Programa de Governo 2015- “Para um Estado Social de modelo escandinavo em Portugal” (1) – Salário Mínimo

Do Salário Mínimo

Em vez de termos o Governo a coordenar com as associações empresariais, que poucas empresas representam, a negociação do salário mínimo com associações sindicais, que poucos trabalhadores representam, a ser aplicado em todos os contratos de trabalho, propomos que o Governo estabeleça o salário mínimo a praticar pelo Estado como empregador e que o salário mínimo passe a constar dos acordos colectivos de trabalho negociados entre empresas ou grupos de empresas e entre sindicatos e organizações sindicais.

A caminho do modelo de Estado Social ao estilo Escandinavo!

14 pensamentos sobre “Programa de Governo 2015- “Para um Estado Social de modelo escandinavo em Portugal” (1) – Salário Mínimo

  1. Luís

    O modelo escandinavo funciona na cultura protestante. Jamais funcionará numa cultura de Tradição Católica. Já não suporto a estupidez e ignorância dos políticos e comentadores portugueses.

  2. Ricardo G. Francisco

    Esta sequência de posts é dedicada aos Socialistas que aspiram pelo modelo de estado Social Escandinavo. Inspirado na Dinamarca, confesso.

  3. Surprese

    Gostei. É isso mesmo. Não existe salário mínimo imposto por decreto, existe sim um mínimo de salário que o Estado está disposto a pagar.

    E cada sector, associação, sindicato, região, sem imposição legal, acertará as condições mínimas do trabalho remunerado.

    Aliás como comentei num outro post do CGPinto, num tom irónico que não foi compreendido por uma parte dos leitores.

  4. Luís

    Caro Francisco,

    os modelos que temos são cópias de modelos importados recriados pelo chico-espertismo das «elites» para favorecer «interesses».

    Mas existe um modelo que funciona na Tradição Católica.

  5. hustler

    “Esta sequência de posts é dedicada aos Socialistas que aspiram pelo modelo de estado Social Escandinavo”, essa da Escandinávia ser um bastião socialista é um mito!
    Há bem pouco tempo o Miguel Noronha postou algo sobre isso:

    https://oinsurgente.org/2014/05/08/o-mito-do-socialismo-sueco/

    Há aqui uma grande confusão entre socialismo e social democracia, um estado social monopolista vs serviços públicos que competem com a iniciativa privada (e não ao contrário) , planeamento central vs liberdade de negócios, liberdade financeira, liberdade à propriedade privada, liberdade ao investimento, assistencialismo subsidiado vs políticas redistributivas.

    In a conclusion based on facts and hard numbers, we can see that Scandinavia is not an example of successful socialism by any measure. It’s not a terrible place to live, but it’s clearly not the utopia that liberals love to make it out to be.

    The above facts and figures prove that socialism did not make these countries great. These countries have small, homogenous populations, oil money and free markets. These countries do well despite high taxes, not because of high taxes.

    Plus, if you look around the world at true socialisms, you’ll see massive failures. Historically, socialism (and other forms of collectivism) has always resulted in poverty, starvation and widespread death. Scandinavians are fortunate that they don’t yet live in an all-out socialism.

    http://www.libsdebunked.com/socialism/scandinavian-socialism-argument/

  6. Hustler não posso estar mais de acordo.
    A malta aqui na tuga esquece sempre um “pormaior” do modelo nórdico: a liberdade económica. É que impostos altos não rimam com asfixiante regulação e estrangulamento “burrocrático”, Mas os nossos socialistas continuam a pensar que é possivel chuva na eira e sol no nabal…

  7. Josand

    Qual era o modelo do Estado Novo? Como se comportava a economia portuguesa na altura?

    Quais eram as regras da Concertação Social ?

    Respondam a esta pergunta e aí têm algo que funcionou bem em Portugal, com inspiração portuguesa e sem pretender imitar modelos que por melhor que parecessem… não funcionaram lá muito bem por cá…

  8. Luís

    «Qual era o modelo do Estado Novo? Como se comportava a economia portuguesa na altura?

    Quais eram as regras da Concertação Social ?

    Respondam a esta pergunta e aí têm algo que funcionou bem em Portugal, com inspiração portuguesa e sem pretender imitar modelos que por melhor que parecessem… não funcionaram lá muito bem por cá…»

    Em que momento da História do Brasil, Chile, Argentina, Portugal ou Espanha houve um desenvolvimento económico sustentado e proeminente? Tudo países de Tradição Católica…

    Qual era o tipo de Regime nesses momentos?

    Pois…

  9. Luís

    O Socialismo não funciona nos países de Tradição Católica. Em Portugal não vislumbro uma Direita com um programa adaptado à nossa realidade social. Até o CDS tem tiques de Esquerda.

  10. Aliás eu até costumo dizer que em Portugal não temos verdadeiros partidos de direita: no parlamento estão 4 de esquerda, um mais-ou-menos e outro assim-assim. Em Portugal é pecado ser de Direita.

  11. Luís,

    No caso do Chile, a democracia teve mais crescimento económico (na óptica do produto, primeira derivada) que a época de Pinochet, dirigista com laivos de mercado livre. A época de Pinochet ainda assim foi melhor neste aspecto que a época de Allende, esse sim, socialista soviético. A época de Allende sobrevive nas caçarolas, que são o meio de protesto das donas de casa na América Latina para contestar as políticas económicas de diversos países (ainda recentemente no Brasil foram utilizadas).

    Josand,

    O crescimento económico dos anos 70, em meio a uma guerra, é um facto notável no Mundo. A liberdade económica do final do Estado Novo deu os seus frutos. Infelizmente, o condicionamento industrial que persistiu em alguns sectores de compinchalidades tolheu a industrialização do país e impediu o crescimento económico de ser ainda maior.

    Junte liberdade económica com liberdade política e terá a receita para que Portugal venha a tornar-se mais rico que a Espanha, a França ou mesmo a Alemanha. (descontada a hipérbole!)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.