Um caso difícil

caa_gaia

Carlos Abreu Amorim pede a demissão de Vítor Gaspar

Questionado sobre a existência de problemas no interior da coligação PSD/CDS, o deputado respondeu que “quer Pedro Passos Coelho quer Paulo Portas são grandes políticos e são homens com uma enorme capacidade de resolver problemas”, acreditando que os problemas “serão certamente ultrapassados”.

Moreira da Silva considera declarações de Abreu Amorim “inaceitáveis e “incorrectas”

“Quero em nome do PSD lamentar estas declarações e esperar que o Dr. Abreu Amorim tenha condições para explicar qual era a intenção, na medida em que essas declarações são, do ponto de vista dos princípios, inaceitáveis, do ponto de vista estratégico, incorrectas e, do ponto de vista eleitoral, ineficientes”, salientou Jorge Moreira da Silva.

Anúncios

13 thoughts on “Um caso difícil

  1. tina

    Espero que não ganhe nada em Gaia para aprender que os eleitores não são tão estúpidos como ele pensa.

  2. A.FC.M.

    Sou amigo pessoal de Carlos Abreu Amorim há muitos anos e garanto que não perdoarei qualquer ofensa que lhe seja feita e que eu considere que pode preencher o tipo de crime de injúria ou difamação. Comunicarei de imediato ao próprio para agir judicialmente, querendo, visto que se trata, em princípio, de crime particular. Portanto, cuidado. O liberalismo anarquista ainda não chegou aos Tribunais.

  3. Pingback: Como é difícil ser liberal em Portugal (2) | O Insurgente

  4. Gaussian blur

    @A.F.C.M.
    A liberdade de expressão, por outro lado, já chegou há uns quantos anos.

  5. A. FC. M.,

    Tenha tento. Quem está na causa pública tem de ter arcaboiço para apanhar com uma ou duas injúrias. Tenho a certeza de que o Dom Quixote Amorim não precisa de uma jumentária escudaria para vigiar as hostes. Se ele necessita, acha necessitar, deseja ou acha conveniente tal expediente, então não deve estar na causa pública.

    O que não faltam por aí são anedotas com o Pinto da Costa, o José Sócrates, o Isaltino de Morais e o Jerónimo de Sousa.

    Aliás, poderíamos começar:

    O Carlos Abreu Amorim, o Isaltino de Morais e o Jerónimo de Sousa entram num bar. As estatísticas demonstram que são 1/3 de imbecis, 2/3 de abolatados e 3/3 de socialistas.

  6. 😀 “O liberalismo anarquista ainda não chegou aos Tribunais” mas a parvoice tambem não abandonou este comentador de blogues. Nossa senhora que não faltam calhaus com olhos…

  7. A.FC.M.,

    Nos tempos da monarquia contra a qual o teu amigo palhaço tanto vocifera, não só diziam coisas muito piores dos nossos monarcas, ainda por cima injustamente, como até chegavam a fazer ameaças implícitas e explícitas à sua vida. O teu amiguinho, para além de palhaço, é também um mentiroso e oportunista. Bradou desde sempre contra os aumentos de impostos e a favor dos cortes de despesas, mas à primeira oferta de uma sinecura, não se importou de defender o que antes atacava, como provam as votações. Agora, por considerações meramente egoístas, se vira contra a mão que o alimentou, sem sequer expor o que deveria ser a política económica deste governo, o que faz dele um covarde. Criticar sem oferecer uma alternativa exige tanta bravura como ameaçar por detrás das iniciais do suposto nome.
    Vá em frente com a sua ameaça. Provar que as ofensas dirigidas ao teu amiguinho são justas é fácil, afinal, bastará lembrar as próprias palavras dele ao longo de vários anos e as comparar com os seus actos enquanto político.

  8. Joaquim Amado Lopes

    A.FC.M. (7),
    “Diz-me com quem andas e dir-te-ei quem és.”
    Não era preciso o A.FC.M vir aqui demonstrar que CAA é um cretino. Isso é do conhecimento geral há muito tempo.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s