Zero confesso está pronto para governar

«Eu estou disponível para substituir o governo». Ao que a jornalista, com a mais elementar das lógicas, lhe pergunta:

– E como é que se vai substituir estes 1.200 milhões de euros?

Seguro: «Quem criou o problema, que o resolva».

Nada disto é uma piada. Deixou de ter piada. É assim mesmo. É puro perigo.

22 pensamentos sobre “Zero confesso está pronto para governar

  1. Miguel Noronha

    Mas isso não é segredo nenhum. Ele já disse que quer resolver o problema do excesso de despesa com mais despesa

  2. Carlos Assunção

    Olha, porque é que o Passos Coelho não diz o mesmo, relativamente ao passado? O que é grave é que isto cada dia se assemellha mais aos tempos da Primeira República e que acabou como sabemos, e soubemos durante 48 anos!

  3. Euro2cent

    > «Quem criou o problema, que o resolva»

    Ah, demite-se da chefia do PS em favor do anterior capo …

  4. tina

    Seguro cada vez se expõe como o retardado mental que é. Como pode alguém, que não seja um fanático socialista, votar num político que fala desta maneira?

    Em termos de política partidária, acho que o PSD deve estar um pouco aliviado. Fez tudo o que devia fazer, por isso tem a consciência tranquila. A Troika disse que não fazia mal e que o continuava a apoiar. Haverá por aí mais um milhão de euros em circulação que evitará mais recessão. O PS terá depois de resolver o problema da despesa. O PSD entretanto tem de aproveitar o tempo no governo agora para continuar reformas anti-socialistas.

  5. tina

    Não está perigoso porque a UE já pode vetar orçamentos. Por isso, mesmo com os burros dos socialistas no poder, as metas de défice terão de ser cumpridas ou pelo menos os orçamentos terão de caminhar nessa direção.

  6. isto está e divertido. qual perigoso!!! o país foi forçado a olhar-se ao espelho e confrontar-se com a natureza do regime. vai cair. de forma organizada ou em rotura completa, vamos a ver

  7. tina

    “o país foi forçado a olhar-se ao espelho e confrontar-se com a natureza do regime.”

    Concordo, isto foi muito bom para expor os podres do regime. A RTP fez um belíssimo trabalho ontem ao mostrar como os juízes do TC ainda são os únicos que se podem reformar com 10 anos de serviço e também ao mostrar como os políticos correram às suas subvenções vitalícias em 2005 antes de estas acabarem. O povo agora percebe a corja que está instalada no TC, aqueles que deviam dar o exemplo, são os piores.

  8. Sérgio

    Disse mesmo! Que tipo responsável! Já ganhou as próximas eleições, é deste tipo de políticos que os portugueses julgam ser os melhores! Isto vai ser bonito! Falência já, é a única solução! Foi-o para os antigos países do bloco socialista, será também para este!

  9. jhb

    Creio que ele se referia ao problema da inconstitucionalidade das medidas chumbadas pelo TC e não à crise em si.

  10. Ajom Moguro

    E agora? Tão simples como isto: Passos Coelho não tem o mínimo de condições para continuar, porque de todos os quadrantes, da rua aos retiros das inteligências, a contestação está generalizada, embora seja legítimo duvidar que alguém transporte no boral uma solução que melhor as coisas antes de as piorar. Este chumbo do TC, certo ou errado, funcionará como um acelerador de todas as críticas e protestos que se tornariam incomportáveis com o argumento da benção institucional agora recebida. Este governo deve assumir de pronto e com efeitos imediatos o pedido de demissão, podendo justificar-se por considerar esse desfecho uma atitude patriótica em função do exército de entendidos que defendem que o País tem que ser melhor governado. Venham de lá os sabichões que defendem o conta kilómetros a zero para se fazerem às curvas com um chaço fumegante de motor gripado e pneus furados. Como diz o aprendiz, quem provocou esta situação que entre com a solução. Este tipo de peditórios repete-se sucede-se sucessivamente sem cessar.

  11. Miguel Noronha

    “Creio que ele se referia ao problema da inconstitucionalidade das medidas chumbadas pelo TC e não à crise em s”
    Não me parece. A pergunta era clara e referia-se a alternativas para compensar as que foram declaradas inconstitucionais.

  12. Realmente, a saída está cada vez mais estreita.
    Primeiro porque se faz uma confusão enorme entre os responsáveis pela nossa situação (PS e Sócrates) e outros que apenas foram ineficientes em sair dessa situação. É uma enorme diferença. Uns são responsáveis outros ineficientes. Agora, pensar que os responsáveis poderão ser eficientes é pura ilusão. Mas também é verdade que temos que inflectir nas políticas.
    A situação agora criada é simples. Pague-se o que o Tribunal diz para se pagar com Títulos Especiais de Dívida que se vencem em 5 anos (por exemplo). Ou seja, simplesmente se substitui um empréstimo da troika, externo, por um empréstimo (admitamos que algo forçado) dos seus cidadãos. Não é bom? Nesta fase não podemos esperar nada de bom. Mas é bem melhor que confiscos e impostos absurdos.
    Em termos orçamentais, há resto zero…

  13. Um orçamento tem duas vertentes. A receita e a despesa. Dos tão falados 1,2 mil milhões de despesa cerca de metade regressam ao orçamento pela via da receita proveniente de impostos sobre o subsidio. E da parte restante algum regressará também pelo IVA sobre o consumo que irão originar.

  14. lucklucky

    Ainda não perceberam que só com o PS no Governo é que se pode violar a Constituição?

    Os Juízes do Constitucional – Juízes em causa própria – limitaram a mostrar o Regime Soci@lista.

  15. Bruno

    Este Seguro não tem mesmo vergonha. Mais uma vez mostra que a preocupação dele é apenas chegar a PM… mostrar uma ideia ou um rasgo de competência já é outra história. Até o PS deve ter alguém melhor…

  16. JP

    AJTeixeira perguntou-lhe pelos 1200 milhões.
    É interessante verificar que já está a fazer como sócrates: pura e simplesmente muda de agulha e responde a outra coisa, que não a que foi perguntada.
    Se o excerto é fidedigno, o entrevistador continuou como se nada tivesse acontecedido.

  17. Bom português ?

    Já agora gostava que o atrasado mental do Seguro me respondesse: o que é “boral”, em português?

  18. Pingback: Por mim pode vir o zero à esquerda. Prefiro sempre socialistas assumidos. | O Insurgente

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.