Austeridades sui generis

Contas feitas, parece que o “orçamento mais austero das últimas décadas” em Espanha (Público dixit) prevê um aumento da despesa em 5.6%.

Não sei se trata do abastardamento do termo “austeridade” (que para alguns implica criticar as “derrapagens” no défice ao mesmo tempo que exigem mais despesa e menos impostos) ou se os anteriores eram tão maus que este até passa por “austero”.

2 pensamentos sobre “Austeridades sui generis

  1. Sérgio

    É o método dos tolos que também foi aplicado em Portugal: Se a receita /inflação aumentar mais do que o aumento da despesa, há uma diminuição relativa desta! O diabo é quando as previsões das receitas/inflação saem constantemente furadas!

  2. Paulo Pereira

    É o que dá ao manter a ideia palerma de ter objectivos para o deficit em vez de objectivos para a despesa.

    A ignorãncia resulta normalmente em asneira !

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.