Abaixo a pouca vergonha

Juno_sweden_tits

Críticos de arte, removam o Barroco.

16 pensamentos sobre “Abaixo a pouca vergonha

  1. tina

    “I think it is more a feminist issue. It’s tiresome (looking at) a bare-breasted woman when I sit at public dinners with foreign guests. I think it feels a little hard to sit there with men who look at us women.”

    Concordo com isto.

  2. Vivendi

    5 mil anos de civilização ocidental para acabarmos entregues à bicharada do marxismo cultural e a outras civilizações.

    Qualquer dia cada ocidental terá um carimbo socializante no meio da testa para ser aceite na sociedade.

  3. paam

    Tina,

    Não é a representação de uma mulher, mas sim de uma Deusa romana, esposa de Júpiter e rainha dos deuses romanos, que era considerada a protetora e conselheira do Estado e do Império Romano. Além disso também era considerada a protetora, e a guardiã, do espírito das mulheres. O mês de Junho é assim chamado em sua honra.

    É uma das figuras femininas mais marcantes da história do ocidente que permaneceu viva por mais de dois milénios. Talvez a senhora Susanne Eberstein deve-se estudar um pouco mais de arte e até poderia aproveitar a oportunidade para explicar aos seus convidados estrangeiros a riqueza cultural que aquele quadro possui.

  4. Syme

    Fiquei estupefacto com esta canalhice: é mais um deprimente caso de ódio à arte e civilização ocidental, com um pretexto completamente hipócrita e cobarde de inexistentes “sensibilidades” ofendidas, para satisfazer o gosto bárbaro pela destruição.

    Os canalhas que fazem coisas destas sabem que podem contar de antemão com a estupidez bovina da manada, tal como o primeiro comentário ilustra (note-se que os canalhas que destroem arte sabem muito bem o que fazem e por que motivos o fazem). A autora do comentário deve seguir urgentemente a sugestão do “Paam” e ir aprender alguma coisa sobre história e arte: ao contrário dos peitos de Juno, uma tamanha exibição de ignorância e desassombro de manada é que é verdadeiramente obscena.

  5. joao

    acompanhem o debate publico sobre os resultados do PISA nas escolas suecas e o terramoto desencadeado sobre os amleficos da imigração e percebam que algo está a mudar na europa. Durante anos os activistas e políticos liberais fanáticos do politicamente correcto dominaram e regularam a seu belo prazer, chantageando os seus opositores com o epiteto de racista. Mas tudo tem um limite e o povo está a perder o medo e começam a aparecer politicos e intelectuais sem medo de dizer que o rei afinal vai nú. Estes episódios ridículos que apenas acontecem na tentativa de apaziguar e comprar os muçulmanos são apenas uma tentativa desesperada dos liberais de comprar os fanáticos. As barbas do profeta não estão à venda e estado social multicultural Sueco está de rastos

  6. Francisco Miguel Colaço

    «Qualquer dia cada ocidental terá um carimbo socializante no meio da testa para ser aceite na sociedade.»

    Acho que num livro qualquer escrito há quase dois mil anos atrás lhe chamavam «A marca da Besta». Eu chamo-lhe «A Certificação das bestas».

    A palavra certificação não existia em grego no tempo de João de Patmos. Quanto às bestas, aturamo-las desde os primórdios da civilização, com o seu bestial expoente iniciado em 1917.

  7. Francisco Miguel Colaço

    Já na Holanda um muçulmano, vereador, queria proibir os cães.

    As pessoas sempre poderiam ter tarântulas de estimação. É mais islâmico.

    (Um cristão copta, egípcio, com fatwa de morte sobre ele, disse-me que é voz corrente entre cristãos que o Maomé detestava cães, segundo relatos contemporâneos, porque quando ia de noite comer as mulheres alheias os cães davam o alarme.)

  8. Ifdl

    É preciso ser muito tarado para observar aquele quadro e ver pornografia !
    Tenham vergonha os que defendem a remoção daquela pintura.

  9. joao

    nada de novo, afinal falamos de países que até já não celebram o natal nascimento de cristo , mas umas festividades seculares para agradar a ateus e muçulmanos…

  10. JSP

    As voltas que a História dá: já repararam que os valores cristãos ocidentais têm, hoje em dia , o seu paladino na “Santa Rússia”‘?…
    E noutro registo, mais domèsticamente irónico : o “motto” Deus, Pátria e Autoridade, que fez carreira aqui “á pontinha” ,estabeleceu arraiais por tempo indeterminado na estepe euro-asiática…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.