As Metas Pouco Ambiciosas Do Tó Zé

Na capa do semanário Expresso de hoje é apresentada a notícia de que o Tó Zé Inseguro vai propor durante o Forum dos Progressistas Europeus que a União Europeia estabeleça como o objectivo para 2020 que nenhum país tenha uma taxa de desemprego superior a 11%.

Ó Tó Zé, se é para estabelecer assim objectivos, porquê 11%? Sê mais ambicioso, homem. Porque não 1%?

Metas_Seguro

10 pensamentos sobre “As Metas Pouco Ambiciosas Do Tó Zé

  1. Sérgio

    Isto, do “home” que não queria nada na constituição que limitasse o deficit! Preparem-se para atingirmos 200% com o inseguro!

  2. ricardo saramago

    O Tó Zé passou noites a estudar o desemprego.
    Fez cálculos, mediu as pernas duma cadeira, foi à Caparica e provou água do mar, ouviu em segredo os conselhos de Mário Soares.
    Tomou umas imperiais e comeu tremoços com os seus conselheiros e introduziu os dados no seu iphone.
    Já era tarde e não chegavam a acordo – jogaram às moedas para ver quem pagava a conta.
    Divide-se a coisa decidiu o Tó Zé – São 11 euro a cada um.
    Fez-se silêncio.
    11………..%
    E assim se fez história.

  3. AA

    11% é um ultraje — TóZero podia ter escolhido o crescimento económico e a sustentatibilidade social, e claramente escolheu a austeridade empobrecedora e a destruição neoliberal do modelo social.

  4. Joaquim Amado Lopes

    João Cortez,
    Não seja mauzinho com o Tó Coiso. Afinal, ele está a dizer que o PS vai dar trabalho a metade dos desempregados. O PCP e o BE não quererão deixar os créditos por mãos alheias e vão certamente chegar-se à frente e tratar do resto.
    Já sabemos que se fossem os ultra-neo-liberais do Governo a terem esta iniciativa a factura sobrava para nós. Mas é o Tó Coiso portanto podemos ter a certeza que é mesmo o PS que vai arranjar o dinheiro. No mínimo, merece o benefício da dúvida.

  5. JP

    Na verdade, a proposta de Seguro foi, matematicamente, bem mais fantástica, segundo o noticiasaominuto.com:
    «”Proponho que a UE estabeleça como objetivo para o ano 2020 que nenhum país possa ter uma taxa de desemprego superior à média europeia”, afirmou António José Seguro, na sua intervenção no Fórum dos Progressistas Europeus, que juntou na capital francesa líderes dos partidos socialistas de países do»

    Só falta agora proibir as empresas de falir por decreto, ou calcular as médias pela mediana.
    Será isto um proibição de despedimento encapotado? Ou uma anedota em forma de “cromo”?

  6. tina

    Ou seja, passa-se a aceitar oficialmente que 11% podem ser vítimas. Se passar disso, é que então há razão para indignação. É assim que Seguro se conta defender contra os 11% de desemprego que haverá no seu mandato de acordo com a extrapolação da curva de desemprego.

  7. Marco

    Seja direita, seja esquerda, seja o que fôr, a política Portuguesa como a Europeia está cheia de Incompetentes, corruptos e idiotas … é o que é …

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.