O Prof Dr Artur Baptista da Silva deixou descendência

Excerto da crónica de Paulo Morais na Radio Renascença:

A crise é grave em Portugal e Espanha, mas, do outro lado da fronteira, beneficiam-se as pessoas, enquanto aqui se privilegiam os bancos, à custa do sofrimento da população

Uma simples busca no Google levava-nos logo a esta notícia que dá conta do pedido feito pelo governo espanhol de 39.5 mil milhões de euros para usar já em processos de recapitalização bancária. Isto compara com os nossos 12 mil milhões, a maior parte da qual ainda por utilizar.

Atente-se ainda nos dois comentários feitos na página da RR:

Aconselho o Dr. Paulo Morais a ler a página 20 do “El País” de hoje (07/01/13), 2ª feira, com o título “Los inspectores acusan al Banco de España de alterar sus conclusiones”. No referido artigo está bem explicito o resgate bancario da Banca espanhola, com dinheiros públicos, e passo a citar “la acusacion llega tras una crisis financiera que dura ya más de cuatro años y en donde ha sido necesario socorrer a dos tercios de las antiguas cajas con más de €50 000 millones de dinero publico. La acusacion de injerencia politica en la actuacion del Banco de España se ha acentuado en los ultimos años, marcados por la quiebra de Bankia, que puso a España al borde del rescate total. Tras entregar el dinero del rescate bancario, la Troika ha exigido al Banco de España una revision interna formal para detectar deficiencias e introducir mejoras precisas” Informe-se, Sr. Dr, em vez de enveredar por populismos rascas. Para Santos Silva já basta um…

Mas isto é a mais completa e total mentira ou ignorância de quem afirma e isto!!! eu vivo em Espanha e acompanho a evolução diária do país. Para o Dr. Paulo Morais, que antes de fazer afirmações destas deveria informar-se melhor, o Governo Espanhol tem vindo a resgatar vários bancos/Cajas, através de uma entidade que dá pelo nome de FORB e agora criou outro “banco mau”, o SAREB, ao qual deu o nome pomposo de SAREB (Sociedad de Activos Procedentes de Reestruturación de Entidades Bancarias), para “aparcar” todos os activos tóxicos do Banco BANKIA (€ 20 mil milhões), Banco NovaCaixaGalicia (€9 mil milhões), Caixa Catalanuya (€ 10 mil milhões). O Estado Espanhol pediu e avalizou, € 45 mil milhões à UE para resgatar estes bancos. e mais, em Espanha há um problema enorme com um produto bancário, conhecido por “preferentes”, no qual vários bancos investiram as poupanças de vários clientes seus em fundos de investimento de alto risco (em muitos casos sem conhecimento dos clientes dos riscos que corriam) e agora o povo está a exigir ao Estado que caucione isso. e quanto às reformas, Dr. Paulo Morais, de facto Mariano Rajoy tinha prometido subir as pensões em 2013, mas já veio dizer que face às exigências de Bruxelas, tal não seria possivel. um pouco mais de rigor ao informar 8que no caso é desinformar), ficava-lhe bem… Carlos Cerqueira

8 pensamentos sobre “O Prof Dr Artur Baptista da Silva deixou descendência

  1. Jose

    Realmente é bonito viver na ignorância, mas vir para a rádio gritá-la é que não. O que se passa em Espanha é tão ou mais grave que em Portugal. O escândalo dos ‘bonus preferentes’ das caixas é algo único e insólito onde milhares de depositantes, em sua grande parte reformados, ficaram sem as poupanças de uma vida porque as caixas necessitaram recapitalizar-se e fizeram-no à custa desse ‘roubo’ consentido do seu dinheiro. E isto é só uma pequenissima mostra.

  2. Carlos

    http://pt.wikipedia.org/wiki/Anexo:Lista_de_países_por_PIB_nominal

    Atendendo à informação constante deste site onde, supostamente, consta a lista do FMI para 2011 acerca do PIB por país, verificamos que:

    PIB Espanhol: 1 493 513 milhões de dólares, aprox. 1 142 878 milhões de euros
    PIB Português: 238 880 milhões de dólares, aprox. 182 797 milhões de euros

    Agora, vamos a contas?
    De acordo com o comentário:
    Investimento do Estado Espanhol na Banca Espanhola: 45 mil milhões de Euros, aprox 3.9% do PIB
    Investimento do Estado Português na Banca Portuguesa: 12 mil milhões de Euros, aprox 6.6% do PIB

    Talvez houvesse mais pessoas que devessem estar caladas, mesmo.

    Nota adicional: Nos 12 mil milhões, não está incluído o poço sem fundo do BPN que vai em 8 mil milhões de Euros, pois não?

  3. Miguel Noronha

    Com essa pressa esqueceu-se que o fundo espanhol já tem destinários (e portanto está esgotado) e o do português ainda devem faltar cerca de 3/4. É melhor refazer essas contas.

  4. Miguel Noronha

    “”Nota adicional: Nos 12 mil milhões, não está incluído o poço sem fundo do BPN que vai em 8 mil milhões de Euros, pois não?”
    Julgo que as ultimas estimativas apontavam para um valor entre 3 a 6 mil milhões. Sendo que o valor máximo só seria atingido casos os activos que ainda faltavam alienar não tivessem qualquer valor. Mas no valor espanhol também não está todos o dinheiro injectado pelo estado espanhol nas cajas ou no Banco Central.

  5. Comunista

    Anda por aí uma senhora jornalista do DE que escreve no Corta-fitas a dizer que o resgate do banif é uma maravilha porque é dinheiro dos os 12 mil milhões que já estão concretizados no empréstimo da troika e que portanto não agrava o deficit. Aqui você diz que os 12 mil milhões ainda estão por utilizar na sua totalidade. Como é que ficamos? Os 12 mil mil estão por utilizar e portanto dependem das necessidades dos bancos e só pagamos juros sobre a parte deles que injectamos nos bancos ou estamos já a pagar juros sobre os 12 mil mil, como diz a dita jornalista corta-fitas, e portanto o estar ainda por utilizar não quer dizer nada?

  6. Miguel Noronha

    “Anda por aí uma senhora jornalista do DE que escreve no Corta-fitas a dizer que o resgate do banif é uma maravilha porque é dinheiro dos os 12 mil milhões que já estão concretizados no empréstimo da troika e que portanto não agrava o deficit. Aqui você diz que os 12 mil milhões ainda estão por utilizar na sua totalidade. Como é que ficamos? ”
    Ficamos a saber da sua dificuldade na interpretação de textos escritos.

  7. Comunista

    “Vejamos: O Estado tem uma linha do dinheiro da troika destinada só a intervencionar bancos. Portanto uma ajuda que não pesa no défice do Estado, uma vez que é uma dívida pública já contraída.” (Maria T. Alves, in Corta-Fitas, dixit)

    http://corta-fitas.blogs.sapo.pt/5209516.html

    “12 mil milhões, a maior parte da qual ainda por utilizar.” (Miguel Noronha dixit)

  8. Miguel Noronha

    “Os 12 mil mil estão por utilizar” (Comunista dixit)
    Quanto aos juros não faço ideia. Imagino que ela tenha melhor informação. Os 12 mil milhões só poderão influenciar o défice se forem pagos através do OE.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.