Temos herdeiro para a CDU

‘Having achieved virtually none of the objectives it said it fought for, at a cost of 2,000 dead and 500,000 displaced, Hamas tries to make the case it won the war.

Exhausted, battered and traumatized from 50 days of fighting and incessant Israeli bombardment, Gazans are now pouring through the streets lined with the rubble of former buildings and breathing a collective sigh of relief. Whether flocking to reopened cafés or pulling cinder blocks out of their blown-out living rooms, as the ceasefire takes effect people are feeling they have withstood the worst and survived. It’s a sentiment Hamas is seizing on to try and claim “victory” in a war that has yet to end the seven-year siege of Gaza – which was supposed to have been its purpose when Hamas was launching rockets at Israel.

Rather than focusing on an agreement that doesn’t seems to get Palestinians anything more than they got at the end of the 2012 war, Hamas changed from its wartime claims that it was fighting a battle to end the blockade to new rhetoric about victory in survival and repelling the Israeli ground invasion.’

O resto em The Daily Beast.

3 pensamentos sobre “Temos herdeiro para a CDU

  1. Comunista

    Os herdeiros do antissemitismo sistemático – direita, conservadores, católicos – agora que já têm um país para onde poder mandar os judeus, passaram a anti-palestinianos militantes.

    O resumo é um povo perseguido pela europa, pela igreja e pela cristandade, depois pelos nazis como corolário de 2 mil anos perseguição, precisou de um país para poder existir. E os palestinianos a pagar o pato do antissemitismo brutal dos cristãos.

    Seguem palavras do Papa Pio X, no começo do século XX.

    “Noi non possiamo favorire questo movimento. Non potremo impedire gli Ebrei di andare a Gerusalemme—ma favorire non possiamo mai. La terra di Gerusalemme se non era sempre santa, è santificata per la vita di Jesu Christo (ele não pronuncia Gesu, mas Yesu, com sotaque veneziano). Io come capo della chiesa non posso dirle altra cosa. Gli Ebrei non hanno riconosciuto nostro Signore, perciò non possiamo riconoscere il popolo ebreo [Nós não podemos aprovar este movimento. Não podemos impedir os judeus de irem a Jerusalém – mas nunca poderemos favorecê-lo. A terra de Jerusalém, se não foi sempre santa, foi santificada pela vida de Jesus Cristo. Eu, como chefe da Igreja, não posso dizer outra coisa. Os judeus não reconheceram Nosso Senhor, por isso não podemos reconhecer o povo judeu].”

    “Eu sei, não agrada ver os turcos na posse dos Lugares Santos. Nós simplesmente temos que nos conformar com isso. Mas apoiar os judeus na conquista dos Lugares Santos, isso não podemos”.

    “Sim, mas nós, e eu, como chefe da Igreja, não podemos fazer isso. Há duas possibilidades. Ou os judeus se agarrarão a sua fé e continuarão a esperar o Messias que, para nós, já chegou. Neste caso, eles estarão negando a divindade de Jesus e nós não podemos ajudá-los. Ou eles irão para lá sem qualquer religião e, então, muito menos ainda poderemos favorecê-los.

    “A religião judaica foi o fundamento da nossa; mas ela foi substituída pelos ensinamentos de Cristo e nós não podemos lhe conceder qualquer validade. Os judeus, que deveriam ter sido os primeiros a reconhecer Jesus Cristo, não o fizeram até hoje”.

    http://fratresinunum.com/2014/05/26/non-possumus/

    É isto, grandes imbecís, é isto a vossa herança histórica de antissemitismo bruto e estúpido que obrigou os judeus a precisar de um país longe de vocês. Agora vêm armar-se em defensores dos judeus. Os judeus tiveram de fugir do catolicismo, do cristianismo, do direitismo, do que que é a VOSSA HERANÇA HISTÓRICA. Os palestinianos são hoje sacrificados pelo governo de Israel por causa dessa vossa herança de idiotas que levou a matanças brutais de judeus pela “civilizada” Alemanha. E olhem que já foi durante o tempo da televisão. Não foi há muito tempo.

    Hojem também querem apresentar a Alemanha como exemplo a seguir. PORQUE RAZÃO SE HAVERIA DE SEGUIR O EXEMPLO DE UM PAÍS QUE TEM NA SUA HISTÓRIA MUITO RECENTE A MATANÇA INDUSTRIAL DE JUDEUS E CIGANOS, vocês lá saberão.

  2. k.

    O Hamas é feito de maluquinhos que têm um povo inteiro refém e oprimido. Não podem admitir derrota, porque seria admitir a esse povo que todos os sacrificios foram em vão.

    Acho também interessante como de lado a lado, as razões mudam.

    Inicialmente Israel começou a “prender” Palestinianos em resposta ao assassinato de 3 jovens (até hoje não apresentou provas que o Hamas ordenou o assassinato) – Israel matou uns 20 palestinianos no processo.
    O Hamas retaliou com os seus rockets para acabar com a “opressão Israelita” (“opressão do Hamas é coisa que não existe, claro)
    Israel começou a atacar Gaza para acabar com os ataques de rockets, e entrou em Gaza para acabar com os “tuneis terroristas”

    No final disto tudo:
    Israel venceu, apesar do Hamas continuar em Gaza, e poder reconstruir os seus tuneis e misseis à vontade (que os três jovens assassinados ainda não tenham visto justiça já não interessa)
    Hamas venceu, apesar de Israel continuar a cercar gaza, e além de civis mortos, gaza tenha sido parcialmente convertida a escombros (que a opressão israelita continue, já não interessa)

    Enfim – não percam as cenas do próximo episódio, porque nós, também não.

  3. Mário Pinto

    É muito bom saber onde estão os maus (na Palestina) e onde estão os bons (em Israel). É que assim nunca erramos, quando atiramos bombas (para os maus) ou supositórios (para os bons).
    Adoro maniqueístas! É que as escolhas deles tornam a nossa vida tão fácil!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.