Maduro precisa melhorar a escola bolivariana

Opposition demonstrators take part in a protest against Venezuela's President Nicolas Maduro's government in Caracas

Venezuela Students Killed In Protests

Thousands of students take to the streets of Caracas to protest against the economic policies of President Nicolas Maduro.

10 pensamentos sobre “Maduro precisa melhorar a escola bolivariana

  1. Pingback: Contra-revolucionários na Venezuela | O Insurgente

  2. António

    Caro JMS,
    não se trata de perguntar por onde andarão os socialistas e comunistas nesta caixa de comentários, trata-se sim de perguntar por onde andarão os amantes da liberdade. Eu sou uma pessoa livre de esquerda e estou aqui. Vocês não estariam na primeira linha de defesa da liberdade quando Pinochet estava no Chile?
    (provavelmente não!!!)

    P.S.: Na Venezuela de Maduro, apesar de tudo, creio que haja mais liberdade que no Chile de Pinochet!

  3. ruicarmo

    Comparar a liberdade entre ditaduras é um exercício tão progressista. Mas creio que os resultados das economias estão à vista.

  4. António

    Caro Rui,
    não é nenhum exercício progressista, é a constatação da realidade, nas últimas eleições venezuelanas a direita não ganhou, pelas razões que sabemos. Não creio que no Chile de Pinochet tenha a esquerda alguma vez se apresentado a eleções.
    Meu caro, a economia não é tudo na vida. De que serve uma boa economia num povo sem qualquer tipo de liberdade!
    Defende a escravatura?

  5. ruicarmo

    Caro António, é claramente um exercício progressista, culminado com uma pergunta clássica. A etapa seguinte seguinte é questionar-me sobre o Hitler. Entretanto, gostaria de saber a sua opinião sobre as eleições venezuelanas e o que pensa da revolução iniciada pelo defunto Chávez.

  6. António

    Caro Rui,
    não creio que seja um exercício progressista e que termine com a pergunta clássica. É a evidência. Creio que hoje, os debates politicos, são muito maniqueistas e são protagonizados por pessoas sem nenhuma memória histórica. Geralmente, esses debates, são dominados ou por economistas ou por juristas, como se eles esgotassem todo e qualquer saber sobre a realidade.
    Quanto à questão que me coloca, lendo Anna Arendt verifica-se que é um verde aprendiz. Apesar disso, o defunto e o Maduro, contou, e conta, com a simpatia da esquerda a da direita governativa em Portugal, devido aos ditos interesses económicos.
    Já agora, permita-me que lhe pergunte, não a pergunta clássica, mas sim o que pensa de um eventual encontro entre os dois Maduros, o venezuelano e o português. Tratar-se-iam por primos, ou diriam que preferiam antes… branco. Isso sim é um exercício de devaneio, ou se preferir a pergunta do exercício progressita, qual dos dois “trama” melhor o seu povo? (Já que quer uma pergunta demagógica!)

  7. António

    Caro ‘luckluckly’,
    lamento a sua obtusidade, é uma coisa que vai ter que aprender a viver com ela!
    Os meus sentimentos!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.