Jornais tribais

A piadola ordinária de Arménio Carlos, sobre o «rei mago escurinho», referindo-se ao representante do FMI, Abebe Selassie, não faz dele automaticamente um sujeito da Ku Klux Klan. Em todo o caso, é o tipo de graçola sem o mais leve vestígio de graça que se esperaria talvez do PNR, ou uma coisa lumpen assim. O caso já é em si mesmo a fugir para o estranho. Mais estranho fica o episódio lamentável, se se fizer uma passagem rápida pelas páginas online dos principais jornais. Apenas o Correio da Manhã ouviu a tirada. Imagine-se o tsunami que não seria se alguém à direita fizesse algo semelhante. De duas, uma: ou o racismo larvar de quem quer que seja que tenha responsabilidades públicas preocupa-os, em si mesmo, aos jornais nacionais que não são o Correio da Manhã, tanto como a mim a passagem de Neptuno pela casa de Plutão, e então o que interessa é quem é racista e não o racismo, ou, o que vai dar praticamente ao mesmo, vindo de quem vem a coisa não pode ter o mais pequeno laivo de racismo, porque vem da esquerda, e à esquerda, por definição não há racistas. Some-se, à piada sem piada ordinária de Arménio Carlos, a maneira como o líder da Fenprof se referia ao Governo, «aqueles bandidos». A linguagem por aquelas bandas está em perigosa deriva para o esgoto e a arruaça. Perturbador.

19 pensamentos sobre “Jornais tribais

  1. M. Miranda

    A nossa comunicação social assemelha-se cada vez mais aos jornais afectos a clubes desportivos. Só vêem os penalties na grande-área adversária

  2. maria ferreira

    Arménio Carlos e Mário Nogueira, na Rússia que tanto apreciam as 3 cantoras Pussy por muito menos estão presas na Sibéria. Onde pára o tão falado Ministério Público?

  3. maria ferreira

    Com tantos professores de matemática onde foram contar – primeiro 30.000 depois 40.000 professores. Primeiro 50 camionetas depois 100. Bom fazendo contas 100*50=5000 e os restantes? A Judite da TVI deve ter ido lá contá-los, só pode

  4. Se fosse só a nossa… Nos EUA, um sindicato pode simplesmente brutalizar um pequeno vendedor de cachorros-quentes afro-americano e o Reverendo Jesse Jackson, bem como a maioria dos media ficam selectivamente calados, mas quando o Romney abre a boca…

  5. É lamentável que em pleno século XXI, depois de 500 anos de convívio com africanos (e outros), ainda seja necessário chamar a atenção daqueles que continuam a acreditar na suprmacia da raça(?)!

  6. Carlos

    jojoratazana, cala-te: toda a gente sabe que ele não é branco, assim como também não é rei, nem, que se saiba, mago. Mas também não é tolo, antes pelo contrário, merecendo ser respeitado mais do que tu, que não te dás ao respeito.

  7. Joaquim Amado Lopes

    jojoratazana (10),
    Não vê então qualquer problema em que se chame “cretino asqueroso e acéfalo” a Arménio Santos. Ou acha a expressão demasiado ligeira?

  8. Joaquim Amado Lopes

    jojoratazana,
    Os meus “escritos” falam por mim e os seus falam por si. Nem sempre acerto no conteúdo ou no tom e chego mesmo a exceder-me mas, comparando o que escrevo com o que o jojoratazana escreve (e tendo consciência de que me estarei a comparar com um dos piores), só posso ter orgulho pela forma como me apresento. Ao jojoratazana reconheço pelo menos a capacidade de se envergonhar do que escreve e, por isso, ter o “pudor” de não assinar com o seu nome.

  9. josé rodrigues

    O Mário Nogueira não chamou bandido ao Crato, disse que os professores desempregados são tratados como bandidos nos Centros de Emprego..

  10. lucklucky

    É a esquerda racista. Mas como é de esquerda não há notícas nem protestos. Jornalistas e Directores de Esquerda é o que dá.

    O jojoratazana parece não perceber que a cor da pele do Salássie é irrelevante, não destingue nada de útil neste caso.
    Se alguém quisesse distinguir entre dois tipos do FMI que se revesavam nas declarações poderia fazer sentido se os nomes das pessoas não fossem conhecidos. Mas nem isso acontece.

    “SOS racismo está indignada. Esperam-se declarações públicas em breve.”

    O SOS racismo é primeiro soci@lista logo existe apenas quando pode atacar quem não o é. O racismo é simplesmente uma arma de arremesso para usar quando conveniente.

  11. Carlos

    José Rodrigues:
    Não deves estar a ouvir bem e estás com dificuldade para ler. Cuida-te, homem.
    Os comunistas estão a perder as estribeiras: «Havemos de pôr na rua estes bandidos que estão a destruir Portugal.» foi o que disse o Mário Nogueira. Estarão a ficar desesperados?

  12. Comunista

    “Daqui a pouco vêm aí outra vez os três reis magos, um do Banco Central Europeu, outro da Comissão Europeia e o mais escurinho, o do FMI, e já se fala em mais medidas de austeridade”.

    É isto que para vocês é racismo…pfff

    Talvez precisem de ser lembrados:

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.