Professor Nuno Serra, está chumbado

Da mesma fonte de onde em tempos surgiu o escândalo do aumento do emprego de curta duração, que afinal era só uma aldrabice estatística, surge-nos agora este post do Doutor Nuno Serra, ilustre membro do blogue Ladrões de Bicicletas e do Congresso das alternativas.

O doutor Nuno Serra tenta ilustrar a sua ideia de que durante o mandato do actual governo a população activa não empregada aumentou substancialmente. Para o fazer coloca o gráfico abaixo:

activosememprego

O número de erros deste gráfico é inacreditável, e seria de bradar aos céus mesmo para um aluno de primeiro ano de faculdade. A escala está incorrecta e cortada de forma a fazer as diferenças relativas parecerem maiores do que são. Num texto que fala do impacto do actual governo, o único ponto de referência incluido diz respeito a 3,5 anos antes de o governo entrar em funções. Na verdade, entre a entrada do novo governo e o final de 2013 passarram a haver mais 152 mil activos desempregados, comparado com os mais 276 mil activos desempregados resultante dos mandatos do governo anterior. Mas, para não dizerem que só faço críticas destrutivas, fica aqui o gráfico bem feito. O Doutor Nuno Serra está à vontade para o usar.

activagraph

(Nota: já depois deste post ter sido publicado, o Nuno Serra corrigiu a escala do gráfico. O Nuno Serra também respondeu a este post aqui)

18 pensamentos sobre “Professor Nuno Serra, está chumbado

  1. JoaoMiranda

    Engraçado o gráfico ter a mesma escala que o da pobreza que vem a seguir. Alguém tem uma forma muito confusa de fazer gráficos.

  2. Luís FA,

    Que substância? Que desde há um ano o emprego sobe?

    Os números de desemprego são lixo. Os diversos agentes podem coloca na população ativa quem quiserem, e assim p desemprego é o que um burrocrata quer fazer dele. os números de emprego, por outro lado, são reais.

    Onde posso encontrar os dados da massa salarial portuguesa, revelada nos descontos para a segurança social? Tenho vontade de colocar o Pandas (em python) a funcionar.

  3. Vasco Jesus

    Caro Carlos,
    Consegue disponibilizar o ficheiro inicial?
    Já não fui a tempo de capturá-lo no site (quero usá-lo em aula).
    Esta oportunidade não pode ser desperdiçada 🙂
    Obrigado

  4. @ Francisco Miguel Colaço – Abril 15, 2014 às 14:04
    Francisco, boa tarde, — Antes da crise sempre pensei que no momento em que fosse necessário “reformar” Portugal – referindo-me especialmente ao “monstro” estado -, o desemprego iria disparar para valores nunca vistos. A minha “previsão” andava nos 20% nessa altura.
    O Desemprego é a consequência inevitável (embora profundamente nefasta) de termos o país que conhecemos. Aquilo que não vale a pena é dourar a pílula e discutir se é mais décima ou menos décima, ou se olhamos pelo prisma de quem trabalha ou de quem está desempregado, ou se o gráfico está direito ou torto… Até porque os números também podem ser ilusórios. E, nem todo o emprego é “saudável” do ponto de vista económico, como muito bem sabe…
    Portanto a “substância” é a realidade, e o não andarmos permanentemente com “politiquices” demagógicas em torno de interpretações desta, quando ela é mais do que clara e salta à vista.
    Por fim, estou com mau humor e acho o gráfico do doutor Nuno Serra muito mais bonitinho e informativo do que o do Carlos Guimarães Pinto, apesar de considerar que tanto um como o outro estão a tentar dar-me a volta e manipular-me enquanto leitor… 😉

  5. Miguel Noronha

    Já percebi. É o Carlos que faz os gráficos para a Fox. Ou então existirá outra relação entre estes e o do Nuno Serra que escapa.

  6. Luís FA,

    Quando eu vir 500.000 funcionários públicos a menos a sugar do cão contribuinte, aí poderei dizer que reformas foram feitas.

    Até lá, é apenas conversa de político. Entre promessas do Socrápula e desculpas do Coelho, vai-se mantendo no essencial tudo na mesma, com o país que trabalha a pagar o país que não quer largar a teta.

    Meu caro Luís, não há cão que aguente tantas carraças.

  7. Luís FA,

    «E, nem todo o emprego é “saudável” do ponto de vista económico, como muito bem sabe…»

    Tem razão. Vejo-os todos os dias empregados nos armazéns das câmaras municipais de três municípios. Adestram os seus talentos de bisca lambida.

  8. José

    Nem quero acreditar que seja verdade, de facto o gráfico apresentado neste post NÃO CORRESPONDE ao post do mesmo Nuno no Ladroes de Bicicletas! O eixo das ordenadas tem escalas diferentes! O que aconteceu? Espero que o autor deste post não tenha ainda aderido aos milagres econômicos! É fuleiro para não ir mais longe na classificação do artista.Mas está bem pode ser um hábito adquirido com os raciocínios na linha dos milhões de pensões de sobrevivência de 25000 €, dos milhares tipos do RSI com mais de 100000€ no banco e outras tretas tão a gosto dos ignorantes que por aí andam a reformar Portugal.
    NB não tenho nada ver com o Nuno Serra , nem com a lógica do artigo , apenas me despertou atenção a grosseria do erro!

  9. tina

    Eu pus um anúncio no OLX para arranjar mais dias de trabalho à minha empregada doméstica e ela foi inundada de ofertas. Fiz o mesmo para a irmã e ela também já tem entrevistas marcadas. De facto, a oferta é tanta que elas podem trabalhar 7 a 8 horas por dia se quiserem. A 7 euros por hora, podem ganhar mais de 1000 euros/mês. Fiquei a perceber que, pelo menos aqui em Lisboa, só não trabalha quem não está disposto a fazer todos os tipos de trabalho. É bom saber que pelo menos os outros, os mais pobres, têm trabalho.

    PS Pus o anúncio pago, a 9 euros por 10 dias, assim volta ao topo todos os dias.

  10. José

    Pois é Tina,
    Como diz o queridíssimo Portas e o fidelíssimo Lambretas o pais está cheio de malta que não quer trabalhar ! Basta uma mulher a dias ou melhor à hora para cada um dos assessores secretárias e motoristas dos gabinetes ministeriais e anexos para reduduzir o desemprego feminino em vários pontos percentuais! Você anda um bocado embalada pelas conversas da treta…mas vamos lá se há tanta gente disposta a trabalhar a 7 € à hora porque não oferecer menos? É assim que funciona o mercado não é? é por isso que nas empresas de limpeza pagam a 3€ por hora e têm gente a trabalhar , é claro que essa gente é malta que não consulta o OLX! É gente que começa a trabalhar às 5 ou seis da manhã para poderem mandriar à vontade!

  11. Vasco Jesus

    Caro José,
    Partamos do principio que os 3€ hora são líquidos. Façamos algumas contas para o valor hora.
    3 € x (1.11) = 3.33 € é o valor base. Assumamos que a taxa de IRS = 0%
    3.33 € * (1.2375) = 4.12 € hora
    Este é o montante do custo do trabalho para a empresa que contrata a senhora-a-dias.
    A diferença entre os valores seria 7 – 4.12 = 2.88 € hora
    E para que servem esta ‘mais valia’ da empresa? Este roubo de 2.88 € hora?
    Serve para:
    – pagar os seguros necessários
    – suportar parte da burocracia da empresa (muita exigida pelo estado)
    – pagar os consumíveis utilizados no serviço
    – pagar outros eventuais custos do trabalho (deslocações, ….)
    – a diferença entre trabalhar 11 meses e receber 14
    – o esforço comercial da empresa
    – pagar a credibilidade da empresa (quem é que contrata um total desconhecido?)
    – pagar a formação necessária
    – pagar taxas, impostos indirectos e afins
    – pagar IRC
    – pagar o risco da empresa
    – pagar todos os salários e obrigações (SS e afins) do pessoal não contributivo da empresa (todos aqueles que não estão directamente nas tarefas de limpeza).
    – pagar a ‘segurança’ de um ordenado fixo no fim do mês, independentemente de como corra o negócio
    – dar lucro à empresa

    Eu diria que é surpreendente como tudo isto é suportado por uma parcela de 2.88 € hora

    No instante em que a senhora-a-dias achar que está a ser enganada pela empresa, pode demitir-se e trabalhar por conta própria, assumindo muitas das obrigações que anteriormente estavam sob responsabilidade da empresa.

    Por último, um desafio.
    Aproveite a exploração que está a identificar (a suposta diferença entre os 7€ e os 3€) e recrute todas essas pessoas por 5 ou 6 € hora, e concorra directametne contra as outras empresas ‘gananciosas’.

    Vasco Jesus

  12. tina

    “mas vamos lá se há tanta gente disposta a trabalhar a 7 € à hora porque não oferecer menos? É assim que funciona o mercado não é? é por isso que nas empresas de limpeza pagam a 3€ por hora e têm gente a trabalhar , é claro que essa gente é malta que não consulta o OLX! É gente que começa a trabalhar às 5 ou seis da manhã para poderem mandriar à vontade!

    O mercardo é a forma mais justa pois paga a quem está disposto a fazer trabalho sujo e a correr riscos. As empregadas domésticas que trabalham para agências têm trabalho seguro, segurança social, etc, estão mais protegidas do que uma que trabalha por conta própria. O tradutor freelancer que trabalha de casa sem se maçar muito também teve de descer muito os seus preços, até para menos de 7 euros à hora! Pelos vistos não há muita disponibilidade de empregadas domésticas por conta própria e por isso podem negociar o seu preço na região de 6 a 8 euros/hora.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.