Medida adicional para estimular a actividade económica

Eliminar as portagens nas SCUTs.
São ilegais (via BT). Dão prejuízo. E são pouco usadas, cada vez mais.

17 pensamentos sobre “Medida adicional para estimular a actividade económica

  1. Eu, defender aumentos de impostos? Não, o prejuízo fica mesmo com as construtoras, pois ficam apenas com o que já recebem do Estado.

    João Miranda, depende do conceito de “prejuízo”. Preferiria que falasse em níveis de transferência diferentes e em variações marginais, talvez…

  2. silver

    Excelente post Ricardo.Por vezes não concordo com alguns dos seus posts, mas hoje acertou em cheio :).É bom ver novas ideias e alternativas :9

  3. JoaoMiranda

    Ricardo,

    Não há qualquer prejuízo. A cobrança de portagens reduz os custos do Estado com as SCUT.

  4. JLeite

    Bem, não estou na plena posse dos meandros do negócio das PPP rodoviárias mas, do que tenho lido a rentabilidade do negócio está garantida para os concessionários. Assim, se o utilizador não utilizar terá o contribuinte que pôr o restante. Ou não é assim?

  5. Não João Miranda.
    A cobrança de portagens AUMENTA os custos do Estado com as SCUT, pois como as passagens são muito baixas e a rentabilidade do negócio prometida às concessionárias aumentou (dizem que para encobrir riscos), o estado na verdade paga agora mais do que antes estava previsto pagar no mesmo ano. A questão é mesmo essa João…

  6. JoaoMiranda

    Ricardo,

    O texto que linca no post diz claramente que as portagens cobrem 1/3 dos custos. Sem portagens esse 1/3 seria pago pelo contribuinte.

  7. E o João a dar-lhe…
    1 – Eu li os links antes de os publicar. Gostava de ter encontrado outros mais explícitos, mas foi esses que encontrei em 15 minutos e foi os que publiquei, mas eu tinha lido.
    2 – Fala em 34%. Eu li a percentagem.
    3 – Se viu os outros links, leu que antes o estado pagava menos que os 66% que agora paga destas portagens em algumas concessões.
    4 – Se leu o link que refere, verá que parte do que é cobrado vai para os pórticos (41% no exemplo dado)
    5 – Estes cálculos nem sequer entram em consideração com redução da actividade económica nas regiões mais afectadas, como por exemplo Aveiro ou Algarve.

    Dá mesmo prejuízo. Do tipo de prejuízo que o João referia ao dizer que “A cobrança de portagens reduz os custos do Estado com as SCUT.”, o que infelizmente para o Estado não é verdade.

    E se juntarmos os efeitos todos e anularmos entradas com saídas, o que fica é o ataque às empresas que vivem perto destas e a diminuição de actividade económica daí resultante.
    Tudo muito mau, portanto.

  8. JoaoMiranda

    «« Se viu os outros links, leu que antes o estado pagava menos que os 66% que agora paga destas portagens em algumas concessões.»»
    .

    Ricardo,

    Pode indicar onde isso está escrito?

  9. Luís

    Para o turismo português não faz muito sentido haver portagens na Via do Infante. Na província de Huelva não há, e como se sabe os andaluzes concorrem directamente com o Algarve pela captação de turistas do Norte e Centro da Europa. Para além disso a restauração andaluza é medíocre e todos os fins-de-semana milhares de andaluzes iam ao sotavento algarvio consumir nos nossos restaurantes…

  10. Pingback: João Cravinho, liberal ou lafferiano? | BLASFÉMIAS

  11. gr0uch0marx

    Joao Miranda a Mota até se lhe ria um dente quando se mudou o modelo e as SCUT passaram a ter portagens. O Ricardo Campelho às vezes atira ao lado (deve ser por estar sempre a atirar) mas neste caso tem razão. Em todo o caso estão ambos a falar de cor porque ninguem nesta thread analisou os contratos anteriores e os novos.O que vale é que não se paga ao post, é tipo SCUT.

  12. Eu até gostava de ler os relatórios, mas os contratos públicos remetem todos os cálculos para outros contratos cuja divulgação é proibida sobre pena de prisão…
    … o que diz logo tudo sobre a opinião dos próprios sobre a “justiça” dos mesmos,

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.