No Fio da Navalha

O meu artigo desta semana no ‘i’. O mistério e o poder dos segredos.

O sentido do mistério

A nova revista inglesa “Porter” publicou no seu primeiro número, o da Primavera deste ano, um interessante artigo de Carole Radziwill, intitulado “Is mistery dead?”, sobre o poder do mistério e do segredo no mundo dos media e das redes sociais. Neste artigo, Carole, viúva de um sobrinho de Jacqueline Onassis, compara a áurea de mistério e segredo que rodeava as celebridades de outrora, como Jacqueline, com a exposição mediática dos que se querem importantes agora.

A relação é interessante porque, e nos termos daquele artigo, tanto o segredo como o mistério, a par da exposição mediática, servem à publicitação de uma imagem. Só que, enquanto hoje se é conhecido porque se sabe tudo dessa pessoa, antes era-se ilustre (e admirado) porque se desconhecia a maior parte.
De acordo com Carole Radziwill, os famosos falavam apenas quando queriam ser ouvidos. Quando deixavam escapar pistas que alimentavam a imaginação. Esta fazia o resto de forma que a fama e o renome fossem o que cada um quisesse que fosse. Uma celebridade era como uma página em branco que cada um preenchia de acordo com a sua vontade.

A diferença em relação à fama de hoje é colossal. Agora tudo é exposto e tudo se sabe: onde se esteve, o que se comeu, o que fazem os filhos, como é o interior das casas e por aí fora. Pouco resta à imaginação. O que é pena, pois, não sendo as celebridades melhores que os restantes homens e mulheres, a sua vida, sendo demasiado real, deixa de fazer sentido.

2 pensamentos sobre “No Fio da Navalha

  1. João

    De facto, há uma décadas atrás o mistério que rodeava os famosos dava-lhes uma aura de semi-deuses caminhando entre os mortais.

    Com o advento da internet, e mais especificamente do social-media, acabamos por retirar a óbvia conclusão que esta gente são mamíferos como nós e que, infelizmente, na maior parte dos casos são absolutamente medíocres e vazios.

    Nunca entendi a necessidade da adoração de estrelas que trespassa a nossa sociedade.

    Desde as estreias de filmes cheia de gente aos gritos aos concertos de música em que o que interessa é o cantor/a e não a música em si, às sessões de assinaturas de livros, hoje em dia toda a gente e a mãe tem um livro publicado, a espera de futebolistas no aeroporto, seja para louvar ou para insultar, enfim um sem número de comportamentos inexplicáveis.

    Numa pesquisa realizada na Nova Zelândia em 2009, cerca de metade dos adolescentes admitiu ser mais influenciada por celebridades do que pelas pessoas que conhecem. Preocupante.

    Neil de grasse Tyson, cientista e o novo apresentador do programa Cosmos, disse numa entrevista que cresceu a admirar e tendo como “role model” os astronautas da NASA. Hoje em dia admiram-se pessoas como Kim Kardashian, Justin Bieber e Paris Hilton , só para enumerar alguns maus exemplos.

    Os programas de televisão em Portugal, e no resto do Mundo, como ídolos, Secret story, Big brother e outros tantos afins, vendem fama engarrafada pronta a consumir. Mas o pior não é isso, o pior é que há milhares de pessoas prontas a “seguir” e admirar ao ponto de fanatismo estas estrelas instantâneas.

    Ontem cheguei a casa tarde e enquanto jantava tentei ver notícias. Não consegui em nenhum canal português. Os canais dedicados somente a notícias estavam todos com programas dedicados ao futebol e aos futebolistas , debatendo “ad nauseam” , como é hábito, todos os pormenores e detalhes dos clubes e das vidas dos futebolistas. Tive de mudar para BBC world news.

  2. dervich

    A deambulação por outros posts fez-me passar ao largo deste que curiosamente, está excelente, não só no texto principal como no comentário acima.

    Quem procure (mais) uma razão para perceber porque uma juventude desmotivada, desesperançada e desenraizada procura conforto nos jihadistas, talvez devesse meditar no que aqui consta…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.