Os 80 Compromissos Do Tó Zé

80Compromissos

Os 80 Compromissos Do Tó Zé estão disponíveis aqui. O documento é relativamente extenso, mas deixo aqui alguns destaques, em particular do compromisso 75 em que basicamente o Tó Zé espera que a União Europeia financie ad eternum o despesismo do estado Português.

1. Criar “Plano de reindustrialização 4.0” do país que responda às necessidades das atividades já instaladas e que promova e apoie novas indústrias, posicionando o país na nova vaga industrial.

16. Promover o Programa Portugal em Rede – Modernizar e investir nas Conexões de Portos e Aeroportos, promover investimento em banda larga. Fazer de Sines o Porto Europeu do Canal do Panamá alargando o hinterland até Madrid.

17. Criar uma Estação Oceânica Internacional, com valências fixas e móveis, que será concretizada através das equipas existentes em Portugal alavancada por parcerias internacionais existentes e a desenvolver no âmbito da Estratégia 2020, em particular a sua componente para o Atlântico.

27. Não aumentar a carga fiscal durante a próxima legislatura.

28. Não efetuar mais cortes nos rendimentos dos trabalhadores e dos pensionistas.

29. Acabar com a “Contribuição de Sustentabilidade”: Revogar a “TSU dos pensionistas” é um imperativo.

30. Não despedir funcionários públicos e repor o seu rendimento em função da evolução da economia e das receitas do Estado.

31. Implementar um plano de combate à fraude e à evasão fiscal com o compromisso de

que parte da receita fiscal arrecadada será canalizada para a eliminação progressiva da sobretaxa do IRS.

33. […] Aumento do salário mínimo e das pensões mais reduzidas, como forma de combate à pobreza e ao apoio à recuperação da procura interna; […]Reposição dos níveis de proteção social assegurados pelo complemento solidário […] para idosos e pelo rendimento social de inserção;[…] Reforço da proteção dos desempregados de longa duração através da extensão do subsídio social de desemprego no âmbito da atual situação de emergência social;[…]

35. Cumprir a escolaridade obrigatória até aos 18 anos e atingir no final da legislatura a meta de 10% para o indicador do abandono escolar precoce, reduzindo assim este indicador para metade.

44 Recusar o plafonamento das contribuições para a Segurança Social.

48. Apostar no crescimento verde, numa economia de baixo carbono, com prioridade no combate às alterações climáticas, energias renováveis e eficiência energética.

56. Fazer uma reforma da Administração Pública, a partir de uma reengenharia do funcionamento dos organismos do Estado baseada numa auditoria integral de processos, eliminando duplicações de competências e estruturas, criando serviços de apoio, que prestem serviços comuns ou partilhados a outros serviços.

66. Caminhar para o equilibro das contas públicas, temporalmente equilibrado, assente numatrajetória plurianual, mais intensa à medida que a economia retome e revele sinais sólidos de crescimento, evitando políticas pró-cíclicas.

75. Participar ativamente na negociação do Novo Pacto Europeu, necessário para ultrapassar a crise da zona euro, completando e reequilibrando a União Económica e Monetária através da criação de instrumentos imprescindíveis para gerar uma dinâmica

de convergência: 1) Apoiar o crescimento e o emprego garantindo uma verdadeira coordenação das políticas económicas e sociais dos países da zona euro, para que os Estados membros com superavits mais elevados possam absorver mais exportações daqueles que precisam de crescer;3) Reduzir o peso da dívida nos orçamentos nacionais através de uma ação forte do Banco Central Europeu e com novos instrumentos de mutualização europeia que reduzam o peso da dívida passada e o custo da emissão da dívida futura; 4) Apoiar o reequilíbrio das finanças públicas complementando os orçamentos nacionais com uma capacidade orçamental própria da zona euro para apoiar investimentos e reformas e para proteger de choques económicos; 6) Compensar alguns choques assimétricos e não penalizar duplamente os países mais atingidos pelo desemprego é importante refletir sobre a possibilidade de mutualização do subsídio de desemprego para os países com taxas de desemprego acima da taxa média da União Europeia; 8) Finalmente, para tornar todas estas decisões mais democráticas, é preciso reforçar o papel

do Parlamento Europeu e articulá-lo melhor com o dos Parlamentos nacionais. Dotar

a Zona Euro de uma capacidade de governação própria ao nível legislativo e executivo.

Saberá de facto o PS fazer contas?

Leitura complementar:

  1. Seguro TV Shop
  2. As 15 promessas de Seguro em Português
  3. Seguro faz promessas, mas não mostra contas

10 pensamentos sobre “Os 80 Compromissos Do Tó Zé

  1. Gil

    Desculpem a interrupção, mas é só para recordar que as próximas eleições são… para o Parlamento Europeu.

  2. JSP

    Ao ver isto,pensei em indigência mental – mas não, quem quer que tenha sido que concebeu aquela “coisa” está a contar com a indigência mental dos outros.
    Creio ser a explicação mais provável.

  3. Marco

    Fossem só do Inseguro … estávamos bem. Isto é o espelho do normal politico português, da esquerda à direita. Passos, Sócrates também o diziam/fizeram, se calhar não mostraram foi que eram tão inúteis e incompetentes como este …

  4. JP

    O que acaba de passar no noticiário com o Tó-Zero quase a deitar lagriminhas de plástico por causa do empresário que tinha 19 funcionários antes da crise (que corrigiu para uma tal crise “deste governo”, porque antes não havia crise) faz lembrar a campanha para a reeleição de Vale e Azevedo como presidente de clube de futebol.

  5. «Li isto e meti logo a mão à carteira!»

    Espere, meu caro Manuel Guimarães, a sua quota dos oitocentos e cinquenta milhões de euros (que facilmente triplicarão), que é aquilo que eles (o PS) dizem que isso custa. Repare que não pode dividir essa qota por dez milhões (85 euros, duplicando ou triplicando de certeza), mas por menos de três (os que trabalham no privado). Os restantes sete milhões estão divididos entre beneficiários das medidas e pessoas a quem estas passam por cima da cabeça sem lhes tocar.

    A sua quota, assim como a minha, SÓ DESTAS MEDIDAS será cerca de EUR 300, duplicando ou triplicando de certeza na justa medida em que este valor de 850 milhões de euros foi simplesmente atirado para o ar a ver se cola no tecto.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.