Afinal o milagre Venezuelano não é tão miraculoso quanto isso…

… ao ponto de ele agora ir de joelhos ao Brasil pedir comida e energia (!):

Presidente venezuelano se reúne com Dilma e busca ajuda para enfrentar crise de energia e de abastecimento

Em sua primeira visita ao Brasil turno presidente da Venezuela, Nicolás Maduro pediu ajuda à presidente Dilma Rousseff para abastecer seu país. Com a grave escassez que ameaça a estabilidade do governo venezuelano, Maduro pediu vendas emergenciais de alimentos ao Brasil e ajuda para desenvolver a agricultura no país, além de apoio para enfrentar a crise no setor elétrico que tem provocado constantes apagões.

“Conversamos longamente para apoio nesse sentido. O Brasil, uma vez mais, estará aqui para atingirmos o objetivo de curto prazo de nos abastecer”, disse o presidente venezuelano na declaração à imprensa, após uma reunião de mais de duas horas com Dilma.

Os ministros da Agricultura de Brasil e Venezuela reuniram-se com suas equipes para determinar quais alimentos são mais necessários e qual a possibilidade de o País fazer uma venda emergencial nas próximas semanas.

Açúcar, óleo de cozinha, farinha de milho e leite estão entre os principais produtos que desapareceram das prateleiras na Venezuela já no final do ano passado. O governo acusa empresários oposicionistas de esconder alimentos para prejudicar o governo.

Segundo o assessor especial da Presidência Marco Aurélio Garcia, o Brasil também deverá ajudar a Venezuela na crise de energia. Há cerca de três semanas, Maduro decretou estado de emergência em razão de constantes apagões. “A Venezuela tem gás, tem petróleo, não tem razão para sofrer problemas de abastecimento de eletricidade.”

Maduro presenteou Dilma com um quadro de seu padrinho político, Hugo Chávez, que morreu em 5 de março.

A completa ausência de qualquer capacidade de gestão, a incapacidade de mudança e de mudança, a falta de humildade e a procura constante de bodes expiatórios para culpar na primeira situação que aparece. Triste, mas expectável.

11 pensamentos sobre “Afinal o milagre Venezuelano não é tão miraculoso quanto isso…

  1. paam

    É este o legado de Chável que muitos elogiaram? Não tardará a nacionalização das empresas detidas pelos empresários oposicionistas. Rumo à miséria total.

  2. Euro2cent

    Nabos, precisam de ir estudar a Novaya Ekonomicheskaya Politika do camarada Lenine, para ver como se fazem as coisas. Como disse o santinho, os capitalistas vendem a corda com que serão enforcados.

    E depois, a coisa ainda durou mais sete décadas, com brilhantes intelectuais deslumbrados a ver o futuro que funcionava, e a impingi-lo às massas ignaras do alto das suas cátedras, com argumentos do mais racional e científico que há.

    Depois admiram-se que as massas mais precavidas não liguem pevide aos intelectuais, nestas ou noutras ocasiões. Já sabem do que a casa gasta.

  3. lucklucky

    Boa parte dos filhos da burguesia do Estado Novo eram Maoístas que na altura se dedicavam a matar e torturar os chineses que não seguiam a moda do camarada Mao.

  4. Carlos Pacheco

    “.. a falta de humildade e a procura constante de bodes expiatórios para culpar na primeira situação que aparece.” Isto soa a uma análise introspectiva.

  5. A. R

    Extraordinário: então não tinham distribuído as terras para o Povo cultivar? Estes comunas tem um talento de anti-Midas: tudo o que tocam transformam em cacos.

  6. Carlos

    Não é muito difícil de perceber que impuseram ‘controlo de preços’, possivelmente a história dos ‘bens essenciais’.

  7. O Brasil também anda com problemas de tomates… de inflação. Inflação de tomates. Não é coisa de haver tomates a mais, ou que estes sejam mais grandotes que o normal. É facto que no socialismo os tomates são uns bens escassos, e como faltam tomates aos socialistas, o valor de quem tenha tomates para para si e para os outros é coisa de monta. O preço a que monta os tomates nos países socialistas, plenamente destomatados, é coisa a que só os tipos que têm 900 milhões de euros no estrangeiro e vestem Nike depois de terem largado o uniforme podem aceder.

  8. Nuno

    Apagões num dos maiores produtores de petróleo do Mundo. É como dizia Friedman: “If you put the federal government in charge of the Sahara Desert, in five years there’d be a shortage of sand.”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.