Um visionário

Acabo de ouvir Ângelo Correia, na TVI24 (naquele programa em que Judite de Sousa se empenha em berrar mais alto do que Medina Carreira fala, impedindo os telespectadores de o ouvir), dizer que o problema de Portugal foi “não ter aderido à Revolução Industrial”. Um génio. Só lhe faltou dizer que a solução para os problemas do país era a sua localização geográfica ser algures na Westephalia.

11 pensamentos sobre “Um visionário

  1. JS

    Um dos problemas de Portugal pode não ter sido exactamente esse, mas foi sem dúvida o idiota do Salazar com a sua ideia do condicionamento industrial…

  2. JLeite

    Quando se deseja distrair do que realmente interessa não há como invocar uma pseudo-causa remota para pôr o pessoal calado a pensar.

  3. DF

    Se não tivesse rebentado o ouro todo em barbaridades talvez tivesse tido revolução industrial. A Inglaterra e outros agradecem!

  4. ricardo saramago

    Gente! Oiçam este homem!
    Bastava ter feito uma leizinha a decretar a nossa adesão à revolução industrial.
    Onde é que os nossos governantes têm a cabeça?
    Quem não adere está degraçado.

  5. Lucklucky

    A Revolução Industrial não chegou a Portugal porque as SIC’s, TVI’s, RTP’s da altura não deixavam haver concorrência, mudança.
    O Português quer cada macaco no seu galho. Não quer mudança. Cada um na sua capelinha.
    Para isso tem muitas leis. Por isso é que Universidade de Coimbra nasceu e prosperou enquanto a chamada “Escola de Sagres” , uma eventual futura Universidade de Ciência morreu.

    Inovação significa destruir o “equilíbrio” que existe. Significa nascimento de novos poderes que vão tirar poder a quem o tem.

  6. Francisco Colaço

    Lucklucky,

    A dita escola de Sagres nunca existiu. Fez escola, mas nunca deu uma única aula.

    É um mito seminal bonito, no entanto.

  7. lucklucky

    “A dita escola de Sagres nunca existiu. Fez escola, mas nunca deu uma única aula.”

    Sim eu sei que há várias teorias, e mesmo o secretismo que algumas descobertas impedia a transmissão do conhecimento. .
    No entanto poderia ter evoluído para algo mais sistematizado.
    Que me lembre o período das descobertas foi o primeiro período em que se tentou em Portugal um começo de ciência. Poderia ter-se evoluído na matemática, geometria, geografia por exemplo.

  8. Pingback: Quarenta anos depois | O Insurgente

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.