Quão Geral é uma Greve Geral?

Talvez hoje valha a pena recordar um artigo da Maria João Marques82% dos trabalhadores nunca fizeram greve na sua vida. Apenas 9% fez greve nos últimos cinco anos.

A CGTP não quis cair no ridículo, mas a UGT saiu-se com este número: 50%!

De alguma forma, Ridículo não é suficiente para sequer começar a descrever este número. Mais de 2.000.000 em greve? Devem ter passado o dia na praia, só pode…

6 pensamentos sobre “Quão Geral é uma Greve Geral?

  1. A. R

    A dois dias de greve geral por ano só podemos tirar uma conclusão: é possível baixar os salários da função pública em pelo menos 1%. A malta se aguenta a perder salário para fazer greve “ai aguenta, aguenta” com mais um corte.

  2. Pingback: FAQ sobre a Greve Geral | O Insurgente

  3. Pingback: Greve Geral – Uma opinião pessoal | Ricardo Campelo de Magalhães

  4. andre

    Por falar em praia, por acaso ontem numa das 567 noticias sobre a greve geral, a SIC teve o bom senso, inteligência e até diria, OUSADIA, em ir à praia entrevistar umas quantas pessoas.

    Notei que alguns não se quiseram descoser, e disseram que estavam de férias mas que fariam greve se não estivessem de férias (pois sim…)

    Mas uma dessas pessoas teve a coragem de ser honesta e disse-o com toda a clareza: Estou de greve sim senhor mas estou de greve na praia!

    Para além da banalização que greves e manifestações já demonstram, começam a demonstrar outra coisa: São dias de férias. Quer seja na praia ou em caas, sempre é um dia que se compensa para o “roubo” que o governo fez ao nos tirar 2 feriados, um deles o da Santa cristina.

  5. andre

    Por falar em Ousadia, já agora, ninguém viu o Arménio Carlos em directo na SIC pelas 20h10?

    Eu vi e ouvi bem o senhor jornalista, parecia vindo de outro país autenticamente, quando se vira a pergunta “A UGT disse que era 50%, não considera pouco? Não será um efeito da banalização das greves?” O Arménio até ficou Azul, lá teve de repetir a máxima de todas as greves “Foi um estrondoso sucesso, não avanço com números (vá lá ontem não foram 800mil pessoas no terreiro do paço”.

    Não sei o que deu ao jornalista, mas eradestas perguntas que se precisava, foi muito bom de ver!!

  6. Comunista

    Aí se explica porque razão em Portugal se chegou ao ponto em que estamos. Os governos em Portugal sempre estiveram à vontade, nunca são perturbados pelo povo e portanto seguiram como quiseram o caminho que nos trouxe até aqui.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.