Seguro TV Shop

seguroDirectamente de quem promete não prometer nada que não possa cumprir, chegam os 80 compromissos do Tó Zé. Pela amostra destes 15 compromissos (os únicos conhecidos até ao momento), é com grande expectativa que fico a aguardar pelos restantes 65.

A minha preferida pela originalidade é a estação oceânica internacional nos Açores (número 7). É ainda reconfortante saber que depois da tentativa falhada do governo actual, será o PS a levar a cabo, finalmente, a reforma do estado (número 14).

  1. Acabar com a TSU dos pensionistas
  2. Revogar os cortes no Complemento Solidário de Idosos
  3. Não despedir na função pública
  4. Lutar contra a fraude e a evasão fiscal
  5. Estabelecer um acordo de concertação estratégica
  6. Apresentar um plano de reindustrialização do país
  7. Criar uma estação oceânica internacional nos Açores
  8. Celebrar um pacto de emprego
  9. Não aumentar a carga fiscal
  10. Separar o público e o privado no Serviço Nacional de Saúde
  11. Reduzir para metade a taxa de abandono na escolaridade obrigatória
  12. Recusar o plafonamento das contribuições para a segurança social
  13. Procurar que, no quadro do Tratado Orçamental, o país chegue a um saldo estrutural de 0,5% do PIB
  14. Promover a reforma do Estado
  15. Lutar por uma nova agenda para a Europa

Leitura complementar: As 15 promessas de Seguro em Português.

14 pensamentos sobre “Seguro TV Shop

  1. AA

    nem uma vez fala em aumentar pelo menos 50% a felicidade de tod@s @s portugues@s. que grande insensibilidade social.

  2. JP

    Há no discurso de ontem do Tó-Zero algo de ainda mais assustador: ele coloca o país literalmente nas mãos da Europa para sair do atoleiro – as culpas do que se passa e passou cá dentro estão na política Europa e no dinheiro da Europa que os outros países têm de nos pagar (não vale a pena enredar – esta gente quer o país a mamar subsídios ad infinitum ou endividar gerações futuras para 300 anos). Isto são pensamentos de quem não acredita no seu país, nem faz a mínima ideia do que lhe fazer, nem percebe que estas mamas criam precisamente um país dependente e doente, estruturalmente artificial, cheio de vícios que acabam entre teias complicadas, nos TGVs, estádios, Ota e fantasias adjacentes, etc.

    Está-se mesmo a ver como acabaria um governo deste D.Quixode de La Merda.

  3. O compromisso de (in)Seguro é igual ao do actual Governo: Promover a reforma do Estado”. Não significa implementá-la!

  4. Gil

    No discurso feito com base em afirmações não justificadas, tudo é possível porque nunca se fala no “quando” e no “como”. E este é um dos dramas da estado a que chegamos na nossa democracia: não se discute política. De tal modo assim é, que várias destas “promessas”, vão ser repetidas pelo PSD na campanha para as legislativas. Vale uma aposta?

  5. tina

    Ele sabe muito bem que nunca terá maioria e que estas medidas nunca passarão mas por agora dão muito jeito para captar os votos dos idosos e dos funcionários públicos. Se em vez de 6 funcionários públicos por cada 10 cidadãos, houvesse 6 privados por cada 10, a sua agenda seria totalmente diferente.

  6. tina

    “Lutar contra a fraude e a evasão fiscal”

    Porque é que não começam antes a dizer “lutar contra a corrupção na política”, “responsabilizar políticos por gestão danosa de dinheiros”, “acabar de vez com fundações”, etc. Para os socialistas, os maus são sempre os privados, enquanto os funcionários públicos e os políticos são santinhos. Os que vivem da mama e os corruptos são protegidos enquanto os privados, os que ainda fazem alguma coisa pela economia, são perseguidos.

  7. Caro Seguro/Galamba/Zorrinho (a trindade da asneira),

    Gostaria de cumprimentar Vas. Exas. por haverem posto Portugal à frente da corrida espacial. Por estes dias já temos, graças aos vossos esforços, uma base lunar de conceção inteiramente lusa. Congratulamo-nos por serem Vas. Exas. os mais distintos portugueses a viver em permanência no mundo da Lua.

    Esperamos agora que consigam minerar os anéis de Saturno para pagar as vossas propostas. Temos a certeza, a dar crédito às palavras de Vas. Exas., que maneira arranjarão de o fazer.

    Com os meus maires respeitos,

    Um português que ainda não parou de rir.

  8. Euro2cent

    > corrida espacial

    Ia lendo “corrida especial” – como em “special needs”, um eufemismo recente para imbecilidade.

    Também fazia sentido.

  9. Nuno

    Também gostei da proposta de reindustrialização. Será através da nacionalizacao da indústria pesada: estaleiros, siderurgias, metalomecânica?

  10. Bento 2014

    O rapaz anda cheio de TSU, mas com tanto tempo em pé se chegar a hora da verdade já murchou.

  11. Pingback: Os 80 Compromissos Do Tó Zé | O Insurgente

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.