55/240

Dos 224 ajustes directos assinados no espaço de três anos pelo ex-director geral de Infraestruturas e Equipamentos do Ministério da Administração Interna (MAI), João Alberto Correia, 55 estão na mira do Departamento Central de Investigação e Acção Penal (DCIAP)(…)

[E]xistem indícios de que, nalguns casos, seria o próprio beneficiário do contrato a escolher por que valor a obra seria feita e a seleccionar as empresas que seriam suas concorrentes no negócio: nalgumas situações, os supostos beneficiários estavam representados em mais do que uma empresa da lista. As ligações maçónicas também estarão a ser analisadas pelos investigadores, já que alegadamente alguns dos beneficiários destes ajustes directos seriam membros da loja 25 de Abril, do Grande Oriente Lusitano (GOL), à semelhança de João Alberto Correia, filho de um antigo grão-mestre dessa corrente maçónica: João Rosado Correia, ex-ministro de um governo liderado por Mário Soares.

Quando o que está em causa é o benefício próprio a eficiência é enorme.

Como lembrou um insurgente mais dado à maledicência, este seria aprovado com louvor e distinção pelo CRESAP.

Um pensamento sobre “55/240

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.