Sócrates como comentador na RTP

Limites

O meu artigo de hoje no Diário Económico:

Há umas semanas discutia-se no Parlamento a programação da RTP e se deveria voltar a esta o TV Rural. Na altura critiquei que no órgão legislativo se discutisse uma decisão interna de um canal de televisão, ainda que estatal.

Utilizando o mesmíssimo critério, não assinei a petição que pede agora que o parlamento se pronuncie sobre a inclusão de um qualquer comentador na programação desse mesmo canal.

Mas isso não me impede de fazer um apelo aos responsáveis da RTP: tenham noção dos limites e revertam o convite. Porque a confirmar-se a entrada de Sócrates para a grelha da RTP, surge a dúvida: o que é que alguém tem que fazer para ser excluído de uma lista de possíveis comentadores da RTP? Aparentemente, levar o País à bancarrota, provocar centenas de milhares de despedimentos e outras centenas de milhares de emigrações de jovens qualificados, e fazer a economia perder uma década de crescimento e, com o saldo que deixou, talvez uma segunda, não é suficiente.

Nos dias de hoje, a cultura da meritocracia está fora de moda. Os heróis da juventude são pessoas de ascensão rápida e não os industriosos de outrora. A contratação de Sócrates pela empresa tutelada por Relvas leva este desvio para um nível completamente estratosférico: não há limites. Pode-se cometer a pior atrocidade que, depois de uma reforma dourada, só possível devido às tais atrocidades, haverá sempre alguém para ajudar a branquear a situação. Indústria, honestidade, fortaleza e sapiência ficam definitivamente ‘démodé’.

No actual xadrez político, Seguro perderá, pois terá concorrência forte na venda de ilusões e a ‘entourage’ de Sócrates terá nova força no PS – só assim se justifica a inversão de Seguro sobre a Moção de Censura em 5 dias. Inicialmente, tais movimentações no PS darão força a Passos Coelho, mas com o tempo este será obrigado a ter uma comunicação mais profissional, ou perderá para a máquina Socrática. Mas a principal mudança é a ascensão da forma sobre o conteúdo, na pior altura para isso acontecer.

Ligações úteis: Luís Bernardo sobre o mesmo tema.

23 pensamentos sobre “Sócrates como comentador na RTP

  1. Simão

    melhor que o sócrates na política, só mesmo o rangel na justiça: Iniciou-se na passada 5ª feira, no Palácio da Justiça, o julgamento do juiz Rangel por uma dívida de 2000 mil euros. Só não se percebe a cara de pau que ainda o leva a apresentar-se na RTP como “administrador” da justiça. Não se percebe como é que a RTP permite tal coisa…

    pagamos nós a estação pública para isto..

  2. “levar o País à bancarrota, provocar centenas de milhares de despedimentos e outras centenas de milhares de emigrações de jovens qualificados, e fazer a economia perder uma década de crescimento”
    Falamos de quem? Sócrates?!…

  3. Duarte Caires

    #1 Até ser condenado continua a ser inocente e a beneficiar dessa presunção, e por isso mesmo não me parece que a rtp ou outra qualquer personalidade, o senhor inclusive, tenha legitimidade para apontar o dedo e pedir o seu afastamento. O estado de direito não funciona apenas para o que nos convém…

    #main No que toca ao tio Socas, de facto é surpreendente uma contratação deste género, mas não diria que única e tão pouco descabida. Apesar de tudo este ‘senhor’ foi mandatado pelo povo português por DUAS vezes, para arruinar o nosso país. Vão dizer-me que não tem público? Vão igualmente dizer que as audiências não vão aumentar? Querem mesmo apostar nisso? Mais, não vão apenas aumentar como superar a concorrência, e numa das poucas vezes na história, a RTP irá procurar rentabilidade e aproximar-se do mercado privado, apesar do suporte público na sua essência. O objectivo não deixou de ser privatizar, e esta é uma das primeiras aproximações, procurando o que vende e não o politicamente correcto. Por isso meus caros liberalistas de fato e gravata, não venham de bandeira nas mãos censurar e criticar só porque os comentadores não são do vosso gosto e arruinaram seja lá o que for. Caso não gostem da decisão, não vejam, e deixem a mão invisível trabalhar!

    Ou querem ou não querem…

  4. Pisca

    “o que é que alguém tem que fazer para ser excluído de uma lista de possíveis comentadores da RTP? ”
    Simples, não é preciso muito, basta ser Dirigente, Deputado ou simples simpatizante do PCP, conhecem algum ?

  5. Surprese

    Acho muito bem que convidem o Sócrates. Se der audiências, é menos dinheiro dos meus impostos que tenho de enviar para aquele sorvedouro.

  6. Rui

    mas o socrates foi ou nao primeiro 6 anos? ha alguem que perceba mais da poda do que ele? quem? o marcelo e o mendes?

  7. lucklucky

    “Falamos de quem? Sócrates?!…”

    Sim. Mas Sócrates é mais um sintoma do regime soci@lista-populista. Caminhar para a bancarrota é a condição natural deste Regime, com o apoio sustentado da educação publica e dos jornalistas e opinião que temos.
    Ouviu ou leu alguém a defender défice zero?
    Aconteceria com Sócrates ou sem Sócrates, talvez menos rápido mas aconteceria. Coloque um nome de um qualquer político a PM – de Santana a Pacheco Pereira, de Portas a Louça, de Costa a Seabra, de um qualquer comunista a um qualquer dirigente do CDS e o caminho para a bancarrota/impressão de escudos/FMI continua inexorável.

    “Se der audiências, é menos dinheiro dos meus impostos que tenho de enviar para aquele sorvedouro.”

    Ainda há tontos.

  8. roger

    Quando alguem me aparece com as tretas do “vivemos acima das nossas possibilidades” ” estavamos a beira da banca rota” penso logo: ou é um cepo ignorante e mal informado ( a enorme maioria), ou é um invertebrado marioneta manipulada pela voz do dono, ou é politica e intelectualmente desonesto! O terror que por aí vai só valoriza o próprio Socrates, é que dos incompetentes e vulgares ninguem se dá ao trabalho sequer de falar…
    para alem deste tremor todo parecer-me esconder o pavor da possibidade do homem mostrar que o rei vai nu!… é que hoje os mais avisados já se vão apercebendo de que o PEC IV estava bem delineado e bem equilibrado, sem ser necessário o “colossal” aumento de impostos, o colossal aumento do desemprego,e sem o colossal monte de cadávers de micros e PME.

  9. @ roger — Março 25, 2013 @ 19:05
    Pois, mas nessa altura o PPC e “adjuntos” achavam que o PEC 4 era austeridade a mais… E o povinho votou nisso… Não votou noutra coisa… Muito menos naquilo que recebeu em troca de acreditar no Pai Natal… E o “estupor” é o outro… O que regressa agora, quando foi atingido o “break-even” incontestável da governação “fedelha”!…
    Aqui fica uma “lembrança”… (ainda assim, o gajo é melhor nas previsões do que o guru freak das finanças…).

  10. roger

    Mais… em fins de 2007 o defice “real”tinha descido de 6,8 para 2,9 a divida publica (do governo) encontrava-se em 68,6 e o ritmo de crescimento era pela primeira vez em varios anos de 2,4. Tudo isto dados do INE e EUROSTAT. Tudo controlado e a luz ao fundo do tunel era visivel.De repente um governo apesar de cercado à esquerda e à direita, passa num apice de competente a imcompetente? Não acredito!´A crise internacional foi real e teve repercuções em toda a Europa. Mas num ano e meio apesar de governar já em minoria o defice descontrolou-se. Quero saber como e porque é que isso aconteceu… mas tambem espero que desmascare este bando de ultra liberais autenticas marionetas tele – comandadas do exterior.( leia-se capital financeiro)!

  11. lucklucky

    “…é que hoje os mais avisados já se vão apercebendo de que o PEC IV estava bem delineado e bem equilibrado”

    É preciso ser ignorante e não saber fazer contas.

    “2’007…encontrava-se em 68,6 e o ritmo de crescimento era pela primeira vez em varios anos de 2,4.”

    E não aprendeu nada durante este tempo todo. O seu “crescimento” era menor que o endividamento . Logo os 2.4% de crescimento não existiram.
    Mais, se você pede crédito vai ter números aparentemente bonitos durante um curto espaço de tempo. É irrelevante. É como quando uma pessoa pede crédito.Parece que tudo está bem.
    Não é sustentável porque o modelo de crescimento do regime baseado em intervencionismo do estado e contrução e obras publicas e no igualitarismo não tem possibilidade de existir . É a diferença que traz novos produtos e crescimento. Mas o regime culkturalmente ataca e atinge quem é ou traz a diferença.

    “A crise internacional foi real e teve repercuções em toda a Europa.”

    A crise internacional não existiu ou existe. O que existiu foi crédito que não deu retorno/lucro suficente para ser pago. Mas você não aprende. Não aprende que tudo o que aconteceu em Portugal aconteceria mesmo que só o Portugal de Sócrates se tivesse comportando desta maneira. E não houvesse mais irmãos keynesianos ideológicos de Sócrates espalhados por essa Europa e EUA fora.

    “Mas num ano e meio apesar de governar já em minoria o defice descontrolou-se. ”

    Temos por aqui um vigarista pelos vistos. É preciso lembrar-lhe a eleições de 2009 em que o défice de 6% já de si descontrolado, tornou-se 2 meses depois das eleições num défice de mais de 9% no que contituiu uma fraude do mercado eleitoral que não seria tolerada se ocorresse num produto fornecido por uma empresa?

    “leia-se capital financeiro”

    Discurso típico fascista também demonstra que George Orwell o entendeu muito bem em vários níveis…. É preciso lata, sem o capital financeiro o regime soci2lista saído do 25 de Abril nunca se teria podido endividar, de 15% do PIB para mais de 120%.

  12. roger

    LUIS FA

    Não me lembrava já disto… isto é um libelo acusatório, compreende-se melhor o terror e a deriva mental que por aí grassa. Espero que Socrates repita isto até á exaustão. Mas o erro dele foi ter pensado que seria na altura fundamental a intervenção do BCE, e não ano e meio depois como veio acontecer! Mas DRAGUI o presidente do BCE é um ex quadro da Goldman Sachs, e este é um predador puro. Ganancioso. Neste governo estâo lá três por coincidência António Borges, Carlos Moedas,João Moreira Rato. Em pontos estratégicos… quem diria! Hà quem diga que um dos erros de Socrates foi ter corrido creio que em 2009 com os homens da Goldman Sachs!…outro erro foi em nenhum dos seus dois governos lá estar nenhum Maçon nem Opus Dei…

  13. roger

    lucklucky

    A crise internacional não existiu ou existe, diz voçê… dou-lhe um conselho, telefone para a TVI24 e peça para eles repetiram o Oservatório do Mundo ” As bolhas financeiras” onde lá vem toda a historia do sub-prime, e as consequências a nivel mundial. Veja que é para ver onde chega a pulhice do mundo financeiro.
    Mas preça tambem a repetição do ” Goldman Sachs o banco que governa o mundo” Pulhas não faltam… depois apareça…

  14. DavC

    Achar que o PEC4 resolvia alguma coisa é não estar bem a ver o problema…o empréstimo da Troika era inevitável, basta ver que o serviço de dívida actual é enorme, apesar dos juros baixos da troika, porque a parte de dívida emitida até ao “resgate” tinha juros incomportáveis. Se continuássemos nesse caminho hoje teríamos que consignar uma fatia da despesa para serviço de dívida muito superior à actual.

    Dito isto, não percebo o problema de o Sócrates ser comentador. Tem interesse televisivo, é alguém que esteve à frente dos destinos do país numa fase crucial para o que estamos a viver agora e parece-me que o público, apesar das petições, irá corresponder com audiências.

  15. Nuno

    É verdade, o PEC 4 é que era bom e a culpa é de quem não o deixou passar! Os PEC’s 1-3 já eram mais fraquinhos, admito, mas em todo o caso, PEC 4…
    Senhores… aldrabões socialistas no seu melhor…

  16. “aldrabões socialistas no seu melhor…” — tem muitos seguidores na “bancada” neoliberal. A começar no “chefe”… Afinal decidam lá: quem merece realmente o nariz do Pinóquio? 😛

  17. lucklucky

    “Mas preça tambem a repetição do ” Goldman Sachs o banco que governa o mundo” Pulhas não faltam… ”

    Deve achar que os outros são idiotas.
    São Governos como o do PCP/BE/PS/PSD/DS etc que dão muitos negócios à Goldman Sachs. O de Sócrates por cá deve ter batido o record.
    É sua ideologia e do Luis FA que dá mais às Goldman Sachs deste mundo, pois acreditam que dinheiro = crescimento e por isso querem endividamento sem limites

    Quanto maior o défice mais venda de dívida tem o Governo de fazer e mais negócios para os Bancos e entidades financeiras.

    Estou à espera da sua contestação a todos is pontos que escrevi acima. Não queremos mover os postes da baliza não é?

  18. Nuno

    Luís FA desculpe não percebi a sua pergunta. Para um liberal (qualquer) mentiroso é um mentiroso e um Pinócrates é um Pinócrates.

  19. Nuno, à partida não quero menosprezar a sua inteligência… Pressinto portanto que deve ter entendido a ironia acerca de “aldrabões”…

  20. Nogueira da Costa

    O problema do Sócrates como comentador é só um: É estar a dar-lhe de mão beijada a presidência da república. E usar dinheiros públicos para o fazer!

  21. Nuno

    Luís não há ironia nenhuma. Já lhe disse, para um liberal QUALQUER mentiroso é um mentiroso. Se se sobressaltou com a expressão aldrabões é lá consigo. De resto, não faço tenção de jogar ao “o meu Querido Líder é melhor que o teu” consigo.

  22. Jónatas

    “Pagar dívidas é coisa de crianças.”

    Às vezes fico parvo com a pouca inteligência de pessoas que até escrevem coisas inteligentes. Como é que é possível, com tudo o que nos está a acontecer, haver ainda alguém que defenda o Sócrates e as suas mentiras patológicas.

    É que não há melhor descrição do que pensa Sócrates para o País do que ver o seu próprio estilo de vida. Vive acima das suas possibilidades (despesas de 15 mil euros por mês muito acima daquilo que ganhou como PM ou deputado) apenas e só com ajuda externa (a tal pretensa fortuna da família). Porque sabe que “pagar a dívida é coisa de crianças”, que nunca vai devolver aquilo que está a gastar em Paris.

    Se é um tipo assim que querem para governar o País, um tipo que com quase 50 anos ainda vive às custas da mamã, façam o favor de continuar com o País interrompido em que Portugal se está a tornar.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.