi incluído nas quotas que a fundadora do Jugular negociou com o engº…
    Prestem atenção ao Marcos Perestrello.

  21. Calma pessoal… Isto só lá vai mesmo com esta gente.
    O problema do país não ter feito as reformas necessárias foi não termos ficado mesmo sem graveto, sem pilim, zero, nada, sem ninguém para nos emprestar uns cobres para pagar ordenados. Por deixem lá os peiéses voltarem, para nos enterrarem de vez, para secarem de vez a torneira que ainda só pinga, mas à volta da qual já eles salivam… Quando chegar o dia em que não haverá “pão para malucos” é que aprendem. E aí podem ter a certeza que as reformas serão feitas!

  22. JP

    Como diria um deputado socialista, os alemães já devem ter [ambas] as duas pernas a tremer com a mega-eleição de Costa-Concórdia 🙂

  23. Comunista

    “O homem não tem valor, mérito ou percurso algum, é deputado porque foi incluído nas quotas que a fundadora do Jugular negociou com o engº…”

    Parece o Passos Coelho. Vai chegar a PM.

  24. tina

    “Quem é que no seu perfeito juízo quer ser ministro das finanças de um governo liderado por alguém cujas poucas propostas que se conhecem implicam todas pesado aumento da despesa?” Alexandre Carvalho Silveira

    Muito bem visto. Só pessoas de pouco escrúpulos. Preparemo-nos então para ver ministros do tipo João Galamba, ou seja, pessoas de formação e princípios mínimos, horizontes fechados, dirigidas obcecadamente numa direção.

  25. PiErre

    Então este governo é só de omens? E as m’lheres? Tem de haver igualdade, paridade, à luz dos novos pre(con)ceitos da Óropa. Então a Ana Gomes, a Maria de Lurdes, a Coisa e Tal, não merecem ser sinistras, perdão, ministras? Hein?!…

  26. tina

    Boa ideia Pierre, a Maria de Lurdes será a ministra anti-Corrupção e a Ana Gomes será a Ministra das pescas e peixeiradas.

  27. tina

    E não podemos esquecer Pacheco Pereira, que de certeza merecerá um lugar qualquer na Cultura e Comunicação!…

  28. Pingback: Um pouco de pudor não ficaria mal | VAI E VEM

  29. Josand

    O PS está perdido para sempre. Qualquer réstia de esperança na regeneração morreu nestas primárias.
    Primeiro pela traição a um tipo que por menos apto que pudesse parecer foi o único a ter a coragem de estar 3 anos a opor-se ao Governo PSD/CDS e que no deserto de ideias foi o único a propor uma alteração no sistema eleitoral que tinha muito de interessante.
    Segundo, qualquer outro Socialista/Grupo Socialista Não alinhado com Costa jamais tentará atingir a liderança porque já se viu o naipe de militantes e simpatizantes que o PS tem(pelo menos 68%), assim este tipo de canalhice que fizeram com Seguro tão cedo não será esquecido.
    Estão bem entregues uns aos outros.

    Com isto perdem todos os Portugueses! Se dum lado temos um PSD que esqueceu tudo o que prometeu na campanha e um CDS que nada tem a ver com a matriz ideológica do Partido, do outro temos um partido de Rapina, sem uma única ideia e que aposta tudo no Messias( será engraçado quando ele perder as eleições… graças à Internet podermos comparar todas as declarações dos seus amigos de agora e dos amigos que terá na derrota.

    Não há muitas alternativas para os Portugueses escolherem , dentro dos partidos democráticos e os Portugueses são verdadeiramente maquiavélicos. Talvez por isso produzam tantos políticos profissionais…

  30. Pingback: Sucessor de Costa na CML | O Insurgente

  31. O Sócrates aumentou o défice da Pátria? mas investiu no país? negociou condições com Bruxelas menos penosas através do Pack IV que as da Troika? mas e o que fez o Passos Coelho? aumentou o défice a troco de quê? e o que negociou ele com a Troika? Onde está a economia da Pátria?

  32. hustler

    fjgoncalves,

    você é o típico caso de uma “seita maniqueísta”, cujo líder máximo em Portugal é o mitomaníaco narrador filósofo Pinto de Sousa!

    “Normalmente os adeptos de uma seita negam que seja um grupo sectário, pois acreditam que suas visões de mundo consistem na verdade plena.”
    http://pt.wikipedia.org/wiki/Seita

    ” aumentou o défice a troco de quê?”, não deverá estar a confundir com dívida?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.