“Grama que a esquerda pisa não cresce nunca mais”

10 pensamentos sobre ““Grama que a esquerda pisa não cresce nunca mais”

  1. Hern

    A questão da esquerda/direita em Portugal ainda é resultado da proibição de partidos de direita com os Pactos MFA Partidos de 1975, que o mais à direita que foi autoriazado foi o Partido do CENTRO Democrático e SOCIAL!

  2. A. R

    O Comunista perde as estribeiras: já grita! Nunca viste isto antes nos teus paraísos não é?

    Olha para Argentina e a fome que lá teima em voltar depois de Peron?
    Olha para o louco que sentado num poço de petróleo sem fim tornou a Venezuela num açougue e no paraíso da fome e da escassez?
    Olha para o Zimbabwe que sendo um celeiro de África até as árvores em volta da capital tiveram que queimar para cozinharem e onde a cólera se tornou comum?

    Explica por quê, comuna. Explica!

    Estes comunas são patéticos e cegos para lá da racionalidade humana

  3. António

    Cara Graça,
    aguardamos, pois, o seu próximo video. Montanha ou praia?

    P.S.: li num outro texto seu que aprecia o trabalho de Benedict Cumberbatch em Parade’s End. Nessa série, permita-me que a questione e e desculpe-me a maldade desta pergunta, em que personagem se revê melhor, das que interagem com a desse actor: Silvya, a católica esposa, uma mulher plural; ou Valentine, a inocente sufragista. A primeira, por certo, à época, mais próxima dos valores da direita e a segunda dos da esquerda?

    Saúde e fraternidade (cumprimento de despedida utilizado em Portugal na época histórica da referida série)

  4. António

    Cara Graça,
    tomando o seu gosto pela personagem, a Silvya, permita-me que lhe lance uma provocação:
    que pena não haver comboios para Viseu!

    No debate esquerda – direita, tenho que lhe dar a mão à palmatória para reconhecer que, efectivamente, a direita fala verdade em relação à esquerda. Como alguém me lembrou, basta ver os exemplos do eurodeputado do CDS/PP Diogo Feio e do ex-deputado do PCP Honório Novo. O primeiro é mesmo feio, já o segundo, por mais que queira, nunca será novo!

    Cumprimentos!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.