Por falar em respeito ao tribunal constitucional

Just saying… recorrer à autoridade pública parece-me fora de questão.

PS: O artigo por si só até nem está mau, mas tendo em conta todo o contexto em que está inserido, ou seja a constituição da república socialista portuguesa, e se contarmos todos os direitos que nos são devidos pelo documento é de estranhar ainda não andarmos todos à chapada. Por exemplo se a saúde é um direito e quando vamos ao hospital nos metem numa lista de espera parece-me constitucionalmente viável espetar um banano no burocrata que gere a lista até ele nos colocar no topo da mesma para termos acesso à saúde constitucionalmente garantida.

Demasiado rebuscado? Talvez, mas é assim que o socialismo nos vira uns contra os outros. E ainda há tipos que dizem mal do comércio livre, cada um sabe de si mas eu gosto mais de dinheiro do que de pancada.

4 pensamentos sobre “Por falar em respeito ao tribunal constitucional

  1. Todos tem direito a resistir, DESDE QUE o agressor seja outro que nao seja o estado. Caso for (o que acontece sempre), o Artigo. 21 deixa de ter efeito. PAra mais como e’ que a “autoridade publica” pode defender alguem do “agressor publico”? Nao faz sentido nenhum…

  2. Não posso estar mais de acordo.
    Este artigo em si contraria o principio de abrir caminho a uma sociedade socialista; ora se esta pressupõe o planeamento central claro que há medidas que irão mexer na nossa liberdade individual através da coerção. Acabamos todos à porrada?
    O surpreendente, nos opositores ao livre mercado, é haver gente que acredita que alguém faz negócios de livre vontade para ficar a perder.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.