A exploração colectivista é uma vergonha

 

Raquel Varela acusa de indignidade moral pessoas que não têm a mesma opinião que ela sobre o salário mínimo. Seguindo o mesmo critério, devo concluir que Raquel Varela não tem dignidade moral, por as políticas colectivistas que defende em público serem a causa do desemprego que grassa pelo país.

 

Anúncios

10 thoughts on “A exploração colectivista é uma vergonha

  1. Cuidado André, aquela gente do 5 dias é muito susceptível a sentir-se ofendida com este género de comentários. Não tarda vão dizer que aqui n’O Insurgente só sabem criticar com ofensas.

    Todos sabemos que chamar indigno, ignorante, idiota, imbecil é perfeitamente aceitável só quando se defende o superior interesse das medidas propostas pelo 5 dias ou as fantásticas ideias de que não devemos nada a ninguém (não esquecer que esta senhora fez as contas, curiosamente pagas com dinheiro proveniente dos impostos de quem trabalha e não tem tempo para inventar tais genialidades). Defender ideias opostas já justifica todos estes adjectivos.

    Sou forçado a admitir a minha falta de dignidade moral, mas só a moral. Dignidade amoral até tenho um bocadinho.

  2. Caro BGracio,
    Eu não acuso ninguém do quer que seja. Apenas tiro conclusões com base nas premissas que me são dadas e que servem para qualificar de moralmente indigno quem não tenha as mesmas opiniões que a Raquel Varela.

  3. Brytto

    Atenção, ainda nao vi aqui uma merecedora pequena manifestação de solidariedade que fosse para com a Ex.ma Sr.a Dra Raquel Varela. Se ela levar o seu critério avante, estou certo que a sua alimentação diária deve ser um pesadelo. Estou mesmo a ver a RV a apetecer-lhe uma manga e questionar-se a si próprio quando ganhará o pobre empregado que a apanhou, deve ser angustiante !…

  4. André, de acordo. Eu tirei uma conclusão muito semelhante em resposta ao post da Raquel Varela.

    Efectivamente, eu gostaria de ver a RV a explicar a alguém que tenha que tentar sustentar uma família com um salário mínimo que deveria ter vergonha. Gostaria também que a RV explicasse, de forma minimamente coerente, o que deveria qualquer indivíduo fazer em alternativa a ter que aceitar o salário mínimo. Mas sei bem que estou a pedir muito…

  5. tina

    Alguém devia perguntar àquela iluminada o que ela prefere, ter salário mínimo que ainda dá para comprar bens ou nem sequer ter bens para comprar e viver em favelas. Afinal a Venezuela seguiu exatamente a política de salários elevados e custos de bens controlados que os iluminados de esquerda defendem.

  6. jhb

    “Estou mesmo a ver a RV a apetecer-lhe uma manga e questionar-se a si próprio quando ganhará o pobre empregado que a apanhou, deve ser angustiante !…”

    Há várias redes de comércio justo onde se pode fazer compras de produtos sem ficar com problemas de consciência em relação a estas coisas.
    P. ex. http://www.fairtrade.org.uk/

  7. Pingback: No Brasil, a versão mais bolchevique da Raquel Varela, que não tarda a lá chegar | O Insurgente

  8. Rúben Lopes

    Os blogues da extrema-treta têm uma rolha enfiada no cu. Adorei a sua demonstração de “dignidade humana” para com o Martim. Quando o ego esquerdista é posto em causa, as calúnias desfloram.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.