Não há crime, dizem os progressistas

O assassinato e a violência fazem parte do dia-a-dia dos venezuelanos. A solução encontrada pelas autoridades dificilmente poderia ser mais eficaz e humanista: acabam-se com os números oficiais, retira-se o tema da agenda mediática e censuram-se os orgãos de comunicação social que tiveram o topete de abordar o tema. Assim, não há milagres que resistam.

4 pensamentos sobre “Não há crime, dizem os progressistas

  1. Para quem goste de saber vale a pena ver os meios usados pelos media da oposição na Venezuela. Diria que se não é escrita de sarjeta é pelo menos autentico terrorismo mediatico. E apoiado por institutos e organizaçoes de “liberdade informação” que se não foram criadas nos EUA e Londres para esse fim especifico parece mesmo. Claro que Chaves tinha uma força que este Maduro parece o Seguro de lá.

  2. ruicarmo

    Parece que em boa verdade, tudo se resolve com um apertado e eficaz controlo sobre os orgãos de comunicação social. No caso, desaparecem os assassinatos. Ah glorioso Chavez.

  3. FilipeBS

    O comentário do sr. comentador cristof9 é realmente inacreditável. Aposto que é um salazarista. No tempo de Salazar não havia em Portugal “escrita de sarjeta”, nem “terrorismo mediático” apoiado por “institutos e organizaçoes” estrangeiros.
    Bem, agora a sério… Lamento imenso, o que se passa em países como a Venezuela devia ser uma vergonha para a humanidade. 56 homicídios por 100k habitantes??? Castigar quem revela esta verdade??? Isto sim é o esgoto da humanidade.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.