Livrem-nos deste liberalismo, que do socialismo livramo-nos nós

O meu pequeno contributo no campo da opinião política nacional, n’A Batalha.

Sabemos que caminhamos seguramente para uma desgraça ainda maior, quando o líder da oposição António José Seguro se refere ao actual governo como o “Governo mais ultra-liberal da História do país”.

 

11 pensamentos sobre “Livrem-nos deste liberalismo, que do socialismo livramo-nos nós

  1. Rinka

    3 reparos:
    1) Mais liberdade é bom? Repare que foi a liberdade que provocou a crise internacional.
    2) Menos estado significa o fim das ajudas aos bancos, escolas privadas e afins?
    3) continuar a insistir na receita que provocou a maior crise mundial, pós 1929, não me parece uma boa ideia… Se calhar está na hora do “mercado” ser regulado, não acha?

  2. ruicarmo

    1- É bom e desejável.
    2- Sim, sou por um estado minímo.
    3- É bom recordar os anos de socialismo constitucional que ofereceram aos portugueses três bancarrotas em 40 anos.

  3. Marco

    ” líder da oposição António José Seguro”

    Líder da oposição ? Esse inútil é uma alma perdida que por ali anda … de líder pouco tem … e segue o que lhe dizem …

  4. castanheira antigo

    “Repare que foi a liberdade que provocou a crise internacional.”

    Esta asneira de tanto repetida transformou-se numa “verdade” aceite pelos media e por todos aqueles que andam distraídos .
    A crise internacional foi provocada pela manipulação macroeconómica levada a cabo pela FED /Alan Greenspan / governo americano afim de escapar à recessão provocada pela “bolha” tecnológica. Dessa maneira colocaram artificialmente a taxa de juros extremamente baixa e incentivaram através de varias organizações a compra de imobiliário (habitação) por toda a gente , mesmo aqueles que não tinham qualquer rendimento. Isto gerou uma bolha de tal ordem que teve o efeito que todos conhecemos .Nada disto tem a ver com a liberdade mas sim com a regulação que incentivou a irracionalidade.

  5. rmg

    Já não posso ouvir falar no Krugman pela boca (ou teclado) dos mencheviques de serviço ..

    Aliàs o próprio Krugman também já está farto de ouvir falar nele próprio !

  6. Os Estados Unidos do Obamistão são a prova cabal de que o Krugman não sabe do que diz ou não diz do que sabe. Os Estados Unidos estão a dois anos da bancarrota, e isso com muitos «se» pelo meio.

    Os democrápulas e os rebimbocanos por lá vão-se assegurando de que a liberdade se vai e de que os amigos ficam com os bolsos forrados; e de que os impostos virão, pesados, para sustentar um estado sôfrego e uma burrocracia ululante.

    Mas não há dinheiro no Mundo para resgatar os Estados Unidos. Isto é que tem de ser lembrado.

  7. castanheira antigo

    K , não seja arrogante e pare para pensar . Tivesse a FED deixado funcionar o mercado e não interviesse com juros baixos e incentivo á compra de habitação a bolha imobiliaria não teria existido e nunca teríamos uma crise daquela envergadura.
    Alias como bem diz , Francisco Miguel Colaço , no comentario atras , o estado americano está a cometer neste momento novamente o mesmo erro de intervenção que levará a uma crise muito maior do que a de 2008 , nos proximos anos.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.